quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Dia Internacional do Idoso



Vós dizeis que sou velho, oh! Não sou não!
Velho pé quem já rendeu, não rende mais.
Mas eu rendo melhor do que jamais,
O melhor que ficou, meu coração.

Eu, hoje, entrego ao homem, meu irmão,
Herança tal que não imaginais.
Os meus frutos, agora acumulais
Da vida toda a imensa plantação.

Dizem que o coração não envelhece,
Se a gente o for enchendo de bondade:
Isto foi sempre meu trabalho e prece.

Oh! não se mede a vida pela idade!
Quando de Deus a gente não se esquece,
Medida, então, é Deus, Eternidade.
(Armando E. Cardoso, SJ)


S. Teresinha do Menino Jesus, rogai por nós!

6 comentários:

  1. Merecem nosso respeito, e carinho

    bjokas e um abençoado outubro =)

    ResponderExcluir
  2. Oi Roselia parabéns para nós e todosidosos deste mundão.
    Que poesia linda, de sensibilidade e de grande verdade.Gostei muito.
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Não podemos esquecer que eles já foram jovens bjbjb Lisette.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rosélia, como vai?
    Ler esse lindo escrito me fez pensar que talvez, o segredo para um envelhecimento mais leve, seja manter o coração puro como de uma criança, livre de mágoas, cheio de perdão e bondade. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga. Há quanto tempo!!!. A alma só envelhece se a gente assim permitir. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  6. Que homenagem linda ao dia do idoso com estes delicados versos!
    Beijo.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...