terça-feira, 17 de julho de 2012

O Menino do Dedo Verde - Tistu (II)


Li um livro de auto estima dos mais tidos em conta na questão de Espiritualidade que me encantou pela simplicidade da mensagem dita como tanta veemência:
O Menino do Dedo Verde- Maurice Druon- tradução de D. Marcos Barbosa

A vida, afinal, é a melhor escola que existe...
Vida nova... sol se põe a brilhar de novo...
A coisa se passa por dentro da pele: é o que se chama de talento oculto... Só o especialista é que descobre...
O melhor é não falar nada para ninguém. Que adianta despertar curiosidade ou inveja??? Os talentos ocultos, em geral, trazem aborrecimentos...
A ideia que se instala em uma cabeça em breve se torna uma resolução. E uma resolução só nos deixa em paz quando a pomos em prática...
As pessoas grandes têm a mania de querer, a qualquer preço... explicar o inexplicável... cansa guardar um segredo ultimamente... Pena!!!
Quando a gente está feliz, sente vontade de dizê-lo e até mesmo de gritá-lo...
As flores não deixam o mel ir adiante!!!


E o que é um flagelo?
Perguntou Tistu...

-Um flagelo é uma desgraça que atinge muita gente ao  mesmo tempo...

Como a gente sabe se é infeliz???
É preciso ter sido feliz primeiro!!!

Com a gente sabe, é preciso que deseje ver o dia seguinte... Um flor, com sua maneira de abrir-se... de improvisar surpresas, poderia talvez ajudá-la... uma flor que cresce é uma verdadeira advinhação... que recomeça na noite... Um dia ela entreabre um botão... noutro dia, desfolha uma pétala... Talvez essa menina esqueça doenças, esperando a cada dia uma surpresa...

A medicina não pode quase nada contra uma pessoa triste. Aprendi que para  a gente sarar é preciso ter vontade de viver.
Pílulas de esperança...
É que, para cuidar direito dos homens, é preciso amá-los bastante.
As pessoas grandes têm ideias preestabelecidas e não imagina que possa existir outra coisa além daquilo que já sabe...

Logo, deve ser Tistu...
Vamos vigiá-lo!!!


  

2 comentários:

  1. Vou tentar encontrar esse livro...Fiquei curiosa!
    Beijo
    Graça

    ResponderExcluir
  2. Ó amiga, lembrar de Tistu e seu dedo verde! Nossa há quanto tempo eu o li, encantada, maravilhada, mas acabei esquecendo quase tudo. Esse dias comentei com Lucinha que ela tinha o dedo verde. Grande abraço e saudade também!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...