segunda-feira, 30 de abril de 2012

Chamada para a BCAP - ESPERANÇA



Eu já me perguntei se o tempo poderá, realizar meus sonhos e desejos.
Será que eu já não sei, por onde procurar, ou todos os caminhos dão no mesmo?
(...) Por tudo o que eu andei e o tanto que faltar, não dá para se prever nem o futuro.
O escuro que se vê, quem sabe pode iluminar, os corações perdidos sobre o muro.
E o certo que eu não sei, o que virá! Só posso te pedir que nunca se leve tão a sério,
nunca, se deixe levar... que a vida é parte do mistério, é tanta coisa para se desvendar (cante connosco)



Existem momentos em nossa vida em que o desencanto se instala e nos sentimos impotentes diante do 'ter que recomeçar'. Nessas horas, o menor desestímulo, pode minar toda a nossa auto estima e coragem para prosseguir. Precisamos, por isso, reunir forças para renovar nossa confiança e, para que isso aconteça, temos que resgatar a esperança por dias melhores; a capacidade de projetar os sonhos e alimentar a mente com pensamentos animadores, que nos ajudará a retomar nossa caminhada desde o começo, refazendo nossa história.

"A vida é atividade, parar é morrer."

Assim disse Manuel de Oliveira, cineasta de 103 anos que em franca atividade, com oito décadas de carreira, ainda contribui em muito para a grandiosidade do cinema português, além de exercer a atividade como meio de melhora do social, alimentando o pensamento coletivo na tentativa de questionar o mal que assola Portugal e refletir sobre as sequelas da crise econômica no mundo - Para isso, acaba de finalizar o filme:"O Gebo e a Sombra" que trata desses assuntos. Recentemente recebeu uma cátedra em seu nome pela defesa da cultura e criatividade.

Manuel de Almeida é um homem que pensa positivamente, pois no auge dos seus 103 anos, ainda produz e muito!! Daí, eu lhes pergunto: Qual diferença existe no modo de condução da vida, entre esse senhor e Anastasia Khoreva, uma senhora de 105 anos, que no último dia 20 de Março se matou porque "cansou de esperar pela morte"? [saiba +]

Falando em cinema, outro dia revi o filme "Garota Interrompida", baseado na autobiografia de Susanna Kaysen. Em um diálogo ela dizia:

Não consegui enfrentá-la. Uma pessoa decente teria feito alguma coisa. Teria feito ela se calar.
(O que teria dito à ela?)

Que nunca saberia o que é ser ela, mas saberia dizer como é querer morrer. Como dói sorrir... Como você tenta se ajustar, mas não consegue, como você se fere por fora tentando matar o que está lá dentro. 

Quando você não quer sentir nada, a morte pode parecer um sonho. Mas ver a morte, vê-la de verdade, mostra como é ridículo sonhar com ela.

Talvez haja um momento quando crescemos, quando saímos da casca, que percebemos a perda de alguma coisa. Talvez procuramos segredos por não acreditarmos na força que temos - Difícil é controlar o pensamento.

Talvez o mundo todo seja mentiroso ou estúpido. Mesmo assim, eu prefiro estar nele.

Acho que a maioria conhece o livro/filme citado acima, que não irei comentar para não prolongar o texto. Diria apenas que Susanna estava no escuro e acendeu a luz! Saiu do Desencanto!!

O amor tudo rege! O amor que temos à vida é o mesmo amor facetado que temos a todo o resto e se acordamos na maioria dos dias animados, é porque sabemos que acontecerá algo bom, o que alimentará a nossa alma, que nos ajudará a superar as obrigações e responsabilidades do dia a dia. Mas como sabemos que coisas boas acontecerão no decorrer dos dias, das semanas... no decorrer dos anos?

Temos esperança! Temos amor à vida, um apego simples à nossa essência! 

Portanto, a palavra tema para a 3ª Fase da Blogagem Coletiva "Amor aos pedaços" é "Esperança" - A força que nos motiva!

Você sabe de onde vem essa força? Existiu um momento crucial em sua vida, que você mais precisou ser mais positivo? Você consegue relacionar a esperança como fruto do seu amor-próprio? Existem outros fatores externos que nos motiva, mas estou dizendo do "seu amor", pois se não cuidarmos, "a alma enruga antes da pele."

Inspire-se em Clarice Lispector, se ainda não se motivou a escrever sobre o assunto. Ou quem sabe, Johnny Depp também não lhe dá uma forcinha?

Venha dividir com a gente seus pensamentos e experiências - Dividir para somar! E enriquecer a blogosfera com "Amor aos pedaços" - um cá, outro lá e quem sabe ao final, concluir que o amor verdadeiro ou inventado, existe por um único fim: unir corações!!

Até dia 15 de Maio!! Por favor, confirme a sua participação no sistema de comentários.

NOTAS IMPORTANTES:
Os participantes não são obrigados a seguir todas as fases, podem participar apenas nas que desejarem;
É permitido trazer para o dia de publicação qualquer artigo já publicado que se adapte ao tema;
O artigo participante pode servir a mais do que uma blogagem, desde que não fuja à temática;
No dia 15, uma vez publicado seu post, deixe um comentário. Divulgaremos na lateral do blog que estão participando, para que todos possam ler.

Coloque o seu link aqui para participar, por gentileza:
01- http://publicarparapartilhar.blogspot.com.br/
02- http://luzdeluma.blogspot.com.br/
03- http://conversascomxunandinha.blogspot.com.br/
04- http://projetandopessoas.blogspot.com.br/
05- http://chicaescreveporai.blogspot.com.br/
06- http://asasdosversosereversos.blogspot.com.br/
07 http://fractaisdecalu.blogspot.com.br/
08- http://marialuizasaes.blogspot.com.br/
09- http://contosoufatossurreais.blogspot.com.br/
10- http://lichiadoce.blogspot.com.br/
11- http://aromadecaf.blogspot.com.br/
12- http://ahdoqueeugosto.blogspot.com.br/
13- http://belblogandocomavida.blogspot.com.br/
14-  http://www.pontolivro.com/
15- http://luluonthesky.blogspot.com.br/
16- http://wwwanjoazul.blogspot.com.br/
17- http://dborboleta.blogspot.com.br/
18- http://su-thebest.blogspot.com.br/
19- http://milaresendes.blogspot.com.br/
20- http://infinitoparticulardalva.blogspot.com.br/
21- http://adaobraga.wordpress.com/
22- http://insanidadetemporariabyge.blogspot.com.br/
23- http://pequenoquiproquo.blogspot.com.br/
24- http://gothicbox.blogspot.com.br/
25- http://casascoisaseoutros.blogspot.com.br/
26- http://sotutoriaislegais.blogspot.com.br/
27- http://pensamentosdeumamoca.blogspot.com.br/
28- http://democratizacaodamoda.blogspot.com.br/
28- http://6feira.blogspot.com.br/
29- http://www.cozinhandocomjosy.com/
30- http://jorgevicente.blogspot.com.br/
31- http://escolabela.wordpress.com/
32- http://reflexoesfloridas.blogspot.com.br/
33- http://advisimplesmente.blogspot.com.br/
34- http://7cousas.blogspot.com.br/
35- http://alemdosfragmentos24x7.blogspot.com.br/
36- http://tachosvspanelas.blogspot.com.br/
37- http://msocorrom.blogspot.com.br/
38-  http://ciganamariarosa.blogspot.com.br/
39- http://pensandoemfamilia.com.br/blog/
40- http://conversascartomanticas.blogspot.com.br/



domingo, 29 de abril de 2012

SENHOR

SENHOR

Publicado em 19 de novembro de 2008 no http://espiritual-idade.spaces.live.com/

Sempre tenho o  meu dia de deserto... relendo algumas coisas, Deus me brindou com uma taça de felicidade interior me fazendo parar mais um pouco nesta oração de HENRI NEWTON.
Quando me retiro no Mosteiro das Beneditinas ou em Petrópolis (RJ) ou em São Mateus (ES), me delicio com suas obras que me contemplam tanto.
Então, hoje a importei para o fundo de meu coração e compartilho com você, espero que algo lhe sirva para seu crescimento espiritual.

SENHOR

"AGORA QUE CHEGUEI À MAIS DA METADE DA VIDA, QUERO ENTRAR EM VOSSA PRESENÇA E ENTREGAR-ME DE NOVO A VÓS.

DURANTE AS ÚLTIMAS CINCO DÉCADAS, VÓS ME GUIASTES E AOS POUCOS ME CONDUZISTES A UMA FÉ MADURA, A UMA NOVA CONFIANÇA EM MEUS DONS E A UM AMADURECIMENTO ESPIRITUAL.

AO LONGO DO CAMINHO, LUTEI COM MUITAS COISAS, TENTANDO ENCONTRAR MEU LUGAR NA VIDA, TENTANDO ENCONTRAR MEU LUGAR NA FAMÍLIA, TENTANDO ENCONTRAR MEU LUGAR ENTRE OS AMIGOS, TENTANDO ENCONTRAR MEU LUGAR COMO VOSSA MINISTRA (SERVA).

FOI UMA LONGA JORNADA COM MUITAS ALEGRIAS E MUITAS DORES, COM MUITAS DÚVIDAS E MUITAS ESPERANÇAS, COM MUITOS MOMENTOS DE SOLIDÃO E MUITOS MOMENTOS DE BONITA AMIZADE.

AGORA, QUE RECEBO A CONFIRMAÇÃO DE ALGUNS AMIGOS (PARA PERSEVERAR NA CAMINHADA DO BEM), VENHO DE NOVO VOS PEDIR QUE ME GUIEIS SEMPRE MAIS PARA PERTO DE VOSSO CORAÇÃO E DO CORAÇÃO DOS QUE ME SÃO CONFIADOS.

PRECISAMENTE PORQUE ME ENCONTRO NUM LUGAR SEGURO, COM SAÚDE ESTÁVEL E BONS AMIGOS, SOU LIVRE PARA ESCOLHER-VOS NOVAMENTE COMO MEU PASTOR E GUIA. AJUDAI-ME A SER HUMILDE NO SEIO DE UM MUNDO TÃO REPLETO DE AMBIÇÃO.

AJUDAI-ME A SER VULNERÁVEL NUM MUNDO TÃO PREOCUPADO COM O PODER.
AJUDAI-ME A PERDOAR NUMA SOCIEDADE EM QUE A VINGANÇA E A RETALIAÇÃO CRIAM TANTA DOR.

AJUDAI-ME A SER SIMPLES NUM AMBIENTE TÃO COMPLICADO.

AJUDAI-ME A SER POBRE DE ESPÍRITO NUM MEIO QUE DESEJA TANTAS RIQUEZAS E ASPIRAÇÕES A TANTO SUCESSO.

COMO ESTOU NESTA NOVA ETAPA DE VIDA, VENHO A VÓS COM UM CORAÇÃO ABERTO, PEDINDO-VOS QUE EU POSSA CONFIAR NOS DONS QUE ME DESTES E TER A CORAGEM DE ASSUMIR RISCOS EM VOSSO SERVIÇO.

NÃO SEI PARA ONDE ME CONDUZIREIS.
NÃO SEI ONDE ESTAREI DAQUI A DOIS, A CINCO OU DEZ ANOS.

NÃO SEI DA ESTRADA À MINHA FRENTE, QUE ME CONDUZAIS, MESMO PARA ONDE EU PREFERIA NÃO IR, VÓS, SENHOR, ME LEVAREIS PARA MAIS PERTO DE MEU VERDADEIRO LAR.

OBRIGADO, SENHOR,POR MINHA VIDA, MINHA VOCAÇÃO E PELA ESPERANÇA QUE PLANTASTE EM MEU CORAÇÃO.

AMÉM!

sábado, 28 de abril de 2012

O BOM PASTOR



Senhor,

Tu és o Bom Pastor
Eu sou a Tua ovelha.
Em alguns dias, estou sujo;
Em outros, estou doente.
Em alguns dias, me escondo;
Em outros, me revelo.
Sou uma ovelha ora mansa, ora agitada.
Sou uma ovelha ora perdida, ora reconhecida.
Eu sou Tua ovelha, Senhor.
Eu conheço a Tua voz. É que às vezes a surdez toma conta de mim.
Eu sou Tua ovelha, Senhor.
Não permitais que eu me perca que me desvie do teu rebanho.
Mas se eu me perder, eu te peço, Senhor.
Vem me encontrar.
Amém!

Extraído do livro Ágape do Pe. Marcelo Rossi, presente da amiga querida Tetê do Blog:
http://ma-nan-cial.blogspot.com.br/

VOA, MINHA LIBERDADE
(clique aqui por gentileza)


sexta-feira, 27 de abril de 2012

Pequenas Felicidades: AMOR DE AVÓ - 13




Netos são como heranças: você os ganha sem merecer. Sem ter feito nada para isso, de repente lhe caem do céu. É, como dizem os ingleses, um ato de Deus. Sem se passarem as penas do amor, sem os compromissos do matrimônio, sem as dores da maternidade. E não se trata de um filho apenas suposto, como o filho adotado: o neto é realmente o sangue do seu sangue, filho de filho, mais filho que o filho mesmo...

Cinquenta anos, cinquenta e cinco... Você sente, obscuramente, nos seus ossos, que o tempo passou mais depressa do que esperava. Não lhe incomoda envelhecer, é claro. A velhice tem as suas alegrias, as suas compensações — todos dizem isto embora você pessoalmente, ainda não as tenha descoberto — mas acredita.

Todavia, também obscuramente, também sentida nos seus ossos, às vezes lhe dá aquela nostalgia da mocidade. Não de amores nem de paixões: a doçura da meia-idade não lhe exige essas efervescências. A saudade é de alguma coisa que você tinha e lhe fugiu sutilmente junto com a mocidade. Bracinhos de criança no seu pescoço. Choro de criança. O tumulto da presença infantil ao seu redor. Meus Deus, para onde foram as suas crianças? Naqueles adultos que hoje são seus filhos, que têm sogro e sogra, cônjuge, emprego, apartamento a prestações, você não encontra de modo nenhum as suas crianças perdidas. São homens e mulheres - não são mais aquelas crianças que você recorda. E então um belo dia, sem que lhe fosse imposta nenhuma das agonias da gestação ou do parto, o doutor lhe põe nos braços um menino. Completamente grátis — aquela criancinha da sua raça, da qual você morria de saudades, símbolo ou penhor da mocidade perdida. Pois aquela criancinha, longe de ser um estranho, é um menino que lhe é "devolvido". E o espantoso é que todos lhe reconhecem o seu direito de o amar com extravagância; ao contrário causaria escândalo e decepção se você não o acolhesse imediatamente com todo aquele amor recalcado que há anos se acumulava, desdenhado, no seu coração.

Sim, tenho certeza que a vida nos dá os netos para nos compensar de todas as mutilações trazidas pela velhice. São amores novos, profundos e felizes que vêm ocupar aquele lugar vazio, nostálgico, deixado pelos arroubos juvenis. Aliás, desconfio muito de que os netos são melhores que namorados, pois que as violências da mocidade produzem mais lágrimas do que enlevos.

No entanto — no entanto! — nem tudo são flores no caminho da avó. Há, acima de tudo, a rival: a mãe. Não importa que ela seja sua filha. Não deixa por isso de ser mãe do seu neto. Não importa que ela ensine o menino a lhe dar beijos e a lhe chamar de "vovozinha", e lhe conte que de noite, às vezes, ele de repente acorda e pergunta por você. São lisonjas, nada mais.

Rigorosamente, nas suas posições respectivas, a mãe e a avó representam, em relação ao neto, papéis muito semelhantes ao da esposa e da amante dos triângulos conjugais.

A mãe tem todas as vantagens da domesticidade e da presença constante. Dorme com ele, dá-lhe de comer, dá-lhe banho, veste-o. Embala-o de noite. Contra si tem a fadiga da rotina, a obrigação de educar e o ônus de castigar.

Já a avó, não tem direitos legais, mas oferece a sedução do romance e do imprevisto.
Mora em outra casa. Traz presentes. Faz coisas não programadas. Leva a passear, "não ralha nunca". Deixa lambuzar de pirulitos. Não tem a menor pretensão pedagógica. É a confidente das horas de ressentimento, o último recurso nos momentos de opressão, a secreta aliada nas crises de rebeldia.

Uma noite passada em sua casa é uma deliciosa fuga à rotina, tem todos os encantos de uma aventura. Lá não há linha divisória entre o proibido e o permitido. Dormir sem lavar as mãos, recusar a sopa e comer croquetes, tomar café — café! — mexer no armário da louça, fazer trem com as cadeiras da sala, destruir revistas, derramar a água do gato, acender e apagar a luz elétrica mil vezes se quiser e até fingir que está discando o telefone.

Riscar a parece com o lápis dizendo que foi sem querer — e ser acreditado! Fazer má-criação aos gritos e, em vez de apanhar, ir para os braços da avó e de lá escutar os debates sobre os perigos e os erros da educação moderna.

Sabe-se que, no reino dos céus, o cristão desfruta os mais requintados prazeres da alma. Porém esses prazeres não estarão muito acima da alegria de sair de mãos dadas com o seu neto, numa manhã de sol. E olhe que aqui embaixo você ainda tem o direito de sentir orgulho, que aos bem-aventurados será defeso. Meu Deus, o olhar das outras avós, com os seus filhotes magricelas ou obesos, a morrerem de inveja do seu maravilhoso neto.

E quando você vai embalar o menino e ele, tonto de sono, abre um olho, lhe reconhece, sorri e diz: "Vó!", seu coração estala de felicidade, como pão ao forno.

E o misterioso entendimento que há entre avó e neto, na hora em que a mãe o castiga, e ele olha para você, sabendo que, se você não ousa intervir abertamente, pelo menos lhe dá sua incondicional cumplicidade e apoio... Além é claro das compensações....

Até as coisas negativas se viram em alegrias quando se intrometem entre avó e neto: o bibelô de estimação que se quebrou porque o menininho — involuntariamente! — bateu com a bola nele.

Está quebrado e remendado, mas enriquecido com preciosas recordações: os cacos na mãozinha, os olhos arregalados, o beiço pronto para o choro; e depois, o sorriso malandro e aliviado porque "ninguém" se zangou, o culpado foi a bola mesma, não foi, Vó?

Era um simples boneco que custou caro. Hoje é relíquia: não tem dinheiro que pague.
(Raquel de Queiroz)



"Quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim."





A idéia é toda sexta feira postarmos a nossa listinha inspiradora, pequenas coisas que contribuíram para a nossa felicidade...


Iniciativa do blog:






" A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido "
[Marxwell Maltz]

quinta-feira, 26 de abril de 2012

METADE DA VIDA COMO TAREFA ESPIRITUAL

METADE DA VIDA COMO TAREFA ESPIRITUAL




Um dos meus autores preferidos na atualidade tem sido ANSELM GRÜN.
Sempre que vou ao Mosteiro, Ir. Maria Águeda é a encarregada de me "integrar" e o mecanismo da leitura espiritual me compensa muitíssimo.
Hoje vou colocar em comum minhas anotações sobre a obra do autor acima citado, dentre tantas tão preciosas para mim:" METADE DA VIDA COMO TAREFA ESPIRITUAL".
NESTA FASE PERCEBO QUE acontecem MUDANÇAS, vem o abandono da ROTINA, muitas vezes a SEPARAÇÃO MATRIMONIAL, ocasionais DEPRESSÕES NERVOSASTRANSTORNOS PSICOLÓGICOS...
Mas é também tempo de CRESCIMENTO e MATURAÇÃO.
Se fizer um discernimento dos fatos, há como SITUAR-ME e ganhar CIRCUNSTÂNCIAS favoráveis FÍSICAS E PSÍQUICAS, mesmo quando possa haver DIMINUIÇÃO DE FORÇAS CORPORAIS E (muitas vezes) ESPIRITUAIS TAMBÉM.
A vida por si só requer nesta fase que haja PLANEJAMENTO DE NOVOS DESEJOS em contra partida com as NOSTALGIAS que se fazem imperativas...
DEUS está sempre PRESENTE NA "CRISE"... Disso eu tenho certeza absoluta.
Vejo que urge um maior empenho na liberação do AUTOENGANO, característica adolescente-juvenil da qual poderei me livrar definitivamente, com o auxílio da Graça Divina, já que outra época me é apontada.
Até os quarenta anos outra natureza domina o ser humano e, por suposto, a mim também .
É nesse novo modo de viver que o CONTATO COM O MEU ÍNTIMO ME FAZ ABANDONAR-ME, ENTREGAR-ME nas mãos do meu CRIADOR com maior ânimo e generosidade.
Tenho tentado combater em mim os zelos sem irradiação do amor e da bondade de CRISTO, o entusiasmo sem pedantismo e estreiteza. A pequenez interior, a falta de alegria, a auto justificação, fixação em princípios religiosos para "escamotear" a CRISE INTERIOR, ocultar a angústia da crise.
Percebo agora que criei IMAGENS DE MIM E DE DEUS, CONVULSÕES DO CORAÇÃO, PRINCÍPIOS FERRENHOS E ANGUSTIOSOS (ÍDOLOS), NARCISISMOS...
Aí DEUS intervém favoravelmente me desestabilizando, me tirando toda segurança, toda convicção.
ENCONTRO PESSOAL COM O SENHOR fica mais reluzente, mesmo nesta relação nova com este DEUS PERIGOSO, que me MOSTRA a VERDADE, OS MOTIVOS, QUE ME DESMASCARA, me fazendo ver meu antigo modo de ver tão semelhante ao dos FARISEUS.
Antes é como se tivesse bebido dos charcos a invés de inebriar-me da FONTE, antes passava sede, não tinha gosto em DEUS.
O ORGULHO, A OBSTINAÇÃO, A DUREZA DO JULGAMENTO, A "CONVERSA FIADA",O ATIVISMO RELIGIOSO... DEUS COMO UM ESTRANHO, UMA ANGUSTIOSA PERMANÊNCIA EM MIM MESMA, UMA VALORIZAÇÃO EM DEMASIA DO MEU PRÓPRIO EXECUTAR... Agora vejo, com maior clareza, que não devo confiar demasiadamente na PAZ, na RENÚNCIA, NO DOMÍNIO SOBRE MIM.

TUDO É GRAÇA!
Sinto ainda que, acima da confiança nos exercícios e atividades, meu maior desempenho agora é o CONTATO COM O FUNDO DE MINHA ALMA, antes uma CISTERNA SECA.
O auto conhecimento é uma exigência desta nova vida que se descortina.
Se no fundo de minha alma estou FRAGMENTADA, OBSCURECIDA, CHEIA DE MALDADE, COM COVARDIA E FALSIDADE, estou deveras ENCOURAÇADA. Me torno uma pessoa GROSSA, MACIÇA, NEGRA COMO A PELE DO URSO, quando me é indicada alguma falta, não ouço, rejeito observação na minha conduta, porque fica sendo IMPOSSÍVEL ROMPER TAL COURACEGA PELA MINHA PRÓPRIA FORÇA. Fico, a exemplo de Sara, PETRIFICADA. Fico FRACA, censuro o outro, condeno, critico.
O que posso fazer?
Deixar cair a TORRE DA CATEDRAL DA AUTO COMPLACÊNCIA, AUTOJUSTIFICAÇÃO, COM TODOS OS SEUS ANDARES.
Neste autoconhecimento estou colaborando com a Ação do ESPÍRITO SANTO em mim.
Surgem nesta época novas possibilidades: o CONSIDERAR E TESTAR, o FAZER, o ABSTER-ME, OS PENSAMENTOS FAVORITOS, os DESEJOS, as VERDADEIRAS RAÍZES.
Também há o DESAPEGO a papéis, às ocupações ou ofícios, às posses, às formas piedosas, à VOCAÇÃO DE "BOA CRISTÃ", à idolatria...
Parece-me que até agora vivi METADE SIM, METADE NÃO, ou seja NÃO POR COMPLETO.
Foram os revezes da vida, o tédio, o obscuro, o ser pobre, o ser débil, o orgulho e a mesquinharia, o inconsciente, a preguiça,o ilógico...
DEUS permitiu que vivesse eu à duras penas, com ações e omissões, com preguiça, com medo, com muita covardia, com falsidade até na oração.

SERENIDADE
Aparece então a CAPACIDADE DE ME ENTREGAR, A ABNEGAÇÃO, O AVANÇO POR DEUS EM MIM.
Deixo, com gosto, o mal, a obstinação, a arbitrariedade, o bom como inimigo do melhor, a prática das virtudes inferiores, almejo VIRTUDES MAIS ALTAS, PRÁTICAS MELHORES.
Mas sinto que NADA FOI INÚTIL.DEUS quer de mim o MAGIS para uma ESPIRITUALIDADE MAIS PROFUNDA, preciso sair dos monólogos cansativos, saborear o SILÊNCIO... e não devorar livros piedosos somente.

O escritor coloca um exemplo que me encantou muitíssimo: o da SERPENTE que, quando envelhece, fica cheia de rugas e cheira mal, busca lugar com pedras, desliza, deixa a "pele velha".
Minha natureza, por maior e melhor, que seja ficará envelhecida e com falhas.
Quando passei por entre as PEDRAS fiz em mim FERIDAS e EROSÕES.
DECISÕES me oprimiram, mas as ANGÚSTIAS ME AMADURECERAM E ME RENOVARAM.
Me sinto com uma sensação de ter sido raspada em minha natureza exterior (2 COR 4,10).
Então constato que A CRISE NÃO É PERIGOSA, DEUS SIM É QUE FICA MAIS PRÓXIMO DE MIM. Agora sei que se tomo as rédeas da minha própria crise impeço a DEUS de agir em mim e também a mim de REAGIR.

O MAIOR TEMOR ...

É a excessiva ligeireza para planejar a vida e à pratica. DESCONFIO DE TODA PASSIVIDADE POR MEDO DE SOLTAR AS RÉDEAS. Apenas "SUPORTO" a AÇÃO de DEUS, PASSO A PASSO... a PROVIDÊNCIA DIVINA, A ENTREGA DO MEU CORAÇÃO.
O NASCIMENTO DE DEUS EM MIM ...
Dentre PENÚRIA, APERTOS, DORES DO PARTO, eis que surge em mim, a MULHER NOVA, IMPOTENTE E FRACA, que está disposta a não ajudar a borboleta a romper tão depressa o casulo. Isto iria ser uma RUÍNA PARA MEU NASCIMENTO EM DEUS.
Aquela que admite a "crise" e deseja OUVIR O QUE DEUS QUER FALAR.
Eis uma nova fase: LAMENTAR, NÃO! DAR GRAÇAS, SIM!
Num ENFOQUE PSICOLÓGICO, ( segundo e autor) o PROBLEMA da METADE DA VIDA é RELIGIÃO X HOMEM DOENTE? Religião é CAMINHO sobretudo para a vida e para a saúde.
No ímpeto da "crise", a mente explora a "criança amuada" que há em mim e ACLARA A SITUAÇÃO PRESENTE, encontro o caminho PARA AJUDAR AQUI E AGORA.
Vão se resolvendo os CONFLITOS NEURÓTICOS, os problemas da IMPULSIVIDADE. Me vi nesse PROCESSO DE INDIVIDUALIZAÇÃO, como que num espelho, ficou em evidência a PERSONA, o ROSTO, a MÁSCARATUDO QUE FICOU EXCLUÍDO, REJEITADO VEIO À TONA. Mas também assimilei que cada qualidade tem seu oposto.
Há ainda a POSSIBILIDADE DE CULTIVAR A INTELIGÊNCIA, os IMPULSOS INFANTIS DE SENTIMENTALISMO vão se amenizando.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

PROBLEMAS DA METADE DA VIDA FREQUENTES ...



PROBLEMAS DA METADE DA VIDA FREQUENTES ...

.Tenho ainda dificuldade de enfrentar a RELATIVIZAÇÃO da minha própria pessoa
.Sinto imensa resistência em aceitar minha SOMBRA.
Então mais uma vez vem o Auxílio Divino para minha INTEGRAÇÃO( DA ÂNIMA E DO ÂNIMUS)Aceito com confiança a morte e o Encontro definitivo com DEUS.
Sei que pode brotar em mim a INSEGURANÇA, a PERDA DO EQUILÍBRIO, mas isto também me é útil... Traz contida a HUMILDADE que me capacita a escutar a VOZ INTERIOR, por mãos à obra e desenvolver a minha personalidade.
Examino meus "altos e baixos" com maior consciência: ódio x amor, falsidade x verdade, erros x convicções...
Experimento maior CONSCIÊNCIA SOCIAL. Descubro minha inteligência.
Sou capaz de PROJETAR e isto me causa FASCINAÇÃO, FORTES EMOÇÕES.
Não reprimo o humor, os AFETOS, as emoções, não me desculpo como se fosse fraqueza, como querem me incutir.
PERGUNTO AO MEU AFETO o que me quer dizer e acolho com carinho.
Peço constantemente ao SENHOR que não me deixe endurecer, não me permita ser fria, com atitudes estereotipadas, com perda de vivacidade, sem flexibilidade, enfim que eu viva plenamente a minha HUMANIDADE.Que todo cansaço, resignação, negligência, irresponsabilidade, tendência ao isolamento, seja trabalhado em mim, que eu me deixe ser modelada por DEUS e pelos "ANJOS TERRENOS" que Ele me presenteia sempre, nos quais encontro REFÚGIO!
Que eu não seja uma MÚMIA espiritual, com desencontros psicológicos de minha própria natureza!
Enfim que a ANGÚSTIA se afaste de mim!
Agradeço muito a
 DEUS por fazer parte de Comunidades lindas, e confessar determinadamente a minha agraciada filiação à Igreja Católica Apostólica Romana, a Igreja do meu Batismo ainda na infância, mas que nesta IDADE MADURA pude revisar com diligência e vislumbro um RENASCIMENTO ESPIRITUAL.

.

Aí vem os grandes desejos, AS PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS ESPIRITUAIS...mas começamos a experimentar que NÃO É POR ESFORÇO PRÓPRIO QUE SE ALCANÇA O FUNDO DA NOSSA ALMA.ESVAZIAR-SE!
DESPOJAR-SE!
DESNUDAR-SE!
...dos desenganos...das futilidades das nossas faltas...do sofrimento...dos vazios...da aridez...dos fechamentos em nós mesmos...

A CRISE ...

Como encarar com a mente e o coração abertos?
EXERCÍCIOS RELIGIOSOS, MEDITAÇÃO, ORAÇÃO PESSOAL, ORAÇÃO COMUNITÁRIA, CORO, DEVOÇÕES...x
falta de prazer, vazio, esgotamento, falta de paz... EXPERIÊNCIAS DE FRACASSOS ATÉ MESMO ESPIRITUAIS.
É TEMPO DE RECUPERAR A "DRACMA PERDIDA" e nesta procura, tirar coisa daqui, outra dali...ir remexendo até encontrar.


OBJETIVO DA CRISE
DEUS quer fazer algo de MAIOR em nós

A FUGA ...

Querer reformar o local em que vivemos, os outros, mudanças externas ao invés de nos REFORMAR-NOS. Nesta ocasião há uma possibilidade de entrar em nossa vida o ACOMPANHANTE ESPIRITUAL. É uma sugestão muito favorável.

A INIBIÇÃO ...
Aparece fortemente a "CAVALARIA DOS PRINCÍPIOS"' para ocultar a ANGÚSTIA INTERIOR que nos atinge de cheio.

Ficam incompatíveis as práticas religiosas, as orações diárias, se há dentro do nosso ser um endurecimento de coração, falta de amor, queixa demais, julgamento sobre fraquezas morais ou religiosas, sentimento de AUTO-PIEDADE, ou a soberba.

EXAMINARMO-NOS, CONSCIENTEMENTE, EIS A QUESTÃO!!!

terça-feira, 24 de abril de 2012

AMOR ÁGAPE (V)





Qual a minha sede??? Qual a nossa sede???


Sede de atenção???


Sede de amor???


Sede de reconhecimento???


Sede de paz???


Sede de felicidade???


Sede de uma história de vida com significado???

SENHOR,
Eu tenho sede
No caminho difícil da minha vida,
Eu tenho sede
Nos abandonos, nas perdas, nas incompreensões.
Eu tenho sede.
Na miséria dos meus pecados,
Eu tenho sede.
No  futuro que me amedronta,
Eu tenho sede.
No presente que me entristece,
Eu tenho medo.
Eu quero água, Senhor!
Eu quero água viva...
A água que me lava e me alimenta.
A água que me lembra o nascimento,o Batismo, o mar...
Eu quero a água viva que me mostra o mar de
possibilidades que eu tenho na vida.
Nada nem ninguém poderá me roubar o futuro.
Eu quero água viva.
Eu quero esse alimento, Senhor!

Extraído do  livro Manancial- presente da amiga querida Tetê do blog:


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Do que não preciso para ser feliz


Ao viajar pelo Oriente, mantive contatos com monges do Tibete, da Mongólia, do Japão e da China. Eram homens serenos, comedidos, recolhidos em paz nos seus mantos cor de açafrão.

Outro dia, eu observava o movimento do aeroporto de São Paulo: a sala de espera cheia de executivos dependurados em telefones celulares; mostravam-se preocupados, ansiosos e, na lanchonete, comiam mais do que deviam. Com certeza, já haviam tomado café da manhã em casa, mas como a companhia aérea oferecia um outro café, muitos demonstravam um apetite voraz. Aquilo me fez refletir: Qual dos dois modelos produz felicidade? O dos monges ou o dos executivos?
Encontrei Daniela, 10 anos, no elevador, às nove da manhã, e perguntei: “Não foi à aula?” Ela respondeu: “Não; minha aula é à tarde”. Comemorei: “Que bom, então de manhã você pode brincar, dormir um pouco mais”. “Não”, ela retrucou, “tenho tanta coisa de manhã...” “Que tanta coisa?”, indaguei. “Aulas de inglês, balé, pintura, piscina”, e começou a elencar seu programa de garota robotizada. Fiquei pensando: “Que pena, a Daniela não disse: ‘Tenho aula de meditação!’”
A sociedade na qual vivemos constrói super-homens e supermulheres, totalmente equipados, mas muitos são emocionalmente infantilizados. Por isso as empresas consideram que, agora, mais importante que o QI (Quociente Intelectual), é a IE (Inteligência Emocional). Não adianta ser um superexecutivo se não se consegue se relacionar com as pessoas. Ora, como seria importante os currículos escolares incluírem aulas de meditação!
Uma próspera cidade do interior de São Paulo tinha, em 1960, seis livrarias e uma academia de ginástica; hoje, tem sessenta academias de ginástica e três livrarias! Não tenho nada contra malhar o corpo, mas me preocupo com a desproporção em relação à malhação do espírito. Acho ótimo, vamos todos morrer esbeltos: “Como estava o defunto?”. “Olha, uma maravilha, não tinha uma celulite!” Mas como fica a questão da subjetividade? Da espiritualidade? Da ociosidade amorosa?
Outrora, falava-se em realidade: análise da realidade, inserir-se na realidade, conhecer a realidade. Hoje, a palavra é virtualidade. Tudo é virtual. Pode-se fazer sexo virtual pela internet: não se pega aids, não há envolvimento emocional, controla-se no mouse. Trancado em seu quarto, em Brasília, um homem pode ter uma amiga íntima em Tóquio, sem nenhuma preocupação de conhecer o seu vizinho de prédio ou de quadra! Tudo é virtual, entramos na virtualidade de todos os valores, não há compromisso com o real! É muito grave esse processo de abstração da linguagem, de sentimentos: somos místicos virtuais, religiosos virtuais, cidadãos virtuais. Enquanto isso, a realidade vai por outro lado, pois somos também eticamente virtuais…
A cultura começa onde a natureza termina. Cultura é o refinamento do espírito. Televisão, no Brasil - com raras e honrosas exceções -, é um problema: a cada semana que passa, temos a sensação de que ficamos um pouco menos cultos. A palavra hoje é ‘entretenimento’; domingo, então, é o dia nacional da imbecilidade coletiva. Imbecil o apresentador, imbecil quem vai lá e se apresenta no palco, imbecil quem perde a tarde diante da tela. Como a publicidade não consegue vender felicidade, passa a ilusão de que felicidade é o resultado da soma de prazeres: “Se tomar este refrigerante, vestir este tênis,¬ usar esta camisa, comprar este carro, você chega lá!” O problema é que, em geral, não se chega! Quem cede desenvolve de tal maneira o desejo, que acaba¬ precisando de um analista. Ou de remédios. Quem resiste, aumenta a neurose.
Os psicanalistas tentam descobrir o que fazer com o desejo dos seus pacientes. Colocá-los onde? Eu, que não sou da área, posso me dar o direito de apresentar uma su-gestão. Acho que só há uma saída: virar o desejo para dentro. Porque, para fora, ele não tem aonde ir! O grande desafio é virar o desejo para dentro, gostar de si mesmo, começar a ver o quanto é bom ser livre de todo esse condicionamento globocolonizador, neoliberal, consumista. Assim, pode-se viver melhor. Aliás, para uma boa saúde mental três requisitos são indispensáveis: amizades, auto-estima, ausência de estresse.
Há uma lógica religiosa no consumismo pós-moderno. Se alguém vai à Europa e visita uma pequena cidade onde há uma catedral, deve procurar saber a história daquela cidade - a catedral é o sinal de que ela tem história. Na Idade Média, as cidades adquiriam status construindo uma catedral; hoje, no Brasil, constrói-se um shopping center. É curioso: a maioria dos shopping centers tem linhas arquitetônicas de catedrais estilizadas; neles não se pode ir de qualquer maneira, é preciso vestir roupa de missa de domingos. E ali dentro sente-se uma sensação paradisíaca: não há mendigos, crianças de rua, sujeira pelas calçadas...
Entra-se naqueles claustros ao som do gregoriano pós-moderno, aquela musiquinha de esperar dentista. Observam-se os vários nichos, todas aquelas capelas com os veneráveis objetos de consumo, acolitados por belas sacerdotisas. Quem pode comprar à vista, sente-se no reino dos céus. Se deve passar cheque pré-datado, pagar a crédito, entrar no cheque especial, sente-se no purgatório. Mas se não pode comprar, certamente vai se sentir no inferno... Felizmente, terminam todos na eucaristia pós-moderna, irmanados na mesma mesa, com o mesmo suco e o mesmo hambúrguer de uma cadeia transnacional de sanduíches saturados de gordura…
Costumo advertir os balconistas que me cercam à porta das lojas: “Estou apenas fazendo um passeio socrático.” Diante de seus olhares espantados, explico: “Sócrates, filósofo grego, que morreu no ano 399 antes de Cristo, também gostava de descansar a cabeça percorrendo o centro comercial de Atenas. Quando vendedores como vocês o assediavam, ele respondia: “Estou apenas observando quanta coisa existe de que não preciso para ser feliz.”



Frei Betto é escritor, autor, em parceria com Luis Fernando Veríssimo e outros, de “O desafio ético”

INTELIGÊNCIA,VONTADE E LIBERDADE

INTELIGÊNCIA,VONTADE E LIBERDADE

Publicado em 22/11/2008 no http://espiritual-idade.spaces.live.com/


VOCÊ É DOTADO DE UMA INTELIGÊNCIA, COM A QUAL PENSA, REFLETEPLANEJA. VOCÊ É DOTADO DE VONTADE COM A QUAL QUER OU NÃO EXECUTAR O QUE SUA INTELIGÊNCIA LHE PROPÕE, COM ELA VOCÊ AGE OU CRUZA OS BRAÇOS.

ALÉM DISSO, VOCÊ É DOTADO DE UMA SENSIBILIDADE QUE O FAZ VIBRAR COM AS COISAS, OS ACONTECIMENTOS, AS PESSOAS OU DETESTÁ-LAS; SENTIMENTOS DE ALEGRIA OU DE TRISTEZA, DE PAZ OU DE ANGÚSTIA, DE ÓDIO OU DE AMOR, DE ÂNIMO OU DESÂNIMO. COM TUDO ISSO, VOCÊ É UM SER CRIATIVO, É CAPAZ DE CRIAR UMA REALIDADE NOVA!

TODO AQUELE QUE CRIA ALGUMA COISA, A CRIA PARA UM FIM: CRIA-SE UMA CASA PARA MORAR NELA. ALÉM DISSO, AQUELE QUE CRIA, AO REALIZAR O PROJETO, DESEJA QUE A EXECUÇÃO DO PROJETO CORRESPONDA EXATAMENTE AO QUE ELE IMAGINOU. VOCÊ FICARIA ABORRECIDO SE O PEDREIRO ALTERASSE A FACHADA DA SUA CASA, MUDASSE A DISTRIBUIÇÃO INTERNA DOS CÔMODOS, ETC.

NA NOSSA FÉ, AFIRMAMOS QUE DEUS TEM UMA INTELIGÊNCIA E UMA VONTADE E É SOBERANAMENTE LIVRE. ALÉM DISSO, AFIRMAMOS QUE DEUS CRIOU O MUNDO E O HOMEM. COM SUA INTELIGÊNCIA CONCEBEU UM BELO PROJETO DE CRIAÇÃO E COM SUA VONTADE O EXECUTOU. VOCÊ JÁ PENSOU ALGUMA VEZ NESSE PROJETO DE DEUS PARA O HOMEM NO MUNDO? COMO O CONCEBEU? COMO O SONHOU? O QUE ELE QUERIA PARA O HOMEM AO CRIÁ-LO?

DEUS CONCEBEU AS RELAÇÕES DO HOMEM DA SEGUINTE MANEIRA:
EM RELAÇÃO A DEUS, O HOMEM É CHAMADO A SER FILHO QUE VIVE NA SUA AMIZADE E INTIMIDADE, ACEITANDO SUA CONDIÇÃO DE CRIATURA E SUAS LIMITAÇÕES, OBEDECENDOFILIALMENTE AQUELE QUE É A FONTE DE SUA EXISTÊNCIA E O FAZ EXISTIR, MAS UMA OBEDIÊNCIA SEM TEMOR, SEM MEDO, RESPONDENDO AO AMOR DE SEU PAI.

EM RELAÇÃO AOS OUTROS, O HOMEM É CHAMADO A SER IRMÃO, A RELACIONAR-SE COM SEU PRÓXIMO NO AMOR, UMA VEZ QUE TODOS SÃO FILHOS DO MESMO PAI, AMADOS POR ELE, NÃO DEVERIA HAVER DOMINAÇÃO DE UNS SOBRE OS OUTROS, NEM OPRESSÃO, NEM INJUSTIÇAS, NEM ÓDIO ENTRE OS FILHOS DE DEUS.

EM RELAÇÃO AO MUNDO, O HOMEM É CHAMADO A SER SENHOR. DEVERIA SUBMETER O MUNDO COM SEU TRABALHO, DEVERIA SER O REPRESENTANTE DE DEUS NO MUNDO, DE SORTE QUE DEUS CONTINUASSE, ATRAVÉS DO HOMEM AGINDO E CRIANDO. SER IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS EXPRIME TAMBÉM ESSA VOCAÇÃO AO SENHORIO, A SER LIVRE DIANTE DE TODAS AS CRIATURAS.

O HOMEM É CHAMADO A VIVER ESSA TRÍPLICE DIMENSÃO DE FILHO, IRMÃO E SENHOR, PELO SIMPLES FATO DE SER CRIATURA E DE SER HOMEM. RESPONDENDO A ESSA TRÍPLICE VOCAÇÃO, O HOMEM SE REALIZA PLENAMENTE.

AGORA QUE VOCÊ COMPREENDEU MELHOR O SONHO DE DEUS, O PLANO DE DEUS SOBRE O HOMEM, ENTRE MAIS PROFUNDAMENTE NO MISTÉRIO PELA ORAÇÃO.

"Muitos sabem falar de Deus. Alguns até sabem falar com Deus. Mas, quase ninguém sabe calar perante Deus para que Deus lhes possa falar". 

domingo, 22 de abril de 2012

Oração para o Domingo- Amor Ágape (IV)




O meu coração estava duro como pedra devido ao sofrimento 
Quando, diante dos meus olhos, se levantou a claridade suave duma estrela 
E me guiou, fiel, e eu segui-a, primeiro com passos tímidos, depois mais seguros. 
E cheguei por fim à porta da Igreja, 
Que se abriu, e pedi para entrar. 
Fui acolhida pela Tua bênção proferida pelo Teu sacerdote. 
No seu interior sucedem-se as estrelas,  
Estrelas de flores vermelhas que me indicam o caminho até Ti, 
Que a Tua bondade permite que me conduzam no meu caminho até Ti. 
O mistério que me faltava guardar, escondido no íntimo do coração, 
Agora posso finalmente anunciá-lo em alta voz: 
Eu creio, e confesso a minha fé! 
O sacerdote conduz-me aos degraus do altar, 
Inclino a cabeça, e a água santa escorre pela fronte abaixo. 


Senhor, será possível renascer uma vez passada metade da vida (Jo 3,4)? 
Assim o disseste, e para mim tornou-se realidade. 
Já não sinto o peso das faltas e das minhas penas dessa vida longa. 
De pé, recebi sobre os ombros o manto branco, 
Símbolo luminoso da pureza. 
Trouxe à mão o círio cuja chama anuncia a Tua vida santa a brilhar em mim. 
E o meu coração transformou-se na manjedoura que por Ti espera. 
Por pouco tempo! 
Maria, Tua Mãe, e também minha, deu-me o nome. 
À meia-noite depõe no meu coração o seu bebé, recém-nascido. 
Oh! Não há coração humano que possa imaginar 
O que Tu preparas para aqueles que Te amam (1Cor 2,9). 
És meu para sempre e nunca Te deixarei. 
Seja qual for o caminho que venha a trilhar estás sempre comigo. 
E nada mais poderá separar-me do Teu amor (Rm 8,39).


Presente da amiga querida Tetê do Blog:
http://ma-nan-cial.blogspot.com.br/




Extraído do livro Manancial do Pe. Marcelo Rossi










FILA DE ESPERA 
(clique aqui, por gentileza)




sábado, 21 de abril de 2012

ORAÇÃO PARA O SÁBADO - Amor Ágape (III)


SENHOR,

Eu sei que me conheces e sabes dos meus problemas.
Eu sei que me acompanhas mesmo quando eu me perco.
Eu sei que quando tudo me falta o Senhor está comigo.
Eu sei que Tu me deste uma Mãe Maria.
A Tua Mãe é  a minha Mãe.
Maria, na simplicidade de sua presença, nunca esteve ausente. Nos momentos em que a angústia atormentava as celebrações da vida, ela soube reconhecer e interceder.
Por isso eu peço, ó Mãe, intercede por mim.
Quando o vinho acabar, intercede por mim.
Quando algumas coisas faltar, intercede por mim.
Quando eu me perder, intercede por mim.
Quando eu pecar, intercede por mim.
Quando eu deixar de amar, intercede por mim.
Senhor amado, obrigado pela Mãe que nos destes.
É mais uma prova de teu imenso amor.
Cuide de nós.
Amém!

Do livro Ágape... presente da querida amiga Tetê do blog:
http://ma-nan-cial.blogspot.com.br/


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Pequenas Felicidades (11)



Eis que lhes apresento as minhas sobrinhas netas...



O meu pai amado era trigêmeo:


Algum dos descendentes tinha que herdar essa bênção multiplicada...


Sophia e Vitória... só não me perguntem qual é qual...
Lindinhas, não é???

"Quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas, e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim."
(Cecília Meireles)

Participando da iniciativa feliz do Blog:





A idéia é toda sexta feira postarmos a nossa listinha inspiradora, pequenas coisas que contribuíram para a nossa felicidade...

Iniciativa do blog:



" A felicidade é um bem que se multiplica ao ser dividido "
[Marxwell Maltz]





quinta-feira, 19 de abril de 2012

EU SOU ÚNICO

EU SOU ÚNICO

Publicado em 23 de novembro de 2008 no http://espiritual-idade.spaces.live.com/



"CADA UM É CRIADO E AMADO COMO SE FOSSE O ÚNICO. EIS UMA LEI FUNDAMENTAL DA VIDA. CADA UM É ELE MESMO, POSSUI SUA IDENTIDADE, COMPLETAMENTE PESSOAL, SUA PRÓPRIA MISSÃO E DIRECIONAMENTO. A DIFERENCIAÇÃO, A SINGULARIDADE DOS SERES HUMANOS É UM PRINCÍPIO ESSENCIAL, POIS FUNDAMENTA NOSSA RELAÇÃO COM DEUS, BEM COMO NOSSA IDENTIDADE, NOSSO FUTURO. É O NOSSO PONTO DE PARTIDA, NOSSA ÂNCORA, NOSSO CONSOLO, A BOA-NOVA, A NOSSA SEGURANÇA ESSENCIAL.

CADA UM DE NÓS É ACOLHIDO POR DEUS COMO O BEM-AMADO; É CHAMADO SEU FILHO, CONHECIDO PELO NOME, GRAVADO SOBRE A PALMA DE SUAS MÃOS. CADA UM É PRECIOSO A SEUS OLHOS, SEM EXCEÇÃO. ESSE AMOR É DADO POR INTEIRO, SEM COMPARAÇÃO, NEM MÉRITO, NEM PREFERÊNCIA. QUAISQUER QUE SEJAM NOSSA CONDIÇÃO, NOSSO PASSADO, NOSSA FORMA DE ENFERMIDADE OU DE MORTE, O AMOR ESTÁ LÁ, À NOSSA ESPERA, SEM RUPTURA, SEM INTERRUPÇÃO NEM ABANDONO, ACOLHENDO NOSSAS FRAGILIDADES, NOSSA VULNERABILIDADE, NOSSAS DORES, NOSSAS QUEDAS COM TERNURA.

PODEMOS ABRIR A ESSE AMOR A TOTALIDADE DE NOSSA HISTÓRIA, SEM RECEIO DE JULGAMENTO, DE REJEIÇÃO, DE CONDENAÇÃO. SOMOS ENCONTRADOS, CONTEMPLADOS, ESCUTADOS, NO ÂMAGO DE NOSSO DESÂNIMO, COMO UM DOS INÚMEROS ENFERMOS QUE JESUS CURA EM MEIO À MULTIDÃO.

CHOREMOS, REPOUSEMOS A NOSSA CABEÇA SOBRE O CORAÇÃO DO PAI, MESMO SE ESTAMOS SUJOS E EM PEDAÇOS, HUMILHADOS E ENVERGONHADOS, FRACASSADOS, CONFUSOS OU ESGOTADOS.

O PAI VIGIA À ESPERA DE NOSSO RETORNO, CORRE AO NOSSO ENCONTRO, TOMA-NOS NOS BRAÇOS, NUM LONGO ABRAÇO, E CELEBRA UMA FESTA, POIS É GRANDE A FESTA, MESMO POR UM ÚNICO FILHO QUE VOLTE. PERMITIR O ENCONTRO, DEIXAR-SE TOCAR, RESTAURAR POR ESSE AMOR É O PRIMEIRO PASSO, A PRIMEIRA DESCOBERTA FUNDAMENTAL."

(SIMONE PACOT, A EVANGELIZAÇÃO DAS PROFUNDEZAS)



"Compreender que há outros pontos de vista é o início da sabedoria."
Campbell



AOS AMIGOS,A SORTE E A BELEZA DO SAKURÁ!


Com o fim do inverno no Japão, a primavera vem radiante com as flores de cerejeiras, o SAKURÁ, como os japoneses a conhecem. Essas fotos são de minha autoria e aproveitei o intervalo de almoço de meu serviço para "ser fotógrafo por um dia" para os meus queridos amigos do blog. As flores de cerejeiras, que na verdade não produzem cereja, o SAKURÁ, como alguns já sabem, são flores efêmeras, geralmente elas nascem no período de abril, entre os dias 10 e vão até o dia 18 ou 20 no máximo, logo a chuva ou o vento forte acabam com as flores, ficando apenas o broto de folhas, que logo nascerão com um verde bonito mostrando essas metamorfoses que a natureza nos proporciona.

Mas ao tempo em que eu olhava para as flores do SAKURÁ, lembrei dos meus amigos do blog.Pensei comigo, bem que eu poderia de uma certa forma homenageá-los... Pelo menos aqueles mais assíduos às minhas postagens e que sempre entenderam meus posts...mas como fazer?

Então, tive a ideia a seguir... Vamos às fotos???








Aqui, o sol quer agraciar a presença dos amigos dos blogs   ORVALHO DO CÉU


Mimo do amigo do Blog:
Seja muito abençoado e feliz!!!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Vamos esquecer um livro??? DIA NACIONAL DO LIVRO





Trecho do Livro infantil de histórias Bíblicas sobre Jesus do autor Sally Lloyd-Jones:
“Deus escreveu: ‘Eu te amo! ’. Ele escreveu no Céu, e na terra, e debaixo do mar. Ele escreveu esta mensagem em todo lugar! Deus criou todas as coisas em seu mundo para refleti-lo como um espelho. Para mostra-lo como Ele é, para nos ajudar a conhecê-lo, para nossos corações cantarem... E Deus se exprimiu em palavras, e as colocou em um livro chamado ‘a Bíblia".

DEUS É AMOR!!!

Em primeiro lugar, devo confessar que essa Blogagem Coletiva me é muito estimada...
Falar de leitura de livros é o meu forte... o cotidiano do meu viver...
Quando faço Retiros ou vou para o Mosteiro me recolher... (tenho fama de "devoradora" de livros)...
Não me sinto bem sem ter algum livro de cabeceira...
Aprendi muito ao longo da vida desde os cinco aninhos...
Tenho certeza de que aprenderei muito mais...
Sinto hoje em dia que a relação com os livros favorece a minha relação com o próximo e com Deus...
Inclusive, sob esse ponto de vista, temos, atualmente, uma frase chave que reflete bem o que lhes falo, com carinho de alma:
"Vamos fazer uma leitura disso que aconteceu"... "Precisamos fazer uma leitura de tal fato..."
E assim segue a forma de expressão interessante pois assim é que é: Fazer leitura de tudo e de todos (comportamental: para mais AMAR E SERVIR)...
A leitura me fornece elementos para eu abrir os meus horizontes fechados... em todos os níveis do meu viver... alargar a minha estreita visão de tudo e de todos... sobretudo de mim mesma...
Em seguida, saborear cada palavra... partir para a prática da mesma nas suas variantes: a da palavra por si só e a da Palavra... destacadamente...

HOJE, OFERECEREI AO MEU PRÓXIMO, A PALAVRA MAIOR...


Com muito carinho...

Deixo, a título de enriquecimento para os novos adeptos da  Coletiva, as minhas primeiras postagem sobre a Campanha... preciosa... no meu modo de ver e sentir as coisas:

http://www.idade-espiritual.com.br/2010/11/dia-de-esquecer-um-livroum-homem-saiu.html

http://www.idade-espiritual.com.br/2011/04/dia-de-esquecer-um-livro.html

http://www.idade-espiritual.com.br/2011/11/vamos-esquecer-um-livro.html



Esse meu netinho teve bem a quem puxar...
E o mais velhinho, presentei-o com livros de Ciências e ele agradecerá...
Veia literária paterna herdamos.... Que herança!!! Ele (meu papai amado e saudoso) declamava como ninguém e com quê expressividade!!!

Onde deixarei a Palavra de Deus???
Aqui: (onde vou diariamente)...




Bíblia Sagrada- Edições Ave Maria (para orar é a melhor Edição para mim)... já para o Estudo, eu prefiro a Bíblia de Jerusalém ou a Ecumênica...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...