quarta-feira, 8 de abril de 2020

Últimas Palavras de Jesus (I)



1- Pai, perdoai-os, porque eles não sabem o que fazem.
Lc 23,34

Muitos de nós somos especialistas em conquistar inimigos...
Por não sermos flexíveis, por almejamos que o mundo gravite em nossa órbita, em torno de nossas verdades, estamos sempre criando problemas com os outros.

Podemos ser mais sociáveis, mas perdemos completamente a gentileza quando estressados ou frustrados.

Muitas vezes nos controlamos com os de fora, mas somos agressivos e intolerantes com nossos familiares.

Excluímos os inimigos...

Jesus, um homem de reações na contramão da humanidade.

Mesmo debilitado, Jesus permanecia concentrado no Pai.

 A Inteligência Espiritual é respaldada na crença em Deus e serve para nutrir a esperança de um dia resgatarmos a identidade da nossa personalidade quando a morte destruir de maneira irreversível a colcha de retalhos da memória que sustenta a construção de pensamentos  e a consciência de quem somos.
(Análise psicológica de Augusto Cury)

Você não acha sua vida um mistério?

Quem pode desvendar esse mistério?

Quais os fundamentos do Amor que fizeram ambos se sacrificarem de maneira insuportável por uma humanidade destituída de sensibilidade?

Por que o Pai e o Filho não arquitetaram um plano que exigisse menos sacrifício dos dois?

Por que sofreram até o limite do inimaginável?

Poderia haver muitos outros caminhos para o Autor da vida e seu Filho resgatarem a humanidade?

Para justificar a humanidade, eles escolheram a mais sublime forma de Amor .

Somente uma pessoa tão despojada, amável e altruista poderia interceder por aqueles que o trataram sem qualquer complacência.

Que Homem é esse que não exclui ninguém?

Qual foi o segredo que Ele usou para perdoar?

Será que a brevidade da vida não é capaz de nos convidar a marcar um encontro com a Sabedoria.

Quanto mais lhe fechavam a porta, ele abria a janela dos fundos.
*Você procura as janelas ou opta sempre pelo confronto?



💙Não devemos ter medo da ternura", alerta Papa Francisco💙





9 comentários:

  1. Jesus nos deu grandes exemplos de tolerância.
    Não sou de confrontos antes pelo contrário.
    Uma Santa Semana
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Lindas palavras aqui lembradas e sempre é bom nelas refletir! E mesmo com a brevidade da vida, a vida por um fio, há os que ainda não aprenderam a viver! Ótima semana santa! beijos, chica

    ResponderExcluir
  3. Como não nos comovermos com a paixão e morte de Jesus? Ele foi um homem que só pregou o amor, a fraternidade e a tolerância. Bem precisamos que nos inspire nestes tempos tão difíceis.
    Uma boa semana com muita saúde, minha Amiga Rosélia.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Jesus, exemplo do amor em plenitude, da doação completa, da mansidão, humildade e despojamento de si pela vida de todos nós. Esse texto vem nos tocar a alma, nos religar ao amor divino e nos fazer refletir sobre nossas atitudes de retorno a esse amor tão infinito.
    Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  5. Jesus com o seu exemplo poderosíssimo, nem sempre fácil de seguir, mas há que tentar...
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Amiga Rosélia,
    Palavras sábias e questões que já tenho ousado pensar.
    Porque não foi de outra forma? Porque Jesus se deixou morrer numa Cruz?
    Porque Jesus e o Pai "escolheram a mais sublime forma de Amor".
    Beijinhos fraternos e uma tarde muito abençoada.
    Fique bem, Amiga, e uma Santa Semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  7. Sem duvida. Adorei a publicação. Sempre ternas as suas prosas!
    -
    Primavera em quarentena ...
    -
    Beijo e uma excelente semana. "Proteja-se"

    ResponderExcluir
  8. Boa noite querida amiga,

    Quanta sabedoria em suas palavras, o amor de Deus é inquestionável, aquele que não tem capacidade espiritual de se comover com o sofrimento de Cristo, com certeza não é um cristão.
    Sobre o confronto, é como um touro louco de raiva, procuro sair da reta e deixar o touro seguir.

    boa noite de Paz e Bem.

    Bjs fraternos.

    ResponderExcluir
  9. Uma historia de amor real, somente Cristo ungido poderia demonstrar. Mais ninguém no mundo seria e ou é capaz, somos seres falhos e rancorosos por mais que pensamos diferente, nos é complicado o perdoai, eles não sabem o que fazem.
    Amo a historia deste que veio sabendo de sua missão e a honrou com dignidade.
    Beijo amiga

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...