sexta-feira, 28 de julho de 2017

Tempo de Esperas (X)


Todo silêncio fecundo já tem sabor de palavra.

Não é fácil sofrer sozinho.

A dor tem o poder de neutralizar iniciativas.

Outros ares pode fazer bem...

O grande poeta que mora em você pode oferecer o equilíbrio de que você tanto necessita.

Desamarre as suas fardas.

O lago é o lugar onde dilatamos as impressões que temos de nós mesmos.

Pessoas simples e sem muita  instrução são tesouros de um conhecimento prático que os livros são nos ensinam.

Pessoas são como capaz de livros... Não pare nas capas.

A matéria prima da poesia é a vida.

Você procura tão longe aquilo que parece estar grudado na sola do seu calcanhar.

A amizade é como um encontro de almas que se reverenciam.

Um chocolate quente nas tardes frias, uma conversa ao pé de ouvido, uma confissão sincera de um sentimento gratuito: eu te amo.... um carinho sem palavras, uma flor sem motivos.
(Só me falta o chocolate quente nas noites frias, no presente, ainda, rs... mas eu mesmo o faço... para fazer-me mais feliz do que já sou...)

P.S. O livro que tocou meu coração por explicar algumas coisas do passado já adormecido porque resolvido)

#leituradavez


(Pe. Fábio de Melo- Tempo de Esperas)...



Hoje, comemoro o dom da minha vida e agradeço imensamente ao senhor Deus por tantas bênçãos recebidas e proteção de muito mal repreendido em minha vida nestes mais de sessenta anos...




2 comentários:

  1. Parabéns, Roselia, por sua celebração de vida! Data especial, em que Deus nos dá nova chance de frutificarmos nossa existência! E, isso, você faz muito bem, e partilha conosco! Seja feliz e muito abençoada hoje e sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga que Deus continue abençoando a sua vida ,especialmente junto de todos quanto ama,parabéns beijinhos muitas felicidades

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...