terça-feira, 4 de agosto de 2015

Meditação


Trevas debaixo trevas de cima
Sob a negra asa do Arcanjo
Se desdobra o Plano Divino.

Paradoxo  infinito de Criação
A eternidade se constrói como tempo
O bem imperecível com o concurso do mal

E a humanidade caminha para a justiça
Pelos lentos desvios da iniquidade
O erro de hoje está a serviço
Da verdade que há de vir.

O bem quase invisível
Aparentemente sem força para vencer
A infelicidade de todos os dias
É a semente da árvore eterna do amor.


4 comentários:

  1. Que venha justiça sobre nós.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Olá Amiga,
    Uma meditação muito bela e profunda!
    Que o bem seja vencedor.
    Um beijinho fraterno.
    Ailime

    ResponderExcluir
  3. Isso minha amiga ...estamos aqui a cada momento para resgatar o sofrimento da cruz e a vitória que ela nos trouxe...maior foi o padecer do Jesus Homem e Divino...não usou das prerrogativas da divindade...até vacilou quando clamou "Pai afasta de mim este cálice, mas seja feita a tua vontade".Estamos aqui, no mundo...mas não somos do mundo...Sua meditação revela o caminho:siga-o sem temor é esta a missão !.Beijos, te amo viu?

    ResponderExcluir
  4. Bravos Rosélia eu adorei, sabe eu acredito que Deus em sua Infinita Bondade não castiga, auxilia aos filhos a verem a realidade de si mesmos, de seus erros e nunca pois é infinitamente misericordioso da a sentença de eterno sofrimento. Pensando assim, as trevas existem para valorizarmos a luz, quem sempre esteve na luz, na paz, não sabe o valor desta luz desta paz, é necessário aprender o valor, só assim conscientemente iremos ao encontro do Mestre, só assim não julgaremos nossos irmãos, pois teremos consciência que também somos imperfeitos, só assim nascerá em nós o Real Amor Maior, o que Jesus tanto exemplificou. Beijos em tua linda alma.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...