quinta-feira, 3 de abril de 2014

Cantinho Espiritual do Leitor do blog - Jeanne Geyer


(Obrigada, querida Silvana Haddad: http://meusdevaneiosescritos.blogspot.com.br/ )


Colaboradora de hoje, dia da estreia do Cantinho Espiritual do Leitor que será toda Quinta Feira: Jeanne Geyer do blog:

http://virtudesaqui.blogspot.com.br/

LADRÃO DE MACHADO

Um homem perde seu machado. Ele desconfia do filho do vizinho e começa a observá-lo. Seu andar era o de um ladrão de machado; seu modo de falar correspondia perfeitamente ao de um ladrão de machado. Todos os seus movimentos e todo o seu ser exprimiam claramente o ladrão de machado. 
Ora, ocorre que o homem que havia perdido o machado, ao cavar por acaso a terra no vale, topou com esse instrumento de trabalho. 

No dia seguinte, ele observa novamente o filho do vizinho. Todos os seus movimentos e todo o seu ser deixaram de ser os de um ladrão de machado...

Partilhemos sobre a mensagem:
Que bom?
Que tal?

P.S. Abro espaço também para fazerem alusão aos comentários (entre si) que porventura ocorram... com carinho aos semelhantes, claro (como são moderados, libero os que não ofendam aos meus amigos tão queridos daqui do blog, mas creio que não teremos esse problema pois aqui só vem gente de boa índole e respeitosa, graças a Deus!!!)...


Obrigada, querida Jeanne...

Participações:













17- http://www.idade-espiritual.com.br/2014/07/cantinho-espiritual-do-leitor-ailime.html

18- http://www.idade-espiritual.com.br/2014/08/cantinho-espiritual-do-leitor-gilmara.html

19-  http://www.idade-espiritual.com.br/2014/08/cantinho-espiritual-do-leitor-elys.html



22- http://www.idade-espiritual.com.br/2014/09/cantinho-espiritual-do-leitor-otelice.html

23- http://www.idade-espiritual.com.br/2014/09/cantinho-espiritual-do-leitor-ailime.html


24- http://www.idade-espiritual.com.br/2014/09/cantinho-espiritual-do-leitor-jeanne.html



45 comentários:

  1. Rosélia:
    Vivemos num mundo, onde a aparência prevalece sobre a essência.
    Onde o julgamento se torna implacável, atingindo as pessoas.
    Sendo assim, se torna necessário equilibrar a razão e a emoção.
    Nem sempre nossa percepção dos fatos e situações, estão corretas.
    É preciso discernimento, a fim de evitar que o mal se espalhe.
    Vamos usar o machado, apenas pra cortar o mal pela raíz...
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Sil
      Discernimento é uma palavra primordial na Espiritualidade... só quado o recebemos (Dom) e o polimos é que podemos viver com qualidade de vida....
      Obrigada por nos enriquecer com tão rico comentário...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  2. Linda mensagem e boa reflexão! Culpar aos outros é sempre mais fácil...Pena! bjs às duas!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Chica
      Pena mesmo!!! Mas a maturidade chega para todos nós e vamos polindo a nossa forma de ser, sentir e julgar os semelhantes...
      Sempre vem nos engrandecer com o seu comentário pertinente... Obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
    2. Infelizmente meninas a maturidade não chega para todos sempre.
      Tem uma história linear a essa que a mulher vivia falando mal da vizinha para o marido, que avizinha lavava mal as roupas, que devia ficar tomando conta da vida dos outros e por isso estendia aquela roupa suja e não percebia. O marido argumentou, aconselhou ela a não julgar e um dia cansado de tanta reclamação lhe deu a grande lição: pegou um pano e passou na vidraça que dava para casa da vizinha.

      Excluir
    3. Olá, querida Tina
      Conheço a mensagem, é antiga mas bem atual ao mesmo tempo...
      Um dia aprendemos todos... vamos apenas nos preocupar com as nossas 'vidraças' e nada mais além do que amar e servir...
      Enriqueceu-nos também a sua participação tão feliz...
      Obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  3. Uma linda história! Mostra que não devemos julgar ninguém pelas aparencias. Gostei muito! bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Anne
      As aparências nos enganam muito... têm muitos de nós que temos aparência de santo e não o somos e muitos de nós que temos um jeito diabólico de ser e não o somos em vias de fato...
      Disse muito bem e obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  4. O julgamento precipitado é horroroso. A bíblia nos ensina para não julgarmos segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.
    O camarada colocou no coração que o ladrão era filho do vizinho, então seu cérebro passou a comandar todos os movimentos levando a crer que o larápio era mesmo o dito cuja. Ao achar o tal machado, ele retirou do coração a suspeita e seu cérebro estornou o equívoco.
    Bem interessante o texto.
    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Tunin
      Nesta semana vivi um fato semelhante com familiares e, ao me julgarem, caíram com o rosto no chão (somos somente pó) quando se depararam com a realidade...
      Deus é Justo!!!
      Obrigado por nos enriquecer com o seu precioso e fundamentado comentário...
      Bjs fraternos e quaresmais

      Excluir
  5. esta história merece ser lida e relida, penso que vai além do julgamento sobre a aparência externa, já que ele conhecia o filho do vizinho, mas trás à tona a questão sobre a maldade que ainda faz morada no coração. a partir de um pensamento equivocado ele muda toda a sua maneira de observar o filho do vizinho. quantas vezes a gente não age assim no cotidiano e nem percebe? adorei ver a historia mais uma vez compartilhada e repensada, obrigada, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Jeanne
      A maldade está tão enraizada em nós que, se não tivermos atenção no autoconhecimento, estamos todos perdidos...
      Uma metanoia é necessária, como vc bem observou e comentou... Obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  6. Como já comentei em outra ocasião, todo julgamento precipitado é perigoso. Aliás, tdo julgamento é perigoso.
    Bjs... MP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Meri
      Verdade!!! TODO julgamento vem do nosso jeito de perceber as coisas e somos limitados demais... 'pecamos' por nosso intento de ter sempre razão... disse muito bem...obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  7. Olá Rosélia!
    Devemos sempre "orar e vigiar", senão caímos sempre nessas armadilhas mentais!
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida leia
      Não foi à toa que o Mestre nos disse isso...
      Indispensável fator para evitar julgamentos infundados ou de qualquer espécie...
      Muito boa sua colocação!!! obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  8. todo mundo quer julgar todo mundo... mas não ver seus próprios erros...

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Milene
      Já tive uma revolta igual sobre o seu modo de pensar mas depois, vi que eu que tenho que mudar e não os demais... se eu esperar pelos outros, vou morrer e não conseguirei nadinha da silva...
      Preciso sempre me debruçar sobre o autoconhecimento com afinco e tentar, com o Auxílio Divino, me reerguer cada vez que sou julgada indevidamente... limpar-me, tirar o pó maldoso de mim e andar sempre de cabeça erguida...
      A consciência reta nos dignifica e não o que pensam os demais sobre nós... ou o que pensamos sobre eles...
      Da mesma forma, as pessoas inteligentes, agem assim e os semelhantes a mim são libertos dos meus maus julgamentos sobre eles... e vice versa...
      Valeu-me muito vc ter tocado num ponto importantíssimo da meditação de hoje... só tenho que lhe agradecer de coração contrito... obrigada, amiga...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  9. Adoro textos de reflexão e estava falando com minha irmã justamente sobre isto neste exato momento, é muita cobrança e julgamentos e muita pouca gente que faz :)
    Por isto que eu sempre digo, só o Senhor conhece o meu coração e só Ele pode me julgar, mais ninguém, tem um texto que eu gosto muito que fala assim:

    Não julgue o que você não sente, nem os caminhos que você não trilha… é preciso sentir na pele as mesmas coisas que o outro para aprender que não lhe cabe julgar. Você pode até não entender, mas existe uma palavrinha chamada respeito.Taci Goes

    Lindo né, espero que goste, beijinhos e obrigada por compartilhar esta historinha, um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Selminha
      Não só gostei como também aprendi com a sua citação sábia...
      Vc abordou um ponto interessantíssimo: 'sentir na pele'... calçar os sapatos do outro, uns dizem...
      Pois bem, sou como vc neste ponto: só o Senhor conhece o meu coração e, como ELE não faz acepção de pessoas, o mesmo sucede com aqueles a quem eu julgo...
      O Tempo nos ajuda muito a esclarecer mal entendidos...
      Sabe, querida, já fui chamada de demônio por umas poucas pessoas e agora, agradeço aos céus porque eles me moveram para dar passos bem mais largos, abrangentes e de maior qualidade de vida... foram diabólicos comigo (diabo: separa, divide...) e nos divisores da vida, pelas pessoas, fui e sou MUITO mais feliz...
      Só tenho a agradecer ao Bom Deus e aos eque me julgaram...
      Oxalá, seja assim com quem eu julguei indevidamente...
      Obrigada por sua preciosa participação...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  10. Nunca devemos julgar alguém pelas aparências como diz amiga Anne,pois também poderemos um dia sermos julgados sem merecermos.
    bjs amiga Rosélia.
    Linda participação da Jeanne.
    bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, queria Carmen
      Vc é tão levezinha nas palavras como muitos e mostra um coração sensível no julgamento...
      O 'troco' ou a 'mesma moeda' se dá de fato... tanto por nós como pelos demais...
      No fundo, a vida é um eterno aprendizado em todos os níveis do nosso viver...
      Obrigada por sua rica participação e doce... como convém sempre em qualquer tema e como as que já brilharam por aqui com os amigos comentaristas da meditação de hoje...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  11. As aparências nunca definirão o caráter de uma pessoa.
    Quem julga por elas está prestes a cometer uma injustiça às vezes irreparável.
    Gostei da mensagem Roselia.
    Parabens a Joseane e a voce pela partilha.
    Meu terno abraço amiga.
    beijo de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Toninho
      Verdade!!! Ir-re-pa-rá-vel... disse muito bem!!!
      Seria como atirarmos muitas penas ao ar... depois queremos juntá-las... fica difícil demais!!!
      O caráter se mostra com o tempo... não dá pra disfarçar sempre e eternamente... Ainda bem!!!
      Ótima colocação vc nos brindou...
      Bjs fraternos e quaresmais

      Excluir
  12. Acreditar no outro, além das aparências, além das evidências. Não apontar o dedo, condenando antes de ter certeza. Faz uma diferença enorme. Penso que grandes juízes têm que usar mais da intuição para ser justo...
    Beijo, Rosélia.
    Lindo texto,muito bem escolhido pela Jeanne. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Lúcia
      Sabe, com vc, que conheço pessoalmente. posso dizer-lhe: fui MUITO condenada e condenei também...
      Intuir é um grande Dom que a gente vai recebendo para ter mais qualidade de vida pois Deus se apieda de todos nós...
      Rica partilha vc nos deu... obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  13. Oi Roselia e Jeanne! Por isso existe a expressão: os olhos são a janela da alma. Se nosso coração está impuro, enxergamos muito mal. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, queria Renata
      Nossa!!! Estou sempre precisando de uma grande faxina da alma...
      Me fez lembrar de uma mensagem que fala da vizinha que vê sujeira na janela da vizinha e o seu marido a alerta que é a dela que está suja...
      Excelente participação, amiga!!!
      Que Deus limpe a nossa alma!!!
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  14. OI ROSELIA!
    MESMO QUANDO AS APARÊNCIAS INDICAM ALGUÉM COMO CULPADO POR DETERMINADO ERRO, DEVEMOS SEMPRE DAR A OPORTUNIDADE DA PESSOAS PODER SE DEFENDER, POIS PARA MIM, A INJUSTIÇA É UMA DAS COISAS MAIS TRISTES E DIFÍCEIS DE SE ASSIMILAR.
    UM TEXTO ÓTIMO PARA NOS LEVAR A REFLEXÃO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Zilani
      Não posso te dizer,com consciência reta que nunca cometi injustiça... lamento muito!
      É duro de dizer e de tê-lo feito... mas erros no alvo acontecem...
      Deus nos usa como flechas e acerta no alvo direitinho, li isso hoje... Ele é o único que não erra no alvo NUNCA...
      Assimilar é difícil e perdoar é o necessário, eis a questão!!!
      Bela contribuição vc abordou... para cada julgamento, um perdão deve ser dado... Obrigada...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  15. Pois é, Rosélia, a velha mania de culpar alguém. Sempre alguém tem que levar a culpa e ficamos analisando, julgando É triste essa atitude, mas são com as quedas que aprendemos a ser mais ponderados. Beijos a ambas!

    ResponderExcluir
  16. Olá, querida Luíza
    Durante anos a fio fiquei na análise... meu Diretor Espiritual me pontuou isso e me reergueu...
    Vc trouxe à tona uma palavra muito apropriada para o tema meditado e debatido hoje: Ponderação...
    Bárbaro!!! É um grande dom...
    Obrigada pela linda contribuição na noite que se finda...
    Bjm fraterno e quaresmal

    ResponderExcluir
  17. Olá Rosélia,

    Não é caridoso de nossa parte emitir juízo precipitado sobre as pessoas ou fatos. Somos falhos e poderemos cometer injustiças irreparáveis, manchando a reputação de inocentes. A ninguém cabe julgar ou condenar através de seu próprio olhar, pois a aparência não é critério de julgamento.

    Beijo para você e para a colabora Jeanne.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Vera
      Comentário, como os de acima, totalmente pertinente mas confesso que já me omiti ou errei no alvo quanto a julgamentos... ainda que ficassem só em meu coração e não os explanasse: errei...
      Ontem foi um dia bem quaresmal para mim: revisão de conceitos e julgamentos...
      Fiquei muito feliz de ter podido dar uma chance aos que erraram comigo ou
      os que errei com eles: absolvi-os em meu coração e isso me serenou...
      Gostei da palavra 'mágica' critério... bem usada para o tema em questão...
      Obrigada por nos enriquecer...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  18. O preconceito é um veneno mesmo que distorce a nossa visão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Alê
      Vc usou uma palavra importante: como fui e sou 'envenenada' muitas vezes ao julgar e ser julgada!!!
      Obrigada por sua participação...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  19. Como as aparências enganam! Já me surpreendi com muitos que "jugara" mal. Essa é uma tendência negativa do ser humano. Culpar, sem provas, ainda é pior. Somos todos falhos, mas vamos aprendendo com a vida. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Marilene
      Estou em oração pelas minhas tendências negativas nesta Quaresma imensamente...
      Obrigada pelo rico comentário...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  20. Julgar o próximo é absolutamente errado...tá escrito...tira primeiro a venda de teus olhos antes de ver o erro do outro....Nunca julguemos ,mas, antes oremos uns pelos outros...A natureza era pra ser perfeita mais o próprio homem se encarregou de destruir este preceito da vida..

    Beijo querida,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Rachel
      Por isso sempre dou chances até não aguentar mais... sofro calada, muitas vezes, mas espero orando e com fé total que tudo pode mudar,... Tem vezes que me dou muito mal por orar, aparentemente, mas saio da luta espiritual com a consciência reta... isso é o que levo da vida...
      Lindo comentário e cheio de sabedoria como os demais, amiga...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
  21. Olá Rosélia!
    Interessante esse texto. É bem assim, nós e nossa mania absurda de julgar os outros precipitadamente! E o pior é que já fizemos disso um hábito, simplesmente vamos julgando os outros conforme nossos próprios valores, e emitimos nosso juízo de forma totalmente subjetiva, a partir daquilo que mais nos importa. Parece que a gente não tolera mesmo o incerto. Aí vamos logo dando um jeito. Um julgamentozinho daqui, outro dali e nossa mente se alivia. A verdade é que não temos paciência de esperar as evidências. E isso não é bom. Óbvio que não. Conclusão apressada, amparada em "pedaços" de realidade é pura injustiça. In-jus-ti-ça. Hegel já dizia: "A verdade é o todo". E é. Bjs, Marli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Marli
      O seu comentário veio no dia certo...
      Vou te contar um pequeno fato que ocorreu comigo na sema passada: ia pra fisio e percebia que a fisioterapeuta não colocava aparelho na cervical... como faço na dorsal e lombar, julguei que ela não estava fazendo o serviço completo pra diminuir o tempo como ocorre nos melhores consultórios da UNIMED...
      No fim de semana, arrumando minhas papeladas... achei a requisição da cervical... Se não tinha entregue, como ela poderia fazer?
      Sei que chegou a conclusão lógica:pequei!!!
      É bem verdade o que nos diz em seu rico comentário... muito nos acrescentou, como os anteriores...
      Obrigada por participar...
      Bjm fraterno e quaresmal

      Excluir
    2. É amiga, temos muito que aprender! Bom, para isso estamos por aqui, não é? Bjs Marli

      Excluir
  22. Pois é Rosélia,minha querida amiga, julgar parece fácil sobretudo quando se está convencido que a única verdade é a sua. Depois, quando no julgamento há injustiça...dói tanto! Uma mensagem e tanto!
    Obrigada Jeane, obrigada Rosélia. Beijinho de férias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Manuela
      É sim o mais fácil que podemos fazer... ter compaixão precisa de muito amor...
      A verdade absoluta é DEUS para mim... nada mais...
      Praticar injustiça e sofrer injustiça é deprimente... a consciência não fica feliz...
      Obrigada por participar...
      Bom final de férias, amiga!!!
      Bjm fraterno de paz e bem

      Excluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...