segunda-feira, 6 de junho de 2016

Correr da Própria Sombra



Era uma vez um homem que ficou tão chateado com a visão de sua própria sombra e tão infeliz com seus próprios passos, que decidiu deixá-los par atrás.
Ele disse a si mesmo: "-Vou correr para longe dela."
Assim, levantou-se e correu. Mas cada vez mais que punha um pé no chão, tinha dado novamente um passo, e sua sombra o seguia sem dificuldade. Ele disse a si mesmo:  -Preciso correr mais rápido. Assim, correu sempre mais rápido, correu até cair morto.
Se ele simplesmente tivesse ficado à sombra de uma árvore, teria se livrado de sua própria sombra, e, se tivesse se sentado, seus passos não teriam mais existidos, mas isso não lhe ocorreu.
(Djuan Dsi)

8 comentários:

  1. Que lindo isso e sombras das árvores são acolhedoras e não precisamos delas fugir! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Uma história bem interessante e reflexiva Rosélia!
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. As vezes o ser humano age sem pensar.
    Uma maravilhosa semana pra você!!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Rosélia,
    Dizem que só os covardes tem medo da própria sombra...
    A sombra refrescante de uma árvore o teria feito refletir...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo este momento que nos faz questionar os medos e anseios que avassalam o nosso coração,muitos beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  6. Gostei da história, mas quanta bestialidade desse homem.kkk
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Às vezes o parar e pensar é ignorado e fazemos o menos óbvio.
    Bonito texto com sua reflexão.
    Linda seja a semana abençoada amiga.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...