domingo, 23 de agosto de 2009

Páscoa ( IV )



Publicado em 18 de abril de 2009 no http://epiritual-idade.spaces.live.com/

É PÁSCOA, SENHOR, GUARDAI-ME DO CIÚME.
(FRANÇOIS VARILLON)

"AMAR ESPONTANEAMENTE ÀS PESSOAS... NÃO SOMENTE OS QUE NÃO ME QUEIRAM NENHUM MAL E OS QUE NÃO COMETERAM NENHUM ERRO ALÉM DE ESPALHAR PELO MUNDO UMA BELEZA E UMA VERDADE QUE O FAZEM MAIS AGRADÁVEL".

E QUE A PÁSCOA ME DÊ UM ENTUSIASMO PURO COMPARÁVEL AO QUE SINTO DIANTE DO ESPETÁCULO DO CÉU ESTRELADO.

QUANDO AMAMOS, QUEREMOS SER DEPENDENTES...
NÃO POSSO DIZER EU TE AMO E SER DE TI INDEPENDENTE...
UM AMOR INFINITO É UM ABSOLUTO, NÃO DIGO DE DEPENDÊNCIA, MAS DE VONTADE DE DEPENDER...
QUERER DEPENDER QUALIFICA O MEU SER...
É TENDER PARA O OUTRO, É DAR ATENÇÃO AO OUTRO...
NÃO POSSO "OLHAR DE CIMA" ALGUÉM QUE EU DIGO "TE AMO"...
A GRANDEZA DO AMOR É PODER TUDO O QUE PODE O AMOR, ATÉ O PONTO DE APAGAR-SE NA HUMILDADE DO OLHAR...

O AMOR É TÃO IMENSO QUANTO HUMILDE...

PRECISO DESCOBRIR A TERNURA: É PÁSCOA!
(AUGUSTE VALENSIN)

Deus é amor e estive neste tríduo Pascal no Amor... os sentimentos que gosto de ter... e a Ternura ocupa um lugar privilegiado em meu coração.
Não me prevaleço de nada mais além de estar acreditando na Bondade, na Confiança que me inspira o Amor.
Me ver digna da Felicidade não tremer... Aceitar ser amada para que o seja de fato.
É PRECISO QUE EU FAÇA ESSE GESTO PESSOAL DE ACEITAR SER AMADA...
É dignidade, a própria Beleza do Amor que quer isso.
O amor não se impõe, se oferece.

Sou digna de amor essencial do Amor gratuito.
Estou protegida dos escrúpulos, da falsa humildade, desanimadora da tristeza espiritual.
AMO e a Páscoa aconteceu para mim mais uma vez.
Meu Deus, possa eu também amar como se deve...

Segundo Paul Doncoen, o Amor é uma dupla paixão...
Peço a Deus também, que Ele me ensine a amar os outros e a não me contentar somente com o amor aos que me querem bem... mas a amar, antes de mais nada aos que não são amados por ninguém... (Raul Follereau)
Não me permita, Senhor que eu queira ser feliz sozinha...

No Mosteiro, a Missa da Vigília Pascal foi extremamente linda, cheia de simbologia e aconchegante.
O branco das vestes na Assembleia...
A Ceia após a Missa...
Velas, flores brancas, alvorada da Ressurreição, que beleza encantadora!
Domingo de Páscoa, os sinos do Regina Coelli, a receita do bolo de chocolate dos monges cistercenses... que delícia!
Ganhar também os ovinhos de Páscoa e chocolates de todo tipo de filhos e amigos... que mimo!
Meu coração se enche de Esperança...
Almoço festivo após a Missa da Páscoa... revi amigas, oblatas, as fotos registraram o Evento lindo...
Tive, à tarde, tempo de passar mensagens no celular para amigos e familiares.
Enfim ser Páscoa para os demais importa muito e me faz feliz.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...