quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Poesia ( X )


NÃO SE DEIXE ABATER POR SUA DORES
(Enedino G. Vasco)

Não se deixe abater por suas dores,
Negando que é possível ser feliz.
A vida não é feita só de flores,
E há algo além do que você me diz.

Deixar o barco à mercê do vento
É um jeito insensato de viver.
Içar as velas, e o leme em movimento,
Mostrar vontade e força pra vencer.

Não queira entregar-se aos tormentos,
Fazer da tristeza um poço de tristeza.
Na vida não há tempo pra lamentos,
Só há lugar pra tudo que é beleza.

Não se deixe abater por suas dores;
Tudo tem fim e a dor também termina.
A vida não é feita só de flores,
E há algo além de tudo que imagina.

Raquel, querida prima, você se foi...
Passou pela vida e a viveu intensamente...
A prima bonita... "moderna"... com mãe (minha tia ) que a atualizava...
Como queria, na adolescência, ser você... ou melhor, ter uma adolescência normal... como toda jovem da sua idade... e não podia... você sabe bem do que estou falando... prima (como você sempre me chamou)...
Se casou tão novinha, com seus apenas dezesseis anos... viveu feliz durante quarenta anos de casada e com apenas cinquenta e seis nos deixa, minha flor...
Que festa linda a das tuas Bodas de Prata... quantos bombons no dia seguinte eu vi!
Engajada na Comunidade de Fé... lembro-me do Retiro que ministrei em Petrópolis e que você e Jorge, seu marido (tão sofrido nestes últimos cinco anos da enfermidade que levou você de nós...) coordenaram...
Depois, você veio nos aniversários da filhota minha, quando bem pequena... com a família toda sempre... vocês foram muito unidos... todos víamos bem... que lindo!
Vaidosa! Aos extremos... com você, com a casa... que perfeição! Cheguei a comentar no Retiro que, quando a gente chegava na porta do seu apartamento, o cheirinho delicioso de limpeza já vinha nos acolhendo de primeira... caprichosa com as faxinas, auxiliada pelas secretárias...
Amante das netinhas... que lhe chamavam de mãe... amiga dos teus meninos...
Gostava de viver bem a vida e Deus lhe permitiu vivê-la muito bem... viajava... era alegre... de bem com a vida...
Em princípio, quando lerem o que lhe escrevo, podem pensar assim... mas também, com a vida boa que levava! Só que ninguém sabe da parte anterior... como você sofreu com a separação dos seus pais... por ser menina... como sua mãe e seu padrasto lhe protegeram e lhe cuidaram para que tudo desse certo em sua vida... você foi abençoada, minha prima... e mereceu, sempre amiga e atenciosa... com todos...
NUNCA PERDEU A FÉ... nos cinco anos de enfrentamento da enfermidade grave que lhe foi tomando todo o corpo... você nunca esmoreceu... sempre fiel e temente a Deus... nunca blasfemou... nunca mudou de Religião... permaneceu inabalável... aceitou ouvir outras formas de oração em casa, naturalmente, mas nunca deixou de professar a fé em Cristo Jesus, aquele que lhe ressuscita agora...
Sei que muito brevemente estará junto de todos os nossos queridos...
Posso lhe pedir algo, meu bem?
Dá um beijo no meu pai por mim... vocês se encontrarão à brevidade... e outro no seu pai... nos meus avós... nos meus tios todos... nos outros primos também...
Você foi bondade e compreensão... suas filhas deram muita sorte... seu filho também, sempre caçulinha do coração... Deus lhe abençoou e lhe coroou de êxito, você mereceu...
Intercede agora pelos teus queridos mais queridos, eles hão de sofrer muito a sua perda... você sabe bem, mas junto de Jesus você os poderá consolar... de tal forma que lhe sintam bem... como eu sinto que está meu papai há exatos três meses...
A vida espiritual é ponte para nos unirmos no Céu... você chega lá... HOJE MESMO ESTARÁ COM JESUS NO PARAÍSO, minha querida prima...
Nos abençoe de lá, está bem?
Muitos choram sua morte... você, certamente, sorri... ao vislumbrar já a porta celestial que lhe aguarda, porque você merece...
Até um dia!
De hoje em diante estarei mais protegida, prima... é mais uma intercessora por mim...
Não deu tempo de tocar o teclado para você... conforme havíamos combinado na última visita... Como nos rimos relembrando bons momentos e como choramos também recordando as tristezas que você me acompanhou! Mas os Anjos celestiais farão um cortejo lindíssimo para tua chegada, inigualável, meu bem...
Aproveite e viva, como sempre, muito bem aí para onde você vai...
Ah! Sua filha Regina (que se foi há exatos cinco anos) lhe espera de braços abertos e, certamente, morrendo de saudades na lógica humana...
Adeus! Por ora...



3 comentários:

  1. Rosélia, bela homenagem! Não tem como não se emocionar tendo ela como prima e sabendo de todo sofrimento pelo qual passou. Mas o que fica é uma grande lição de vida, com resignação, otimismo, coragem e a certeza de que soube aproveitar bem a oportunidade dada por Deus. Não tenho a menor dúvida que sua sobrevida nesses últimos 5 anos deveu-se, em grande parte, à sua maneira de encarar o sofrimento.
    Você disse bem, ela vai e poderá rever os que se foram, amparando espiritualmente os que ficaram.
    Que assim seja!

    ResponderExcluir
  2. +
    Pax!

    Que lindo testemunho, Rosélia, este que você dá de sua prima. Bendito seja Deus!!! Abraços.
    sua irmã Maria Águeda, osb.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Rosélia

    Estou te respondendo com meus olhos cheios de lágrimas, pois voce descreveu muito bem vários momentos vividos por nós.
    Rosélia como voce escreveu eu creio que um dia vamos nos encontrar, pois o amor que eu sinto por ela é tão forte que ela vai continuar viva sempre para mim, assim como minha filha.
    Não nos abandone, pois gostamos muito de você.
    Não estou muito em condições de escrever tudo que gostaria, me desculpe.

    Um beijo em todos

    Jorge e "Raquel"

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...