domingo, 23 de agosto de 2009

Corpo e Alma em Oração ( V )



Publicado em 20 de junho de 2009 no http://espiritual-idade.spaces.live.com


CORPO E ALMA EM ORAÇÃO (ANTHONY DE MELLO)

FUI MENDIGANDO DE PORTA EM PORTA AO LONGO DA RUA DA ALDEIA
QUANDO A TUA CARRUAGEM DOURADA SURGIU À DISTÂNCIA
QUAL MAGNÍFICO SONHO, E PERGUNTEI-ME QUEM SERIA ESSE REI
DE TODOS OS REIS!
AS MINHAS ESPERANÇAS CRESCERAM, E PENSEI QUE OS DIAS RUINS TIVESSEM PASSADO.
FIQUEI A ESPERA DOS DONS QUE NÃO PEDIRA,
DE RIQUEZAS EM PROFUSÃO POR TODA A PARTE.
A TUA CARRUAGEM PAROU AO MEU LADO.
TU ME OLHASTE E DESCESTE SORRIDENTE.
SENTI QUE ENFIM CHEGAVA A FORTUNA DA MINHA VIDA.
DEPOIS, INESPERADAMENTE, ESTENDESTE-ME A MÃO PEDINDO:
"TENS ALGO PARA ME DAR?"
QUE GESTO MAIS NOBRE FOI O TEU!
ESTENDER A MÃO A UM MENDIGO PARA MENDIGAR!
FIQUEI INDECISO E CONFUSO.
DEPOIS TIREI DO MEU EMBORNAL O MENOR GRÃO DE TRIGO E TE OFERECI.
MAS QUAL NÃO FOI A MINHA SURPRESA QUANDO, AO FIM DO DIA,
ESVAZIEI O MEU EMBORNAL E ENCONTREI
UM GRÃOZINHO DE OURO NO MEU POBRE MONTE.
CHOREI AMARGAMENTE E DESEJEI TER TIDO A CORAGEM DE DOAR
A TI TUDO O QUE POSSUÍA.
(R. TAGORE)

Hoje inicio postando sobre os momentos de angústia... penso como me saio deles... vitoriosa? derrotada? Vale a pena ressaltar sempre que virão outros momentos... e devo preparar-me para enfrentá-los...
Estou no RJ com minha amiga do coração de quem sempre falo neste blog... que procurou-me por muitos anos e, depois de 30 nos reencontramos... Conversamos exatamente sobre esta parábola acima citada... Ela gosta muito de doar.. e eu também... mas falávamos precisamente do doar o que nos sobra... (é o que mais fácilmente fazemos) e, meditando no texto belo acima narrado, vimos que não passamos de servas inúteis... fazemos apenas o essencial, ou melhor dizendo, o mínimo... no que toca à caridade... ao amor... à humildade.. segundo aprendi com o, na época provincial SJ da antiga Província da Bahia, Pe. Emílio Magro...
Vivemos uma semana cheia de alegrias... mas não nos faltou a tristeza... vindo constatar a teoria que a vida é feita de altos e baixos.. mas, como conversava com um amigo, também nesta semana, bom seria que estes diminuíssem de intensidade e fossem estes ALTOS E BAIXOS mais ou menos EQULIBRADOS... como numa sanfoninha bem harmoniosa... aquelas que as crianças costumam brincar bem alegremente... muitas vezes estamos tão descontrolados como se estragada estivesse esta sanfoninha... com diferenças de altitude nos relevos... gritantes... É sufocante!
Aí é como se experimentássemos de novo a Paixão... estou me reportando a de Cristo...
... para ultrapassarmo-nos...
O raciocínio não ajuda por excelência neste momento... é necessário aplicar os sentidos... ver... ouvir... tocar... admirar... estar presente à cena vivida...
Entrar no coração de Cristo e ver como Ele sofreu sem ódio no coração... Isto faz a diferença!
Como estou longe de completar a Paixão de Cristo em minha própria carne! Ajudai-me, Senhor!

O SERVO SOFREDOR

DESPREZADO E REPUDIADO
PELOS HOMENS,
HOMEM DE DORES,
EXPERIMENTADO NO SOFRIMENTO,
COMO ALGUÉM
DIANTE DO QUAL
SE ESCONDE SEU ROSTO,
DESPREZADO E DESCONSIDERADO.

Como nos ajuda pedir o Dom da Contemplação...
Supõe um grau mais "elevado' de união com Deus, mais intimidade e união... ela é um tipo de oração mais afetiva e intuitiva do que racional... mais próxima do silêncio e do coração... da identificação (ver o primeiro texto que publiquei neste blog, datado de 15 de novembro de 2008... se desejar... acho-o lindo!) ... menos especulativo... mais afetivo...
SÓ SE VÊ BEM COM O CORAÇÃO! (EXUPÈRY)

ENCARAR O QUE ESTAMOS VIVENDO... ISTO É CONTEMPLAR... FAZER-ME REALMENTE PRESENTE NESTA CENA DE VIDA ATUAL... PARTICIPAR... VER... OUVIR... TOCAR... GOSTAR... CUSTE O QUE CUSTAR...
Procurar ver a luz no túnel novamente...
Estou com alegria espiritual em paralelo à da vida... Mas isto não sem luta... pois, como dizia, nesta semana, pude experimentar dois sabores de lágrimas: a da felicidade, do coração sendo "saciado" pelo Amor... e a da "crise" que vem sem pedir licença... de súbito... inesperadamente... (pois o conselho de Inácio de Loyola é de nos prepararmos para a desolação que virá... mas não o faço sempre... E você? Espero que sim...)
Sou uma pessoa de abraçar com todas as forças do meu ser a ALEGRIA quando ela me chega... efusivamente... e, fico pensando e agindo como se a "outra" não viesse atormentar-me... Sempre tem uma outra (o) metida (o) em nosso Amor...
É na vida ... é na vida espiritual... Que paralelo!
Entreti-me com pensamentos de "prazer"... alegria... "gozo" ... parece que vivi no Céu...
Assim como as portas da casa da amiga se abriram para acolher-me... abriu Deus meu coração para tudo de lindo que vivo por aqui, com as pessoas com quem convivo aqui... e que amo por graça de Deus.
Me torno uma outra pessoa... Não estou sendo esquizofrênica... por favor! Mas esta outra pessoa é a mais presente... graças a Deus!
A desolada está cada vez mais morrendo... É MILAGRE DE DEUS! É GRAÇA!

ELE JÁ ESTÁ NA NOSSA CASA

UM CERTO PREGADOR SEMPRE DIZIA:
-NÓS TEMOS DE POR DEUS EM NOSSAS VIDAS!
MAS, EM RESPOSTA, ASSIM LHE DISSE O MESTRE:
-O SENHOR DEUS JÁ ESTÁ EM NOSSAS VIDAS,
NOSSO TRABALHO É SÓ RECONHECÊ-LO.

Vejo mesmo com uma ação que nos separa de nós mesmos... a desolação que vem em meio a alegria que estamos experimentando... também reconheço que meu coração explodiria de emoção se não fosse assim... é como se fosse: TERRA À VISTA! ATERRISAR É A QUESTÃO... os hormônios ficam aflorados, como me disse um amigo... e é verdade mesmo... muita cautela na alegria... é indispensável, meu Deus!
Às vezes, uma amiga nos repreende com uma afirmação tão "grosseira" que, como eu IMPLODO, pareceria que o mundo iria desabar se não fosse a AÇÂO de DEUS proporcionada pela nossa Confiança Nele... que age tão rapidamente como vem o sobressalto... Meu Deus, como és Poderoso!
Vou falar uma coisa em que acredito muito e vejo verdadeira em mim: o nome da gente tem importância relevante em nós... não é algo vazio... mas poderoso... nos torna realmente presente...
exprime grandeza... fama e glória do portador... por cuja intervenção algo é esperado e deve acontecer... exprime a função daquele(a) que o leva... sua vocação... sua razão de ser...
O meu?

ORVALHO DO CÉU!

É o que preciso ser sempre, meu Deus, ajude-me! Não me permita ser uma Tempestade... um Furacão... um Maremoto... um Tormento... uma Depressão... uma Fúria... uma Angústia... um Medo... um Pânico...
Me faça, Senhor, orar com o corpo e a alma. SER SERENA COMO O ORVALHO DO CÉU que vem na calada da noite... sem que ninguém perceba... "apagadinha" ... mas muito viva... Muito obrigada, meu Deus, em quem confio sempre e espero porque acredito.


Um comentário:

  1. Sem nome escreveu:
    Peço a Deus sempre esse silêncio de Maria, assim como este lugar tão sereno e cheio de bençãos. Preciso sempre de um refúgio diante de tantas as tribulações do dia-a-dia. Mas agora fecharei meus olhos e estarei neste lugar. Paz e bençãos

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...