quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Cantinho Espiritual do Leitor- Carlos Soares


Obrigada, Sil, pelo lindo mimo:


Participante de hoje : Carlos

O SONHO DAS ESTRELAS

Eu queria ser uma estrela,
aliás sou... e que brilha até.
Mas nesse céu de estrelas
sou apenas mais um,
pois há outras no céu além de mim;
então passo a ser uma estrela comum.
Eu queria ser uma estrela,
mas uma estrela única .
Tão maior, tão melhor...
não por egoísmo, vaidade ou poder,
Apenas para todo o universo ver
o brilho que posso fazer.
Eu queria ser uma estrela única...
tão brilhante que iluminasse as outras estrelas,
que meu brilho tirasse o mundo do escuro.
Brilharia para clarear pensamentos
para nesse clarão aliviar os tormentos.
Eu queria ser uma estrela,
mas uma estrela única.
Tão estrela a ponto de ser amado pelas próprias estrelas.
que todas elas me vissem, me sentissem.
Eita sonho difícil, impossível talvez
porque as pessoas não têm muito tempo de olhar para o céu ,
pois estão todas preocupadas em serem estrelas.



Partilhemos sobre a mensagem:

Que bom?



Que tal?



Obrigado, Carlos...


Participantes deste ano:















4 comentários:

  1. Um maravilhoso poema. Há uma fixação em muitas pessoas pelas estrelas.
    Gostei.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida
      Sim, elas têm um quê de mistério e fascínio, de fato...
      Obrigada por participar...
      Bjm fraterno

      Excluir
  2. Parabéns pro Carlos. Belo poema. Pois é, Carlos, e já existe alguém assim, que brilhou e brilha por suas virtudes, mas, a humanidade ainda não percebe, tão voltada está para o próprio brilho.

    Grande abraço, rosélia
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Socorro
      Pura realidade, é pena!
      A vaidade é um fiasco imenso...
      Obrigada por participar...
      Bjm fraterno

      Excluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...