quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Adoração à Glória Celestial (IV)



"Em coros cantando, luzindo e brilhando,
Ao Cordeiro louvar remidos do amor,
Todos se prostram, humildes adorar;
Trono estremece ao louvor que é sem fim.
Sim, glórias são dadas agora ao Cordeiro,
Por todas as vezes que escárnio sofreu.
De glórias cercado, Jesus é inundado
No amor reverente e infinito dos seus.

Nos céus ou na terra ninguém a ti é igual,
Jesus, ó coroa do reino celestial
Refletes a glória do Pai, em fulgor;

E s nossos anseios sacias só amor.
Fulguras as chagas do Cordeiro de Deus,
São com rubis a brilharem nos céus,
E enviam de todos a gratidão,
Por terem nos dado tão grande salvação.

E coros celestes Te prestam louvor,
Nos santos reunidos dão glória maior,
Não cansam de ver teu semblante de luz
E os olhos tão meigos do Noivo Jesus.

Por tipos eternos ecoa o louvor
Da noiva que exalta as chagas do Senhor
E sempre O contempla com devoção,

4 comentários:

  1. Bom dia, querida amiga! Lindo poema de louvor ao nosso Jesus que tanto merece nosso amor e atenção! Nos dias de hoje, esquecido por muitos, é preciso reavivar a chama da fé no coração das pessoas, feliz de quem cumpre essa árdua, porém, feliz missão!
    Retorno hoje aos blogs feliz de poder estar aqui! Fique com Deus!

    Bjs! =)
    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!
    Lindas mensagens!!! Obrigada!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Rosélia,
    « É bom louvar o Senhor,é bom cantar o seu Amor», diz um cântico!
    Sublime o seu poema de adoração e entrega a Deus!
    Um beijinho, amiga.
    Ailime

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...