domingo, 3 de outubro de 2021

Do Envelhecer





 ARTE DE ENVELHECER...

A cor que escolho para o envelhecer é  o lilás, um meio termo.
A caminho do roxo estamos,  que tem também sua beleza, certamente...
Depois que passamos dos sessenta, hemos que notar em nós mesmos uma melhora de vida.
A alegria de envelhecer combina e muito com a cor lilás, é serena, não é gritante, não eufórica,  essa cor é delicada e, na ARTE LINDA de envelhecer, precisamos encontrar harmonia interior para exalar ao nosso redor muita paz e serenidade...
Sentimentos nobres, por conseguinte, requerem luta e busca constante.  Sem gosto de viver não há vida plena de luz, suave sim, mas não apagada.

Podemos repensar nossa maneira de viver, vejo tantos jovens, bem jovens que reclamam de tudo e de todos. É pena!
Têm tantas coisas para fazermos, em muitos níveis para todos os gostos e religiões.

Nunca vejo a vida com sendo pior do que a já ida.
Sempre a vislumbro como melhor do que antes, do que nunca, pode ser, inclusive.
Quero, hoje, pedir a Deus por todos que envelhecem no silêncio do dia a dia, que nunca deixemos nos contaminar pela amargura do desânimo! Nem pelo egoísmo de outros.

ENVELHECER deve se tornar uma ARTE, sim!

Muito lilás, tênue como ele só!

Tentar, juntos, animar os que ganham um pouco mais de experiência do que nós...

Que nos seja bem leve, como o lilás!







9 comentários:

  1. Envelhecer é mesmo uma arte e temos que nos orgulhar de ainda poder estar aqui e aproveitar o melhor que conseguirmos, do nosso jeito, com menos mobilidades, menos agilidade, mas seguindo sempre!

    A alegria ajuda e se não se mostra, temos que procurar motivos pra nos alegrar.

    E eles estão aí,até nessa simples bacia com flores e alecrim que tanto bem nos podem fazer!
    Adorei! beijos, chica

    ResponderExcluir
  2. Querida Rosélia,
    Esta canção para mim é um hino, ouvi-a pela primeira vez quando estava bastante fragilizada, presente de uma amiga querida.
    "...
    Todo mundo chora
    Um dia a gente chega
    E no outro vai embora
    Cada um de nós compõe a sua história
    Cada ser em si
    Carrega o dom de ser capaz
    E ser feliz..."

    A cor lilás significa espiritualidade e intuição, portanto, uma cor metafísica. É a cor da alquimia e da magia. Ela é vista como a cor da energia cósmica e da inspiração espiritual. A cor lilás é, segundo místicos, excelente para purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental. Ajuda a encontrar novos caminhos para a espiritualidade e a elevar nossa intuição espiritual."

    Neste que é o Dia Internacional das Pessoas Idosas, celebremos o lilás e as pessoas idosas.
    "Use as ferramentas de partilha que encontra na página de artigo.
    Todos os conteúdos do PÚBLICO são protegidos por Direitos de Autor ao abrigo da legislação portuguesa, conforme os Termos e Condições.Os assinantes do jornal PÚBLICO têm direito a oferecer até 6 artigos exclusivos por mês a amigos ou familiares, usando a opção “Oferecer artigo” no topo da página. Apoie o jornalismo de qualidade do PÚBLICO.
    https://www.publico.pt/2021/10/01/impar/opiniao/medo-envelhecer-1979204

    “Rico não é o homem que colecciona e se pesa no amontoado de moedas (…); rico é o homem que aprendeu a conviver com o tempo (…)” Raduan Nassar

    Um Grande e Apertado Abraço Minha querida Amiga!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Amiga Rosélia,
    Tão belo este texto sobre a arte de envelhecer!
    Concordo plenamente. É uma arte sim, saber viver com harmonia de acordo com o aprendizado que fomos conquistando ao logo dos anos, que nos permite seguir em frente com paz e carinho pelo que nos rodeia entendendo melhor o significado das coisas.
    Esta música uma das que mais aprecio e que ouvi pela primeira vez pelo Pe Fábio de Melo.
    Um beijinho e muita paz.
    Dia abençoado lhe desejo.
    Ailime

    ResponderExcluir
  4. Que texto lindo, Roselia! Sim, envelhecer é uma arte. Faz muito tempo TB escrevi sobre a arte de envelhecer. Gostei da comparação com a cor lilás para o envelhecer. Muito verdadeiro se aproximar do "roxo" com calma e tranquilidade. Deixem-me envelhecer ,diz o poeta.Deixem-me envelhecer na minha paz, exalando ao meu redor o perfume da vivência e sabedoria acumulada. Deixem-me envelhecer sem desânimo nem reclamações ou dias muito nostálgicos. Obrigado Deus, pelos anos vividos e pela
    serenidade que agora experimento. Meu viver lilás já está arroxeando, rosélia. Mas nada temo. Confio em Deus e levo a vida na serenidade sempre buscando novos conhecimentos,sem me deixar "envelhecer" no torpor. Quero que meus netos tenham boas lembranças de minha presença com eles. Que Deus me ajude. Abraços. Foi bom começar o dia lendo e refletindo sobre essas suas belas palavras. Que seja de um lilás intenso o seu "envelhecer.

    ResponderExcluir
  5. Muito bonito texto e tema!
    Deveríamos agradecer diariamente por estarmos vivos e envelhecer é parte do processo, que também tem sua beleza.
    Deixo-te um grande abraço com carinho e desejo de muita energia positiva.

    ResponderExcluir
  6. Maravilhosa a sua publicação- Obrigada pela partilha! :)

    Beijos, e um excelente Domingo

    ResponderExcluir
  7. Minha linda, Rosélia!
    O lilás é lindo!
    Quando me visto de lilás sinto muito equilíbrio!
    Continuação de uma tarde iluminada!
    Megy Maia🌰🌺🍀

    ResponderExcluir
  8. Qué hermoso texto Roselia! Cuesta mucho envejecer dignamente sin cuestionar y adaptándose a todo lo nuevo que no es precisamente todo lo bueno. Te deseo una hermosa semana. Abrazo grandote

    ResponderExcluir

Deixe sua Espiritualidade aqui, por gentileza

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...