sexta-feira, 10 de abril de 2015

Senhor!


(Areal- Região dos Lagos- RJ)

Senhor,
A centésima ovelha não é aquela que cai exausta,
Não é como a cabra caprichosa,
Que partiu ao vento da independência,
Que inebria a centésima ovelha:
Ela era a mais triste do aprisco, a menos bela,
Aquela que se desespera.
Ela começou se arrastando atrás do rebanho,
Já indiferente ao barulho das fraternas patinhas
E se afastando na poeira.
O cachorro de seu dono, por vezes, a tinha mordido
Sem compreendê-la,
E o próprio dono a tinha ferido como seu cajado,
E este golpe, mesmo suave, lhe tinha doído muito.
Um dia, ela preparou a sua fuga,
No desvio de um caminho da roça rodeado de cercas.
Viu-se então livre para ir sozinha ao encontro da morte,
Durante um momento, ela teve saudade do aprisco bem protegido,
À noite, em um cercado, no calor mútuo das lãs sujas,
Afastou-se.
Ouviu seu nome nos  lábios do pastor cuja voz, para ela,
Tinha se tornado mais severa há algum tempo.
Abafou o eco.
Agora, ela estava de fato sozinha, sem sofrimento,
Sem inveja, simplesmente abandonada.
E a noite caiu.

Ela adormeceu de desgosto e de tristeza,
Com o sono inevitável e agitado do jardim da agonia.
No fundo de um arbusto, na pedra.
Um barulho de galhos afastados a despertou, ela se sentiu erguida,
E reconheceu, sem abrir os olhos, o bom odor costumeiro
Das mãos de seu dono, vindo só para ela;
Reconheceu o calor de seu pescoço,
A centésima ovelha, Senhor, é a alma que não tem esperança.
(P. Joseph Doucet)

7 comentários:

  1. Palavras de reflexão.
    Parabéns Rosélia por nos compartilhar esse texto.
    bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo esse texto da ovelha que se perde. Mas Deus nunca nos abandona.
    Beijos e ótimo final de semana
    Adriana

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Quantos não estão se sentindo assim nesse momento né? O importante é não perder a fé!
    Lindo fim de semana!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde Roselia, que reflexão linda!
    Quanta gente não se sente assim triste, perdida, abandonada e procurando uma saída.
    Depois vem a solidão e o vazio ainda é maior!
    Como o pastor a resgatou, assim o nosso Pai do Céu está sempre de braços estendidos para nos acolher!
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  5. Sempre tem dois lados as vezes fazemos escolhas....
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  6. Olá,Rosélia...não basta nos alegrarmos com as ovelhas que estão em segurança no aprisco; devemos buscar a centésima ovelha que dispersou e está com a alma sem esperança.
    Agradecido,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
  7. E posso imaginar a alegria do pastor ao reencontrar a ovelha.
    Um lindo texto para uma reflexão como sempre na suas partilhas.
    Um lindo domingo de paz e alegrias amiga.
    Desejo que esteja bem.
    Carinhoso abraço.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...