domingo, 4 de agosto de 2013

Deixar-se Tocar Pelo Sagrado (II)




Para que possamos entrar em contato com nossa base primordial, às vezes, é preciso que aconteça alguma coisa que nos derrube por terra... Talvez, nesse momento, nós experimentamos um impulso para sermos tocados pelo sagrado.



O canto gregoriano com suas suaves melodias...

O eremita em sua cela...
Minha igreja, minha cela, meu santuário interior...
Se perco a ligação desmorono, muito perturbada.
Desde criança me é familiar isso...
O que importa é não deixar de cultivar o sagrado.
Tento permanecer receptiva nesta hora de espera, de impaciência e raiva.
A mim me parece que toda experiência deste tipo é de antemão sufocada.
Não será bom para nós se nos for exigido demais. Isto poderá nos levar mesmo a perder o juízo.
Tenho que confiar inteiramente na intuição.
Recebo de Deus pistas e indícios que devo acolher.
Isto torna a forma de uma luta.
Meus sonhos estão relacionados com a vida emocional.
Posso levar uma vida com satisfação e com sentido .
Tanto o demônio como o filho pródigo sou eu... que devo voltar para os braços do Pai...


Senhor, concedei-me o dom das lágrimas em mim, covosco, para sempre! Amém!



Disseste-me Jesus: Meu filho, quantas vezes me abandonastes, se eu não te tivesse crucificado comigo. Sob a cruz aprende-se a amar e eu não adoro a todos mas somente às almas que me são mais queridas. 

(Padre Pio)


Continua a série depois de amanhã...



Clique aqui... é para você se sentir em casa:



7 comentários:

  1. Quando caímos, logo nos sentimos tocados...beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, Rosélia, como vai? Nos momentos em que há grandes perdas ou dores, há dois caminhos possíveis: perder a fé ou fortalecê-la. A segunda opção certamente é o meio mais leve de transpôr o fardo. Um abraço!

    ResponderExcluir

  3. Olá Rosélia,

    Você está fazendo uma bela preparação espiritual para celebrar os 4 anos de seu espaço.

    Creio que em algum momento da vida, mesmo para aqueles espíritos mais renitentes, surge a bela oportunidade do (re)encontro com o sagrado.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá minha querida amiga!
    Que bom voltar (depois de algum tempo afastada) estava com saudades, fico feliz em ler tantos textos maravilhosos por aqui. Agradeço muito a visita e o carinho sempre. E Ele nos cumula de bençãos, isto é bom demais. um grande abraço. Ieda

    ResponderExcluir
  5. O melhor lugar para derramar nossas lágrimas é aos pés de Jesus! Bjks e uma semana abençoada! Tetê

    ResponderExcluir
  6. Rosélia, a paz interior é fundamental para que consigamos passar por momentos de aflição. Em todos, sempre, devemos clamar a Deus. Ele nunca nos desampara, né? Beijo e bom descanso.

    ResponderExcluir
  7. Voltar-se ao sagrado é opção da escuta sensível e acurada, seguida da imediata obediência ou através de sinais fortes que abalam o emocional, o espiritual e o psíquico.Penso ser assim o acordar para sermos receptivos! A oportunidade me foi oferecida e estou na obediência, nem tanto quanto eu gostaria mas dei passos largos na jornada! Lágrimas molharam e molham muito meu caminhar. Grande abraço!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...