quarta-feira, 31 de julho de 2013

Orar e Trabalhar



Uma vez quando o patriarca Antão encontrava-se no deserto aborrecido e com muita disposição de ânimo e pensamentos sombrios, ele falou a Deus:

- Senhor, eu quero ser salvo, mas meus pensamentos não permitem.
- Que devo fazer nesta minha tribulação?
- Como posso alcançar a salvação?

Logo depois, ele levantou-se, saiu de casa e viu alguém que era muito parecido com ele!
Esta pessoa ficava sentada e trabalhava depois levantava-se e orava, sentava-se novamente e trançava corda, e se levantava mais uma vez para orar; eis que esta pessoa era um anjo do Senhor, que fora enviado para instruir Antão e dar-lhe segurança.
Ele ouviu o anjo dizer:
Faze assim, e alcançarás a salvação.
Ao ouvir isto, Antão encheu-se de muita alegria e coragem, e, como este, aqui ele encontrou a salvação.

4 comentários:

  1. Vim agradecer-lhe pela visita e amizade. Viver pela graça de Deus, sempre fazendo da vida o melhor para nós e pelos nossos semelhantes!

    ResponderExcluir
  2. Rosélia, de fato, temos que agradecer, e muito. Pensei muito em vc nesses dias da visita do Papa. Apesar de não ser católica, acompanhei todos os discursos dele e fiquei muito admirada com suas colocações. Muita paz!

    ResponderExcluir
  3. É o equilíbrio da oração = orar e agir(ação). Nem muito trabalho sem oração e nem oração inerte! Equilíbio! Bjks Tetê

    ResponderExcluir
  4. Rezar faz muito bem pra ra mim. E conciliar as duas coisas que é trabalhar também sempre muito bom
    .
    com o mesmo carinho de sempre sua amiga MonicA

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...