domingo, 9 de setembro de 2012

À flor da Pele (II)


Ainda continuando o livro intitulado: À flor da pele...
(Antônio Gil Neto e Edson Gabriel Garcia)
Foi presente de Pandora:
http://elfpandora.blogspot.com.br/


O amor é esse sentimento, esse algo sentido e não tão muito pensado, que expõe nossa fraqueza, nossa solidão, nosso destino de incompletos... Só assim o amor faz sentido, quando completa o que temos falta...

O amor: sentimento de presença, saudade, insatisfação, complemento...

Amor pós moderno: tudo fora do lugar...  sem começo... sem fim... fragmentos e fragmentos...

A linda menina dos olhos alegres descobre que o "Ju" realmente mente, apesar dele negar...

"Ente os isósceles, escalenos e equiláteros estamos nós... na matemática da vida... mas sentindo um desses vértices do triângulo do amor.

História despedaçada que só ao ler o livro até o final se compreende e surpreende...
Conta a história de uma espécie de diário com anotações de pessoas, recortes de jornais, revistas, poemas...

As compilações da complexa sentença matemática eram infinitamente mais tranquilas e mais palatáveis do que as compilações das amorosidades não resolvidas...


2 comentários:

  1. A Pandora realmente tem um bom gosto para presentes. A mensagem na sua imagem tinha que ser lida por outra blogueira que visitei hoje, ela está bem confusa.

    ResponderExcluir
  2. Olá amiga. Que coisa mais linda. Beijos.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...