sábado, 30 de maio de 2015

Carta Aberta aos Nossos Mártires (II)

(Ilha Bela- SP)

Vocês lavaram as vestes de seus
Compromissos
No sangue do Cordeiro
O seu sangue no sangue d'Ele
Continua a lavar também nossos
Sonhos, nossas fragilidades e
Nossos fracassos.
Enquanto houver martírio haverá
Eficácia.
O grão de milho morrendo se multiplica.

Escrevo para vocês, contra a proibição
Dos poderes das ditaduras-
Militares, políticas e econômicas,
E contra a desmemoriada covardia
De nossas próprias igrejas.
Bem que eles e elas quiseram nos impor
Uma anistia que fosse amnésia
E uma reconciliação que seria
Claudicação.
Inutilmente.
Vocês sabem perdoar, mas querem
viver.
Não permitiremos que se apague
O grito supremo do seu amor.
(Pedro Casaldálliga)

Um comentário:

  1. Olá Amiga,
    Esta segunda carta muito profunda!
    Os mártires lavaram as vestes no Sangue do Cordeiro!
    Que o Amor perdure sempre e inunde o coração dos que ainda não sabem perdoar!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...