sábado, 31 de agosto de 2019

Cantinho Espiritual do Leitor (Ana Paula Amaral)



💙Estimados amigos do blog 💙




Com essa série que não só divulga blogs amigos que interagiram comigo ao longo de uma década como também quer ser grata a todos.
Sempre às segundas, um amigo muito querido estará por aqui no Cantinho Espiritual do Leitor.
🖊📘
Busquei textos onde me identifiquei.
Agradeço a todos que deixarem um carinho aos amigos  do dia.
🙏🙏🙏
O critério que escolhi desta vez foi o da antiguidade com que apareceram em meus comentários e ficaram raízes em meu 💙  
Assim que os mais novos amigos estarão por aqui no segundo semestre, com igual carinho e predileção. Tive que ir por um critério sem parcialidades. Todos são iguais em laços que se fortalecem com o desenrolar   dos anos.
Tenho já programado todo segundo semestre com textos dos amigos mais antigos do blog e meus, reforçando.
🙏🙏🙏

É muito boa e saudável essa partilha  de links e textos em prosa ou poesia... Vamos  nos conhecendo e nos enriquecendo com nossa família virtual que é tão cara para nós. 
🙏🙏🙏

Com o reinício desta nova série, meu blog e eu estamos já nas comemorações dos 10 anos deste blog que me devolveu voz  e vez...

🌻🌼🌷🌹🌺💐🌸🏵






Conta-se a história do rabino que desaparecia a cada véspera de Sabat, "para comungar com Deus na floresta". Então, numa noite de Sabat, eles, a sua comunidade, designaram um de seus cantores para seguir o rabino e observar o encontro sagrado. Penetrando cada vez mais fundo na floresta, o rabino continuou caminhando até chegar à pequena cabana de uma mulher pagã, doente de morte, e paralisada em dolorosa postura.
Lá dentro, o rabino cozinhou para ela, carregou lenha e varreu o chão. Depois quando as tarefas foram concluídas, ele retornou imediatamente à sua casinha próxima à sinagoga.
De volta à aldeia, as pessoas perguntaram àquele que havia sido enviado para seguir o rabino: "O nosso rabino subiu aos céus, como pensávamos?"
Oh, não! , respondeu o cantor, depois de uma pausa pensativa. "O nosso rabino foi muito, muito além disso."
O amor não se destina ao nosso próprio benefício. O amor nos liberta para que  possamos ver os outros como Deus os vê.
(Joan Chittister)

Um texto para nossa edificação que li no blog da amiga.


O Sino

Faço um esforço exaustivo, minucioso e também silencioso para recordar a primeira vez que ouvi um sino. Sendo ineficaz meu esforço, volto-me para meu marido e entrego a ele a minha vontade de saber : "você se lembra da primeira vez que ouviu um sino?"
"Ixi... claro que lembro. O sininho do Bom Jesus. Lembro até da batida triste que era pra avisar que alguém tinha morrido."
Marido passou a infância em área rural de Minas Gerais. Lugarejos bem afastados, onde o sino era uma forma de comunicação.
Digo a ele que essa primeira lembrança do som de um sino, eu não tenho. 

Mas...

Tenho uma boa história com um sino.
Eu toquei um sino de igreja!
Essa frase não poderia ter exatamente uma exclamação. Por que? Porque foi um tanto decepcionante meu "tocar o sino"...
Nos desenhos animados da televisão, eu tenho lembrança de algum personagem vestido de frade, pendurado em uma corda, puxando com força, ou mesmo balançando de um lado para o outro tal a força do sino.
Eu era uma adolescente quando minha doce vizinha foi pedir permissão ao meu pai para que eu passasse uns dias de férias na casa da irmã dela, no Paraná, que era uma freira. Eu iria com a filha de dona Rosa e seria bom sair um pouco de casa; era recente a perda de minha mãe.
No segundo dia, irmã Suzana fez-me o convite inusitado logo pela manhã. "Você quer tocar o sino da igreja hoje à tarde? Temos que estar lá quinze minutos antes das seis, não se pode atrasar"
Não saí pulando e gritando de alegria porque o ambiente era mesmo reservado e silencioso.
Eu iria tocar um sino. Nem conseguia acreditar!
Será que eu teria forças? As cordas, será que havia uma só ou várias? E a melodia, eu saberia tocar, ou era só bater seis vezes? E se eu errasse e soassem sete badaladas?
Achei melhor não importunar a tão acolhedora freira e deixar todas as surpresas para o final da tarde.
Como demorou para o sol baixar naquele dia.
Segui a passos apressados ao lado da freira pelo calçadão principal da cidade. Meu coração é que parecia um sino.
Subimos uma escada caracol. A freira ia na frente. Lá no alto enquanto ela olhava fixamente para seu relógio de pulso, eu procurava as cordas.
De repente, ela me fala "Está na hora, aqui, aqui. Aperta".
Um pequeno painel com um botão. Apertei-o e vi e ouvi o sino soar, movendo-se harmoniosamente.
As cordas e as pessoas penduradas eram coisas do passado. Bastava olhar as horas no relógio de pulso e pressionar um botão.
Desci as escadas caracol um tanto atordoada. Não sei se pelo som alto do sino ou pela ausência de cordas. 
Bem, eu toquei um sino!
E você, tem uma história de sino para me contar?

(Ana Paula Amaral)



Amigos que participaram ativamente da manutenção do meu blog neste decênio:


Mês de Julho:


Mês de Agosto:



*Zizi, fique logo boazinha, amiga! 
Deus é com você.

Diná, tenha uma recuperação abençoada, amiga!
Deus é com você.



Em tempo: Por conta da festa de 10 anos do blog, vou interromper até o início de Setembro este Cantinho Espiritual do Leitor...
Então, voltaremos com outros amigos, ainda tenho muito mais a apresentar-vos como forma de gratidão pessoal pelo muito que todos os que aqui passaram e ainda vão passar me ensinaram.

Muito obrigada pela delicadeza de sua homenagem, querida amiga Ana Paula:


Tambem tive uma surpresa:







12 comentários:

  1. Que linda história, precisamos aprender a ter nosso momento de "encontro sagrado", tirar um tempo para auxiliar nossos irmãos mais necessitados.
    Estamos sempre apressados em dar conta dos afazeres diários que as vezes nos esquecemos das dores alheias.
    Uma linda partilha.

    Quanto ao blog da Ana Paula, é um espaço muito lindo, sempre podemos nos encantar com os escritos dela.

    Uma linda semana pra você, Roselia!
    Abraços
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite de paz, querida amiga Sonia!
      O Encontro Sagrado se faz indispensável no dia a dia. Sem Ele eu não vivo.
      Estaria sem forças para permanecer na paz e na alegria para mim e para os que me acompanham (meu próximo mais próximo).
      Quantas dores há no mundo! Meu Deus...
      Ana Paula escreve muitísismo bem, tem uns textos lindos e botei um aqui como uma amostra da qualidade de escritora que ela é.
      Muito obrigada pelo seu carinho de sempre.
      Tenha dias abençoados!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir
  2. Uma história lindíssima, que não conhecia e adorei.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite de paz, querida amiga Elvira!
      Gosto de histórias edificantes e gostei de lhe ver aqui apesar de não estar bem dos olhos.
      Conheça o blog da amiga pois vai gostar muito.
      Muito obrigada pelo carinho de sempre.
      Tenha dias abençoados!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir
  3. Desde muito cedo, minha querida e saudosa MÃE me ensinou que uma das maiores riquezas do ser humano era e é fazer o bem. Linda história amiga. Parabéns!

    Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite de paz, Furtado!
      Fazer o bem sempre para agradar a Deus e ainda de quebra, ele volta a nós, é incrível!
      Muito obrigada pelo comentário.
      O mesmo lhe desejo.
      Tenha uma semana abençoada!
      Abraços fraternos de paz e bem

      Excluir
  4. Que carinho quentinho recebo aqui Rosélia!
    Tão cuidadoso de sua parte escolher textos e trazê-los para que outros o conheçam.
    E sabe? Fez-me um bem reler esse texto do rabino que fala do que há de mais puro: o amor.
    Que a gente siga praticando o amor para com nosso próximo.
    Beijo e obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite de paz, querida amiga Ana Puala!
      Bem qeuntinho, acredita, de corpo e alma, de coração a coração, de amiga à amiga.
      Gosto disso, desde muito tempo e tenho um blog só para isso que se chama Interação Fraterna.
      O Amor é o de mais puro também, eu creio isso.
      Que nossos corações estejam limpos para receber o que nos ofertam com tanta pureza e reta intenção.
      Muito obrigada pelo seu carinho de sepre.
      Tenha dias abençoados!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir
  5. Ana Paula sempre nos encantando! Dá gosto de ler ! beijos às duas,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite de paz, querida amiga Chica!
      Sempre gostei há anos da escrita suave dela e muito leve nos questionamentos.
      Muito obrigada pelo seu carinho por aqui a toda Segunda.
      Tenha uma noite abençoada!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir
  6. Que bom ver a Ana por aqui, que eu sigo por aqui e Instagram.
    Gostei da historia do sino, assim como o marido dela, vivi pelo interior mineiro e os sinos eram informadores de morte e sempre me emocionava ao vê-los soarem, assim como para o horário das missas.
    Hoje sigo a Ana numa BC das meninas Tê e Cris onde ela com sua experiencia juntamente com a Chica estão sempre a dar exemplos que servem de orientação e inspiração para as novas mamães.

    Meu carinhoso abraço para Ana e você por nos levar ao mundo dela.
    Beijos para vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite de muita paz, querido amigo Toninho!
      A amiga é ótima escritora, gosto do estilo saudável que ela tem de nos passar mensagens profundas de uma forma leve.
      Aqui na cidade bem próxima, Anchieta, também continua esses costumes interioranos. Inclusive vamos ao entrerro de quem nem conhecemos por solidariedade.
      Eu fui a muitos como Ministra da Esperança, gosto de consolar os amigos, numa cidade pequeena todos se conhecem.
      Conheço a BC delas, mas como estou um pouco fora da idade de ser mãe(rs), não tenho participado, além do mais o blog da querida Renata tenho que abrir novo no wordpress para continuar a comentar pois gosto muito dela e a da Terezinha, comentei já algumas vezes.
      Muito obrigada pelo seu carinho costumeiro e pela atenção que dá a todas postagens do Cantinho Espiritual do Leitor.
      Seja muito feliz e abençoado!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Excluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...