terça-feira, 22 de maio de 2012

Flores de Papel



Li bastante neste mês e, ao ganhar um dos livros que li, num sorteio por aqui... fui premiadíssima... pois logo na dedicatória, a amiga IARA GONÇALVES  do blog:

http://www.iarapoesias.com.br/

que me falou alto ao coração: "Para alegrar meus dias"...
Perfeito!

Fui ganhadora de um sorteio no blog da querida amiga VANESSA:

http://fio-de-ariadne.blogspot.com.br/

Conferir o seguinte link:

http://www.idade-espiritual.com.br/2011/09/como-eu-leio.html



Foi a primeira vez... OBRIGADA,
O livro passa para nós sentimentos bons... bons momentos... sorriso nos lábios... amor, paz, felicidade como flores de papel...
Com ele andei mais leve... riso mais fácil... brilho voltou aos olhos.... vontade de abraçar.. desejo de espalhar amor ao vento... Sonhar mesmo sem saber se vou realizar meus sonhos...  puros, lindos...
Amar mesmo sem ser amada...
Ao meu eterno amado... amor igual ao dele... o eterno dono do meu coração...
Amor abençoado...
Partiu... mesmo dizendo que era meu...

O livro semeia a esperança de que os melhores dias estão por vir...
No fim do tormento se volta a sorrir...
Abarca a diferente idade... a diferente condição social...
O chão pode fugir... pode perder o caminho...
Mesmo que o brilho do sol se apague... a estrela não brilhe... a Esperança deixa-se reluzir por trás das palavras...

Fala de amigo verdadeiro...
Amigo: alguém com olhar doce e atencioso...
Que conforte o coração e queira ter o coração confortado.

Uma pérola que achei dentre tantas pedras preciosas na leitura:
"O pobre Deus tinha pensado:
Meu filho morreu por nada"...

Transmite esperança
E nela a vida de Deus...
Acreditar na vida...
Recuperar a ilusão...
Voltar a ter esperança...
E recomeçar a sonhar...


A mais linda poesia do livro para mim:

Onde estava meu amigo
Meu amigo tinha partido

Por que assim tinha agido
Foi levar logo, meu amigo?
Ele era o meu consolo...

Ele agora era o meu anjo
O meu amigo querido
Agora transformado em amigo
Ao meu lado ia ficar.

Volta, amigo, volta logo
Morro a cada dia
Por não ter tua amizade
Já não tenho o meu abrigo
Nem aquela cumplicidade...


Chorei muito ao lê-lo...
Mas nele encontrei um bálsamo divino...
Obrigada, querida Iara...
SEJA ABENÇOADA E FELIZ!
Reativou minha Esperança de dias bem melhores...

Afinal ler um livro que não desperte isso é história sem final feliz para mim... e não gosto disso!

3 comentários:

  1. Ternura pura, vejo extravasar aqui, desse seu imenso coração. Que bom vê-la assim! beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rosélia!
    Deve ser um livro lindo! Parabéns pelos sorteios.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  3. Minha querida adorei a sua visita,peço desculpa de não vir tanto aos vossos blogues mas como não tenho andado lá muito bem é essa a razão da minha falta, foi o caso do meu marido que ainda anda algaliado e esta em lista de espera. Para ser operado e eu que tenho uma depressão crónica e que tem vindo a agravar e os comprimidos se os levo à regra não dá para sair da cama, desejo tudo de bom em sua vida e que Deus Pai nos vá pondo a mão sobre as nossas cabeças beijinhos de luz e muita paz

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...