quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

O Menino e o Anjo


Feliz, mas cansado, o menino contemplava extasiado aquele mundo que se descortinava atrás do muro que acabara de escalar.

 Estátuas, grandes pedras, blocos de mármores e um homem sério e aplicado. Em suas mãos um martelo e um cinzel. O menino olhava encantado tudo aquilo e observava o homem que com seu martelo e cinzel golpeava ora de vagar, ora mais energicamente o bloco de mármore.

O menino manteve sua curiosidade e perguntou repentinamente:

- “O que o senhor está fazendo ?”
- “Meu filho, respondeu calmamente o escultor, volte daqui a dois meses e verás.”

Dois meses foram dois séculos para o impaciente menino.

Enquanto isso o escultor continuou trabalhando lentamente, tirando pedaços do mármore, alisando, polindo para que surgisse daquele bloco de mármore a “imagem sonhada”.

Todo cuidado era pouco, pois um golpe em falso, uma martelada mais forte, uma cinzelada fora do lugar poderia arruinar toda a obra.

Cada movimento era estudado, cada particular contemplado.

Quando o menino surgiu novamente em cima do muro, no lugar do bloco de mármore, estava uma linda estátua de anjo.

-“Onde o senhor foi buscar isso”, gritou o menino.
-“Ela estava dentro do bloco de mármore”, respondeu sorrindo o escultor.

Moral da história: Dentro de cada ser humano há um anjo escondido; basta descobri-lo com trabalho cuidadoso e com amor.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...