terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Amor ( I )



Sinto-me tocada a fazer uma série de posts sobre o AMOR...
"O AMOR FINO NÃO HÁ DE TER "POR QUÊ" NEM "PARA QUÊ"... SE AMO PORQUE ME AMAM, É OBRIGAÇÃO... FAÇO O QUE DEVO; SE AMO PARA QUE ME AMEM, É NEGOCIAÇÃO... BUSCO O QUE DESEJO.

POIS COMO HÁ DE SER O AMOR PARA SER FINO? AMO PORQUE AMO E PARA AMAR"...
(Pe. Antônio Vieira)

Sei que toco num ponto de muita discórdia... controvérsia...
Mas sou do tipo que, para mim, o Amor não está fora de moda... herdei isto do meu pai... Ele até morrer dizia para minha mãe: "Ela é uma joia!"
Era do tipo que dava flores no aniversário dela... e não eram flores de consolação por ter feito algo de errado como uma compensação... era pura dádiva! Gentileza ao extremo do coração amoroso...
Atesto que é herança... este meu gostar do Amor... esta minha capacidade incontida de amar... Viver a UNIDADE INSEPARÁVEL DO AMOR...
Ter um só coração e uma só alma não é para qualquer um... tem que abdicar de muita coisa... ninguém quer...
Colocar tudo em comum... muito menos... ninguém quer... eu até compreendo bem os casamentos com separação de bens e compactuo com esta linha de opção... como o outro vai diferenciar Amor de interesse nos dias mercenários atuais?
Primeiramente abdicando dos bens materiais... é um caminho, certamente o mais fácil... abdicar outros valores é bem mais sensível... mas tem gente que só acha dificuldade nesta questão financeira... sobretudo quando se tem muitos bens...
Abdicar os bens é uma forte PROVA DE AMOR na sociedade consumista... no sistema neoliberal que nos envolve...
Perseverar é o segredo do Amor... da felicidade... das uniões estáveis... não no sentido atual que é estável enquanto dure... ou mesmo aquelas que constam nos "contratos"...
O papel da oração, ao menos de uma das partes (como foi o caso de minhas duas avós, por exemplo ) é de vital importância para que o Amor continue prevalecendo entre as pessoas... que se querem bem demais...
estima cabe bem ao redor da gente... não dá para passar despercebida... assim é o Amor...
Somos pequenos demais para amar... egoístas... mas somos feitos pelo AMOR... capacitados para Amar... é só deixar Deus fluir em nós... Ele nos modela lentamente para dar sabor ao coração da gente e aos sentimentos que ele nutre...
Há tantos conflitos gerados por puro egoísmo das partes envolvidas...
Há momentos em que o nosso contratestemunho é tão grande que ao invés de atrairmos para nós, expulsamos de nós... a outra parte... a amada ou a "amante"... (a que ama)
Se cada um fizer a sua parte pensando no bem do outro, ninguém fica em prejuízo e sai altamente "vantajoso" para ambas as partes...
Tenho experimentado o ARDOR no coração... ele só arde quando tem Amor... e Amor não é paixão...
É lógico que a paixão inicial pode gerar um grande e duradouro Amor...
Não ouso dizer eterno... pois vai lembrar eterno enquanto dure... e é pena!

A fonte do Amor é Deus que é Amor...

O Amor é expressado em obras e palavras... a consideração especial reservada para quem a gente ama vai tornando possível a experiência do Amor em alto estilo... fica enraizado em nosso ser... só cabe o bem...
Apesar de sermos vasos de argila... carregamos o dom preciosíssimo do Amor... que nos impulsiona...
Li algo lindo: "O AMOR É COMO ÁGUA... NÃO PODE FICAR PARADO... DEVE CORRER... TORNANDO-SE SERVIÇO (ao meu ver SOBRETUDO NA HORA DA DOR)... PROMOVENDO VIDA... INFLAMANDO O OUTRO"....
Amor é concreto... não tem nada de cego, como adolescentes pensávamos...
Estou me detendo ao sentimento em geral, mas pô-lo em pratica com uma ou mais pessoas (Amor solidário) é possível, tenho visto e vivido...
Sempre o coração sedento e suplicante do outro é a causa do meu olhar amoroso...
É como se o olho do amado dissesse: CUIDA DE MIM! AMA-ME!
Apesar da nossa fraqueza e medo... deixando-nos amar e sermos cuidados, podemos e devemos viver hoje o Amor.
É possível! O nosso egoísmo não é mais forte do que a condição do Amor que é altamente altruísta...

Como dizia o Pequeno Príncipe: "O AMOR É A ÚNICA COISA QUE CRESCE A MEDIDA QUE SE REPARTE"... (Saint Exupery)


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...