sábado, 17 de agosto de 2013

Deixar-se Tocar Pelo Sagrado (XII)



É como um botão de rosa que quer desabrochar. Que quer abrir-se, levar a desenvolver-se integralmente o que está em nós.  Sem que se queira trivializar o mal e a agressão, o demoníaco que também é parte de nossa vida com oposição ao sagrado. Sem querer se reprimi-lo. O que importa é trazer santidade à nossa vida. Quando o nosso pensar e agir forem por ele determinados, ele nos levará à experiência do sagrado em nossa vida. Então nós mesmos seremos santificados.

Só o fato da sexualidade ser vivida em parceria não garante ainda que seja uma experiência em que o sagrado esteja presente.


A sexualidade precisa brotar e estar disponível.

Ele está presente na hora do abraço.
Alguns tentam, como os místicos, reorientar sua força sexual para uma relação de intimidade com Deus.
Anseio que experimentamos quando estamos
apaixonados e a pessoa amada não sentir o mesmo por ti. Existe um tempo para, no encontro com essa pessoa amada, experimentares intimidade e santidade para com ela sentires o Céu na Terra.
E existe o tempo em que, renunciando a esta pessoa por quem te apaixonastes, terão contribuído para que a experiência do Sagrado se toque suave e plenamente.
Despertada pelo beijo da pessoa amada por quem te sentes atraído; deixa-te levar... tua anima te leva.
Lágrimas de felicidade e de emoção inundarão as tuas faces. São lágrimas que vêm do fundo da alma. Aceita-as. Conserva e quando possível este sentimento de estares sendo  inundado pelo sagrado.
Reflito sobre minha vida.
Sentimento de intensa gratidão.
Recordo-me do salmo 23...


És  o Deus, a razão de minha esperança.



Neste momento, tudo haveria de distrair-me, distanciar-me deles. Amo-os em sua originalidade, assim como são, como estão aí, como agem sobre mim. Sinto sua familiaridade, sinto a ligação com eles e a cuja casa eu achego no final da caminhada.

Para mim, era importante  estar em contato com a natureza, reencontrar-me no contato consigo mesma, aspirar minha alma.
Não me canso de contemplar.
Muitos caminhos levam a Deus. Um passa pelos montes.
Não  posso dizer que meus sentimentos sejam totalmente diferentes dos de ontem... Com atenção e devoção interior, eu entro em contato com Deus na oração e na meditação.
Eu me sentia bem no recinto escuro.
Minha alma está tão completamente cheia de algo que se torna incapaz de raciocinar com coerência...

Segunda Feira, dia 19, vou anunciar a surpresa para a festa de 4 anos do blog...


Continuo postando minha viagem ao Pantanal






Clique aqui... é para você se sentir em casa:


Um comentário:

  1. Roselia,mais uma linda msg na preparação para o niver do blog.Temos um longo caminho a percorrer na espiritualidade!bjs,

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...