quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Caráter




Tenho meditado sobre o meu caráter e o dos demais...

É tempo de reiniciar e bem a nossa vida... o autoconhecimento e o trabalho incessante no auto domínio é imprescindível...
Caráter é índole, temperamento e gênio, simplesmente falando...
Ele pode ser bom ou ruim, varia de pessoa para pessoa...
Tem vez que o meu caráter me prejudica... o meu modo de agir pode ser danoso para mim e para os demais...
Preciso enxergar em mim, primeiramente, se tenho um caráter duvidoso... pois estaria enganando a mim mesma e aos demais... Não a DEUS... O que seria mentira em mim seria para mim uma verdade...
Também fico de alerta quando estou agressiva, sei que é fruto de circunstâncias, como, por exemplo, mãe nervosa que me faz ser igual ou mais rebelde...
Também tento me controlar quando me sinto possessiva, em relação aos filhos sobretudo... foi o que recebi e, instintivamente o repasso... é trabalho para o resto da vida...
Sou insegura... sei que tendo a sufocar as pessoas ao meu redor... os da própria família... (temperamento herdado).
Reconheço que meus filhos não admitem que eu lhes imponha nada... é ótimo! Me ajudam a me corrigir como fui educada...
Creio que sabem que só tenho a intenção de ajudar... mas de boas intenções o inferno anda cheio... todos sabemos...
Quanto ao orgulho, são as pessoas com quem tenho a maior dificuldade em me relacionar... é duro!
Não aceitam uma opinião e não enxergam os limites (falhas, dificuldades internas, defeitos próprios...)
Só sei que tive dificuldade com pessoas deste tipo pela vida afora (não muitas), inclusive uma muito íntima da família com quem não me relaciono bem até hoje, por mais que tente... tenho rezado e me penitenciado no silêncio, hoje é bem melhor, mas ainda falta muito, ela não cede... me dá muitíssimo desgaste...
Estou, neste ano, empenhada em analisar e partir para a ação concreta... pois meus atos deixam consequências sobretudo em mim mesma... sofro calada e tem hora que nem sei como me levantar do labirinto em que estou sucumbida...
Hoje, vendo uma entrevista com uma atriz na televisão que padecia de transtorno bipolar, pude saborear seus sábios ensinamentos...
Afinal, todos, querendo ou não, temos transtornos em certos momentos cruciais... em que a dor nos esmaga...
Só estou empenhada em não brigar com ninguém, custe o que me custar, não é nada cristão e me faz terrivelmente aniquilada...
Desejo paz interna e externa... para isto vou lutar com todas as forças do meu coração e, em oração, vou ganhando energia interior para tal façanha...
É lógico que conto com a Proteção divina, sem ela nada posso...
O famoso complexo de Gabriela não pode prevalecer... não é progresso nem de nada valeria estar atenta a Voz de Deus...
Sem mudanças de temperamento não poderia crescer e ajudar aos demais a quem amo a crescerem também.
Que o Deus do Impossível nos ajude a melhor convivermos conosco mesmos e com os demais... Consequentemente com a Santíssima Trindade que habita em nós!


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...