quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Meditação (III)


Querido Deus

Desejo tanto ter controle
Quero ser o dono do meu próprio destino.
Sem embargo, sei que dizes:

"Deixa-me tomar-te pela mão e guiar-te.
Aceita o meu amor."

E confia que te leve a um lugar no qual aos desejos mais profundos de teu coração serão satisfeitos.

Senhor, abre minhas mãos para receber Teu presente de amor.

Amém.

Em que sentido tenho medo da Dependência?

"Con las manos abiertas"
(Henri Nouwen)

(Continua)...

32 comentários:

  1. Olá, Rosélia,
    amém. à nós todos!
    ...na realidade, em si, tudo que mais queremos é se tornar independentes.Porém, em oposição à essa realidade humana, não buscamos autonomia espiritual, pois fomos criados para sermos dependente de Deus e quando não vivemos assim, a sensação de vazio , uma falta de sentido na vida...portanto, quanto mais dependentes de Deus, mais feliz\zes e abençoados seremos...é o que penso!
    Obrigado,bom dia, belos dias, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Felis
      Sim, autonomia espiritual é possível e é isso que Deus quer para nós... marionetes nunca, Ele seria manipulador e não é compatível com o seu Generoso Coração...
      A Dependência é por conta da nossa condição filial...
      Da mesma forma como não devemos ser bonecos sem vida na mão dos nossos pais terrenos não podemos ser nas d"Ele...
      Vc disse muito bem!
      Bjs fraternos

      Excluir
  2. Linda e profunda meditação.Mexe no interior...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Chica
      Sim, em nosso interior tem Deus...
      Disse muito bem!
      Bjm fraterno

      Excluir
  3. Rosélia,

    minhas mãos estão sempre estendidas , para Ele!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paulo
      Que bom!
      Sim, assim não vai haver possibilidade de vc se perder do Caminho, da Verdade e da Vida!
      Abraços fraternos

      Excluir
  4. Amém!
    Linda e profunda.
    Muito obrigada por compartilhar!
    Um grande abraço
    Léia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Leia
      Sim, a Beleza acompanha a Profundidade...
      Bjm fraterno

      Excluir
  5. Querida Rosélia, refleti na proposta buscando resposta, mas só descobri que nunca pensei que eu fosse ficar tão dependente de Deus.Sou inteiramente dependente Dele e ai de mim se não o for! Quero sempre seu colo e sempre sua mão a me guiar! Por outro lado, saindo da segurança espiritual, luto para não ser dependente de espécie alguma. Seria orgulho? Impossibilitada de andar, detesto ter que precisar de ajuda e ando brava por isso! Não sei se estou participando adequadamente, entendendo o real sentido de sua proposta! Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Luíza
      Sim, a Dependência diante do Altíssimo é só para os 'pobres' dele, nele e com Ele...
      Ai de nós, amiga!
      A pergunta que nos propõe só cada um pode se responder... e autoconhecimento é fundamental para a libertação de toda e qualquer sombra em nós...
      Vc abordou dois tipos de dependência: a espiritual e a física...
      Claro que existe as duas formas de abordagem, querida...
      Gostei do seu parecer pois a nossa vida espiritual está muito ligada ao que somos na realidade...
      Se houver dicotomia, estamos no Caminho errado... é bom repensar e fazer um Exame de Consciência a cada dia...
      Melhora pra nós, querida amiga do coração!
      Deus não dá maior dor do que podemos suportar... Ele é Pai!
      Somos fortes com Ele...
      Bjm fraterno

      Excluir
  6. Oi Rosélia, desculpa a demora, estou com virose.
    Eu sempre me pego conversando com Deus, ele é meu itinerário e meu protetor, tudo o que a ele pedi, nunca disse não.
    Sempre pedi muita fé, força para traçar o caminho da verdade, apesar de muitos tentarem desviá-los, pego um atalho e chego no mesmo caminho.
    Ninguém é totalmente independente, nem na leis dos homens e nem as de Deus.
    Eu peço e converso muito com ele.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Dorli
      Sim, Ele é o nosso Itinerário... Verdade e Vida...
      Fugir do mal é sabedora pura...
      Verdade! Somos dependentes de muitas coisas ou pessoas... falei isso uma vez numa casa de recuperação de dependentes químicos em MG onde fazia um trabalho voluntário...
      TODOS temos algum tipo de dependência...
      A intimidade com Ele nos traz a certeza de que nossas petições serão ouvidas...
      Hoje, estou saboreando os comentários pertinentes que chegam para confirmar o tema... Valeu o seu, amiga!
      Bjm fraterno

      Excluir
  7. Belíssima e profunda meditação. Precisamos aprender a entregar-nos sem temor ao tempo de Deus. bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Anne
      Sim, só o Amor afasta o medo...
      Bjm fraterno

      Excluir
  8. Olá amiga, mais uma reflexão bem profunda!
    Aceitar os desafios do Mestre não é fácil, mas aqui reside a resposta dos cristãos. Deixarem-se arrebatar pela vontade do Senhor abrindo o coração à Sua Vontade, deixando-nos conduzir por Ele.
    Estou a gostar muito das suas meditações.
    Beijinhos e obrigada,
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Ailime
      Sim, amiga, desafios x fé... Itinerário Pascal, muitas vezes...
      Não antecipar ao Espírito (diz S. Inácio de Loyola)...
      Agradeçamos ao Deus Fiel que nos inspira e nos edifica sabiamente...
      Bjm fraterno

      Excluir
  9. Eu dependo de Deus desde sempre e isso não é nenhum problema. Sem Ele eu não seria e nem teria nada do que eu tenho. O problema, muitas vezes, é esperar o tempo dEle... mas até isso estou me habituando e aceitando! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Tetê
      Sim,não problema e si solução para todos os males...
      O meu perfil já diz o pensamento que vc bem expressou...
      Soframos as tardanças Divinas e seremos felizes... ainda que na outra vida...
      Bjm fraterno

      Excluir
  10. Confiar n'Ele e seguir Seus ensinamentos. Não tem erro! Só se deixar levar pelas bênçãos do Senhor!
    Eu dependo muito d'Ele, Rosélia, e aprendi a confiar em mim dentro dos meus limites. Nem tudo podemos e não podemos querer tudo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Clara
      Sim, disse muito bem: "deixar-se levar"... o quão difícil é para a nossa soberba imensa!
      Que bela abordagem a questão dos limites próprios!
      Me lembrei do que disse Paulo, Nem tudo me é conveniente... disse muito bem, amiga.
      Querer ser outro Deus é arrogância demais...
      Gostei muito do seu parecer...
      Bjm fraterno

      Excluir
  11. Olá minha querida! O meu maior medo é depender das coisas mundanas por causa das minhas fraquezas e dos meus pecados e com isso me afastar de Deus! Sempre rogo a Deus que me fortaleça e que volte os meus passos para o seu caminho por mais que a vida me puxe para o outro lado! Busco a cada dia crescer na fé e tornar-me cada vez mais dependente de Deus! Assim seja!
    Bjs carinhosos ❤️
    www.viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Sileni
      Sim, a vida tenta nos arrastar mas somos protegidos pelo Deus Altíssimo que não nos deixa ir por maus caminhos sem nos resgatar, perdoar, chamar e enviar...
      Fique tranquila, amiga! Deus é fiel...
      Somos dependentes porque o amamos...
      Bjm fraterno

      Excluir
  12. Creio que no fundo todos temos medo de um dia nos tornarmos dependentes.Considero esta uma situação bastante desagradável e temida.Não gosto da perspectiva de dar trabalho a outras pessoas.Falo no sentido físico da situação embora, no emocional também haja bastante descompasso neste campo, já que a dependência causa mal-estar e não a aproximação entre as pessoas.
    Bjos,Rô.
    Calu

    ResponderExcluir
  13. Olá, querida Calu
    Sim, todos, de uma forma ou de outra, temos medo... mas repito, com consciência, uma vez mais no dia de hoje: Só o Amor afasta o medo...
    Tudo o que disse é concernente, claro!
    Falando de dependência espiritual é totalmente diferente...
    Aí está o segredo do crescimento espiritual: depender do Amado Deus...
    Sabe, amiga, ao pé de ouvido lhe digo que minha avó teve 3 derrames e deu trabalho às filhas... penso muito nisso e peço ao Senhor que não me permita o mesmo com os meus... Compreendo, perfeitamente o que sente...
    Vem o cansaço para todos os que são cuidadores dos dependentes... é natural!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  14. Roselia querida!
    Quão profunda essa reflexão...
    Creio que o medo é inerente do ser humano...a forma com a qual aprendemos conduzir esse medo, encontramos no amor de Deus que coloca anjos(pessoas) em nosso caminhar para ameniza-lo.
    Vivi momentos de muito medo, mas hoje sinto que dentro de mim algo mudou... o medo deu lugar a uma paz muito grande, que tenho certeza que veio de Deus.
    Meu coração inquieto está tranquilo e estou aprendendo ser grata em qualquer circunstâncias.

    Nem sempre tenho encontrado tempo para comentar aqui, mas leio e reflito todas suas postagens, elas aquecem meu coração.
    Obrigada e um grande abraço pra ti!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Imac
      Sim, hoje mesmo Deus colocou um anjo em meu caminho que me fez debulhar em lágrimas... Ele apascenta as suas ovelhas...
      Estou me sentindo como VC: numa paz 'sem causa precedente' e sei que é fruto da Bondade Divina...
      Um grande dom vc está recebendo.. Ele nunca nos dá carga maior do que os nossos ombros possam suportar... vc disse muito bem!
      Que bom nos aquecermos o coração com cada postagem e comentário tão bem feito dos amigos que por aqui passam, como o seu...
      Bjm fraterno

      Excluir
  15. sempre tive um pensamento que o medo exarcerbado de tudo e de todos não pode ser coisa de Deus...Temer sim , é um norte que nos afasta de penetrarmos no indevido pra nós e para o outro. A dependência tem nuances peculiares , a nociva dessa devemos nos afastar , mas a dependência que norteia , que rege que nos faz encontrar o caminho esta nos faz bem, ex: a de Deus, dentro dos limites do livre arbítrio impostos pelo próprio Deus que nos deixa livre para fazermos nossas escolhas entre o Bem e o Mal.Se seguimos os seus Mandamentos , estaremos O amando como Êle quer .Beijos fraternos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Claudete
      Sim, Deus é Amor e o Amor afasta o medo... vc disse muito bem!
      Custei a compreender o grande dom do Temor de Deus: Amor 'radical'... que, como vc disse: norteia de verdade...
      Ah! querida, o nosso Amado é exigente na medida que é Misericordioso e isso nos custa, algumas vezes...
      O Discernimento, segundo S.Inácio de Loyola, se dá, justamente, entre o Bem e Bem Maior... e isso nos dignifica como ser humano...
      Gostei muito também do seu comentário, como tenho aprendido com todos vcs!
      Bjm fraterno

      Excluir
  16. Olá Rosélia,

    Uma proposta interessante a desta meditação. A dependência não é nada atraente em nenhum sentido, mas muitas vezes ela é imposta a muitos pelas circunstâncias da vida. Nenhuma dependência é saudável, quer física, quer psicológica, quer na religiosidade. Portanto, devemos abraçar o que nos cabe com paciência e fé, acreditando que sempre seremos amparados pela mão Divina. O que está fora do meu controle coloco nas mãos de Cristo, ciente de que Ele somente permitirá o de que preciso para a minha evolução.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Vera
      Sim, a cada dia, com os comentários de vcs, eu fico surpresa com tanta gente amiga nos enriquecendo...
      Concordo com vc... no sentido literal da palavra, causa até ojeriza...
      Já no sentido espiritual:
      "Anawin é uma palavra hebraica, muitas vezes encontrada na Bíblia. Significa "os pobres de Javé", ou seja, os pobres de Deus.
      Como você pode observar, anawin é uma palavra que está no plural. Os pobres são aqueles desprovidos de bens materiais, que experimentam o sofrimento e a injustiça por causa da sua condição de pequenez, fragilidade e dependência. Mas anawin são, principalmente, aqueles que depositam a sua confiança em Deus e, por isso, são a Ele fiéis, de modo a buscarem, em tudo, a vontade do Senhor. Jesus e Maria foram perfeitos anawin, assim como os santos da Igreja. Nós, os cristãos, também somos chamados a ser verdadeiros anawin, conforme os ensinamentos do Evangelho.
      O que é um maltrapilho?
      Bem, existe uma linda cena no Antigo Testamento sobre os anawin. Anawin é a forma plural da palavra hebraica do século VIII a.C. traduzida como “pobres”, “humildes” e “sem-terra”. É a essas pessoas que Deus um dia vai restaurar a prosperidade. Contudo, no século VI a.C. os anawin passam a ser sinônimo de grande profundidade espiritual. Eram os pobres ou humildes de espírito que tinham uma confiança inabalável em Deus e que se dedicaram inteiramente a fazer-lhe a vontade.
      Depois, quando o tema dos anawin chega ao Novo Testamento, eles passam a ser aqueles que se reúnem para presenciar o nascimento de Jesus. São os pobres, os joões-ninguém, as pessoas à margem da respeitabilidade. São os pastores de ovelhas. Ali está Ana, aquela senhora idosa de 84 anos. Ali está Simeão, também velho. Lá estão todos aqueles animais. E, naturalmente, ali está a virgem Maria, considerada a última e a mais humilde de uma grande linhagem. Essas são as pessoas consideradas verdadeiramente pobres em espírito. Elas reconhecem sua total dependência de Deus até mesmo para respirar. Eram as que entregaram o destino de suas vidas a Jesus e renderam-se à vontade do Pai. Basicamente é isso o que significa ser um maltrapilho. Esse nível de profunda confiança e dependência de Deus não é algo tão simples.
      O esplendor de um coração humano que confia e é amado incondicionalmente dá mais prazer a Deus do que a catedral de Westminster, a capela Sistina, a Nona Sinfonia de Beethoven, o quadro Os girassóis, de Van Gogh, a visão de dez mil borboletas em vôo ou o perfume de um milhão de orquídeas desabrochando. A confiança é o dom que devolvemos a Deus, e ele o considera tão encantador a ponto de Jesus ter morrido por amor a isso."

      Gostei tanto do seu comentário que fui pesquisar uma resposta à sua altura para completar minhas pobres palavras mas provenientes do meu coração...
      Ainda bem que nos resta algo que esteja fora do nosso controle porque seríamos de tal forma 'independentes' que descartaríamos até o próprio Deus..
      Que bonito vc colocar nas Mãos de Cristo o que necessita, depois de ter tomado as devidas providências para resolver suas questões com dignidade e liberdade dos filhos de Deus amados! Isso me encanta nas pessoas, querida!
      Bjm fraterno


      Excluir
  17. Há sempre uma dependência das bênçãos do Senhor em tudo que me proponho fazer. Abro minhas mãos e oro para que seja bem sucedido.
    Grato Rosélia por nos trazer a reflexões sob a luz da fé.
    Carinhoso abraço.
    Bjo de paz e luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo Toninho
      Sim, sua atitude perante o Deus Altíssimo é da mais bonita que Ele espera dos seus filhos amados...
      Agradeça ao próprio Deus que nos inspira a todos, meu amigo...
      Bjs fraternos

      Excluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...