sábado, 14 de setembro de 2013

É Possível Compensar os Erros do Passado?


Zenkai, o filho de um samurai, viajou pelo Edo e lá virou empregado de um alto oficial. Ele se apaixonou pela mulher do oficial e foi descoberto. Para se salvar, matou o oficial e então, fugiu com a mulher.
Mais tarde, ambos se tornaram ladrões.
Mas a mulher era tão gananciosa que Zenkai sentiu repulsa por ele.
Por fim, deixando-a, ele viajou para longe, para a província de Buger, onde se tornou um mendicante andarilho.
Para se reconciliar com seu passado, Zenkai resolveu realizar uma boa ação na vida.
Sabendo ser uma estrada perigosa, sobre um precipício que tinha causado morte e acidente para muitas pessoas, ele resolveu escavar um túnel naquelas montanhas.
Esmolando comida de dia, Zenkai trabalhava, cavando o túnel à noite. Depois de trinta anos, o túnel tinha setecentos metros de comprimento, seis metros de altura e sete metros de largura.
Dois anos antes do trabalho terminar, o filho do oficial lhe disse: Terminado, então você poderá me matar.
Assim, o filho esperou pelo dia.
Vários meses se passaram e Zenkai continuou cavando.
O filho se cansou de não fazer nada e começou a cavar também.
Depois de ajudar por um ano, percebendo o quanto aquela tarefa tinha sido difícil, ele admirou a vontade e o caráter forte de Zenkai.
Por fim, o túnel estava terminado e as pessoas poderiam viajar em segurança.
Agora, você pode cortar a mina cabeça, disse Zenkai.
Minha tarefa acabou.
Como posso cortar a cabeça do meu próprio professor?
Indagou o jovem.
E as lágrimas escorreram pelo seu rosto.

3 comentários:

  1. Lindo!!
    http://botefeamor.blogspot.com.br/
    Abraços Fraternos!!

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga, tenha um lindo e abençoado domingo. Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Passando pra fazer minha visitinha semanal e pra ler os posts atrasados que não li!
    Beijos, tenha um ótimo domingo e uma boa semana!

    www.mamaenadia.com

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...