sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Deixar-se Tocar Pelo Sagrado (XI)




Até passarmos pela experiência de que, por vezes, é suficiente soprar as cinzas para fazer levantar-se um fogo que há muito acreditávamos extinto, para fazê-lo se erguer e aquecer.



A santidade encontra-se em nosso sorriso e em nossas lágrimas. Está no sorriso que damos aos outros, está em suas lágrimas de comoção.

No choro, quando a água subterrânea de nossa alma derramam-se sobre nós, somos tocados pelo sagrado. Nas lágrimas, nossa santidade vem ao encontro.


Até agora sempre passei por este lugar sem prestar muita atenção. Agora, eu me encontro aqui em frente e lembro que este é um lugar sagrado e curvo-me diante deste lugar, diante das pessoas que aqui oraram a Deus e diante de Deus que mora aqui.



A alma se desfaz

De todas as coisas,
Pois nada ela quer levar.
Nem uma gota de orvalho
Prende-se a suas asas,
Pois nada ela quer levar.
A chuva forte deixou-a
Tão pura e tão limpa,
Que ela pode erguer-se.
E assim é levada para 
Outro lugar...


Continua a série amanhã...



Continuo postando a minha viagem ao Pantanal:



Clique aqui... é para você se sentir em casa:


2 comentários:

  1. Como prova de não a esquecer nunca, venho sentar aqui um pouco, reflectir toda a verdadade que aqui se escreve, venho dizer que o motivo de não vir mais vezes foi o facto de ter andado pertdida pelos labirintos da vida.
    Penso assim com toda a ligação que me foi reposta através do google+ poder voltar, agora me despeço deixando os meus beijinhos de luz e paz no coração.

    ResponderExcluir
  2. Deixar-se tocar pelo sagrado: muito bom estar sorvendo isso! Saio daqui sempre com o coração mais preenchido e mais suave. Recomponho-me! Um grande abraço! Fique bem!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...