terça-feira, 18 de outubro de 2011

Tem Colo Quando Necessita?




VOCÊ TEM COLO QUANDO NECESSITA?

Já sentiu dor
Muita dor...
Dilacerante
Cortante
Penetrante
Com um espada de dois gumes?

Teve que sorrir para todos ao redor
Mesmo assim?


Carregou com você
Uma só pessoa
(E foi-se embora para longe por um tempo hábil)
Insubstituível
Que nos conhece o coração
(E arrisco dizer: vai perto da sua alma...)
Que nos abraça
Nos consola
Nos envolva
Nos embala como uma mãe
Porque nos compreende
Sente conosco?
Ri e chora junto
Quando desolados
Sem chão
Estamos?

Eu sim!
Graças a Deus que a tenho...

Amiga, uma expressão máxima do AMOR DE DEUS...
Por seus filhos desconsoladíssimos
Nas agruras do cotidiano,
Surpreendente
Estafante
Dilacerante
Sem mais nem menos
Invasivo
Como uma dinamite
Inesperada
Bombas atômicas na atualidade...

Mas ainda assim,
Percebo
Sinto, porque amo
Compreendo razões
Oro
Confio
Espero
Não desespero
Sou força viva
De paz interior
Em meio às lágrimas
Que escorrem
Mesmo que sejam estancadas na marra
Pela força do Poder divino...

AMOR, bomba atômica contra o mal...
Amo
Sou amada
E por esse grande AMOR
PASSO, então, A SER COLO PARA OS DEMAIS...
Pois Deus é AMOR!

Promessa 

Não desanimes por me veres ao lado
Triste como um ribeiro que secou.
Isto passa,
Podes ter a certeza.
Basta o degelo começar...
O poeta é uma graça
Da natureza:
Há de sempre cantar.
Arranja, pois, as jarras da alegria,
E vai sorrindo já dos meus desleixos...
Eu volto a rolar seixos

Qualquer dia.
(Miguel Torga)

7 comentários:

  1. Todos podemos ter esse colo...E quem tem inveja apenas perde tempo e faz mal pra si próprio...beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  2. Quem tem mãe, tem colo, consolo, amizade, torcida, apoio, e quem tem Deus tem tudo isso, com ou sem mãe.
    Somos abençoadas, Deus cuida de nós, sempre.
    bjus

    ResponderExcluir
  3. lindo Rosélia....beijos e otima semana

    ResponderExcluir
  4. Rô,
    na poesia de Torga,e na tua tbém, vê-se o Amor fazendo ninho, embalo, carinho, colo querido e tão precioso em qualquer fase da vida.Feliz quem o têm, feliz quem o oferece, pois uma extensa rede de Amor tece.
    E vc, transborda esse sentimento em atos e palavras sempre doces e carinhosas.Sinto-me abraçada a cada comentário que trocamos e agradeço cada palavra acolhedora que vc me dedicou.A boa sintonia nos aproximou, nos favoreceu com aprendizagens mútuas e constantes.
    Obrigada pelo carinho. Obrigada pela ótima proposta da BCFV que aproximou tantas almas afins.
    Bjos mil, coração,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. Um colo de máe...maravilhoso, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  6. Oi Rosélia...
    Sabe, isso mexeu comigo.
    Hoje eu tenho colo, mais das amizades virtuais que tenho, mas nos momentos em que mais precisei, de maior sofrimento, não tive não...
    A não ser de N.Sra.Aparecida em que sou devota de Nosso Jesus, que sempre cuidou de mim.
    Mas pra falar a verdade, isso me bastou, porque sempre segui o caminho do bem, não tenho raiva, nem mágoa, nem rancor, nem dor... só amor.

    Obrigada, querida, pelo lindo post.

    Vc é uma luz em nossa vida!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  7. Querida Rosélia Orvalhinho!
    Você tem sorte por ter um ombro amigo e saber usá-lo.
    Há momentos na vida da gente que devemos fazer justamente isso, buscar o carinho e energia que nos oferecem, com delicadeza sempre.
    beijos cariocas

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...