sábado, 3 de outubro de 2015

Adoração à Glória Celestial (I)


"Adoração à glória celestial de Jesus

Tua face que é sem par,
Eu posso contemplar
Para sempre, ao lado teu
Formoso és Tu, Senhor,
E ao ver-Te em teus filhos
Fico extasiado assim;
Só tu formosos és,
Dos céus o resplendor!
E em teu sublime amor

Sempre me emergirei.

Ao lado teu estou,
Contigo eu sempre vou,
Jamais Te deixarei
Amar-Te é o meu querer,
E tudo hei de fazer
Na união contigo só

O pobre pecador
Que ao consumir-se em amor
Hei de viver feliz
De amor fartar-se-á jamais

Ó semblante formoso, santo e real,
Ó semblante cheio de paz divinal

Ó semblante do meu Pai, que é sem par,
Diante de Ti os sóis têm de passar-
Quão sublime, que  belo és tu!

Em Ti brilham os traços da divindade
Em majestade indivisível e eternal,
De Ti a criação e sua glória procede
Banhada ao brilho de tua face real
Toda beleza da dignidade humana
Provém do teu semblante de graças e luz,
Sim, o amor de todos os amores
Une-se em Ti, ó Senhor Jesus."


3 comentários:

  1. O semblante mental de meu Pai é o que me sustenta em minha vida. Amém!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. "Tua face é sem par" pois perante Ele tudo fica emudecido. No entanto ao encarnar, plantou em nós, tão pequeninos, a semente do Divino.
    Linda poesia querida Rosélia!
    Bom e santo domingo
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Entregar-se a Jesus num ato de amor, fé e humildade, dispor-se de si mesmo, algo grandioso, cuja oferta maior, foi sem dúvida a de Jesus, exemplo para toda a vida!

    Lindo poema, amiga!
    Bjs e bom dia! =)
    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...