sábado, 26 de novembro de 2016

Sombras e Virtudes Espirituais (II)


Repouso dentro de mim?

É possível fugir de monstros de fora, mas não dos de dentro...
Somos egoístas... colaboramos em nossas próprias angústias...
Alivio minha própria dor ou a cultuo?
Sou maluco (a) ao quadrado?
Pós graduado (a) em doidice?

Uso a inteligência a meu favor?
Não é a dor que nos muda mas o que fazemos com essa dor ao  longo da vida.

Pequena andorinha que sobrevoa, anonimamente, a sociedade amando desconhecidos e fazendo por eles o que está ao seu alcance...

Sou digna das minhas asas?
Voo?
É na insignificância que  se conquista os grandes significados, é na pequenez que se realiza os grandes atos.

Sou um ser humano versátil?

P.S. Estou viajando para apresentação no Festival de Corais...

2 comentários:

  1. Abençoado sábado querida amiga ,muitas felicidades no Festival de Corais ,beijinhos

    Ó Senhora minha ó minha Mãe,
    Eu me ofereço todo a vós
    E, em prova da minha devoção para convosco,
    Vos consagro, neste dia,
    E para sempre,
    os meus olhos, meu ouvidos,
    minha boca, meu coração e,
    inteiramente, todo o meu ser:
    e por assim sou vosso,
    Ó incomparável Mãe,
    Guardai-me, defendei-me
    Como coisa e propriedade vossa.
    Lembrai-vos que vos pertenço,
    Terna Mãe, Senhora nossa;
    Guardai-me e defendei-me
    Como coisa própria vossa
    Amém.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Amiga,
    Grandes questões que revelam uma intimidade profundada dom Deus!
    Nas pequenas grandes coisas Ele se revela.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...