quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Um Monge Tibetano


O Dalai Lama conta a história de um monge do Mosteiro Namgyal. Ele foi preso pelas forças de ocupação chinesas e  mantido com prisioneiro político em  campos de trabalho forçado durante vinte anos onde passou por muitas torturas, dor contínua e implacável, dificuldades e sofrimentos.
O jovem Dalai Lama perguntou, certa vez, ao amigo qual havia sido a situação mais difícil que ele desfrutara na prisão.
A resposta não mencionou nenhum sofrimento mental ou físico,  nem os sofrimentos dos outros prisioneiros, muitos dos quais haviam sido mortos.
O monge respondeu que o perigo que enfrentara havia sido o da possibilidade de deixar de ter compaixão por seus algozes chineses!

6 comentários:

  1. Compaixão mesmo por quem nos faz sofrer ,maravilhosa reflexão ,beijinhos feliz quarta-feira querida amiga

    ResponderExcluir
  2. Amar ao próximo sem limitação alguma. Excelente reflexão!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que bela história, Rosélia, quando perdemos a compaixão, perdemos também a capacidade de perdoar e amar! Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Amiga,
    Uma resposta de quem ama acima de tudo e vive o amor pleno.
    Magnífica a história. Grande lição.
    Um beijinho fraterno.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Uma resposta pra quem tem muita força espiritual. Uma lição de vida! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Reflexiva...
    Uma lição de vida!
    Estava sem Notebook, agora volto a interagir mais contigo.
    Muita saudades... Abraços e uma noite abençoada!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...