quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Erotismo - Dengue Espiritual


O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: É PROIBIDO "FAZER AMOR "SEM AMOR...

Eis alguém que nos "fere"... para o "mal" de amor... mas esse não erra.. não vive flechando à toa! Esse atinge a nossa essência... e nos dá vida longa!
Jo 10, 10 (conferir)



Para TODO mal reinante.. existe o Deus do Impossível que nunca dorme eternamente..

Amigo, Bond, aqui nesta caixinha contém o meu voto de felicidade para os seus blogs e que tem essa blogagem como festa de aniversário de 3 anos... Parabéns!


Hoje, o amigo do Blog:

http://007conexaoblogs.blogspot.com/



Promove uma interação sobre a Dengue...
Com o meu blog focaliza a questão espiritual... vou tentar fazer uma conexão com o Tema do Bond...
Assim que faço a opção pela DENGUE ESPIRITUAL...
Poderia abranger o Tema de várias maneiras... mas optei pelo EROTISMO...
A dengue por si só mata o corpo...
E o EROTISMO mata a alma...
Fico impressionada com a atual epidemia de sexo sem amor...
Não se doa o coração... somente o corpo numa forma frenética de seguir os instintos... o egoísmo do prazer do corpo pelo corpo... uma instigação à saúde pública sim... pois ninguém mais respeita o sentimento do outro... se deseja e pronto!
Não há mais o conhecimento do outro... da sua essência... respeito pelo corpo como Templo do Espírito Santo de Deus...
Um corpo pode se doar a um só... ao que se ama... ao "objeto" do seu amor... ao seu companheiro de alma...
Às almas casadas, Deus concede um prazer indelével...
Deus nos quer felizes em todos os níveis do nosso viver...
Mas o erotismo reinante compromete a saúde pessoal e social... a do próprio eu... é fatal!!!
Ficamos como que epidêmicos do amor verdadeiro...
No amor, ambos se doam pelo bem comum...
No erotismo... cada um é pelo seu instinto tão somente...
A dengue está matando e o erotismo desenfreado também... pervertendo crianças, jovens, adultos, pais e mães de família...
Não se respeita ao menos o compromisso que o outro tenha com outra pessoa... é dar vazão ao que se sente não mais...
Não se procura alguém livre para amar...
Se "dá em cima" ferrenhamente...
Com o tal mosquito perturbador, o erotismo vem se alastrando de tal modo... que se não tivermos cautela... vamos ser atingidos em nossa casa... no âmago do nosso ser também...
Para o combate da dengue habitual há cuidados específicos...
Para o combate do erotismo é procurar atingir (doar-se) o coração... é doação pura!!! Compreensão do outro e dos motivos do outro...
Mas ágape e menos Éros...
Tem par para todos... não é preciso esse desespero que toma conta do mundo... é, portanto, epidemia mundial a questão em foco... tanto no sentido literal como no que desejo abarcar...
Fases não são mais respeitadas... conhecimento anterior... um flechar do coração... um encantamento típico dos que se amam...
Nisso ninguém pensa... se age pela mente pervertida não mais...
Tudo na vida se pode estar sob controle...
Até mesmo o sexo...
Há que se reagir e fazer Opção de vida: se o alvo é livre... o sinal se torna verde para o AMOR verdadeiro...
Se encontra o par perfeito pedindo a Deus em ORAÇÃO... não se bastando por si mesmo...
Deus é fiel e nos quer imensamente felizes sem epidemia de forma alguma...
Sem contaminações... (como as que sabemos bem que se ramificam em nós e fora de nós)...
Como evitar que a epidemia não se alastre ainda mais e tome conta de nós também...
Examinando, detidamente, os passos do coração... vendo o início... o meio e o fim (antecipadamente) dos nossos sentimentos...
Se tendo prudência... se detendo ao compasso do coração... Ele bate "descompassadamente" e regularmente? Bom sinal! Ele não bate acelerado à toa...
Mas... é de Deus a causa aparentemente tão boa??
Oração e discernimento... são as "vacinas" para o atual mal... como convém aos que temos inteligência, vontade e sensibilidade...
Um bom exame de consciência para todos nós e Boa sorte no Amor... na saúde de um modo em geral do nosso ser por inteiro... inclusive a do nosso coração...
O meu?
Está muito bem, graças a Deus! Sem epidemia alguma... ele bate feliz e serenamente... me fazendo intensamente feliz... A "contagem de plaquetas" está no limite certinho...
Ele foi tocado na sua profundeza... e não há o que temer...
Somos seres humanos e não há que desumanizarmo-nos por imprudência alguma... por aparência... vamos perceber o compasso do nosso coração... devagarzinho...
DEUS FALA PELO NOSSO CORAÇÃO...
E assim... vamos rumo aos embates de nós e do nosso redor...
Urge um combate espiritual... emocional... social!
Sejamos felizes e abençoados os que somos tocados pelo mosquitinho que marca... hoje chamado de mosquito da dengue e aqui no caso... fazendo uma ligação com o Tema do amigo Bond:
Nosso mosquitinho deve ser o cupido tão correto que atira flechas certeiras... e não fica por aí errando no alvo e estraçalhando corpos e corações...
Viva a saúde da mente e do corpo...
Tudo em perfeita harmonia... como a Deus lhe agrada...



9 comentários:

  1. Amiga, eu sou nova, mas com pensamento de antigamente. Não consigo entender as pessoas que ficam juntas por uma noite apenas por atração... Eu casei com meu primeiro namorado, o único da minha vida e não me arrependo. Prefiro viver o amor abençoado por Deus e ser feliz :)

    Não sinto falta de ser solteira, como muitas fazem. Saem, se mostram com roupas minúsculas, beijam qualquer um... Não consigo entender.

    Beijo querida!

    ResponderExcluir
  2. Rosélia!

    Achei excelente essa abordagem, e mais especialmente, esta associação que você fez.
    Essa epidemia, que tem se alastrado, dá nojo. Às vezes sinto pena dessas pessoas que vivem o sexo desenfreado, se portando como se fossem animais, ou puramente objetos, que passam de mão em mão.
    Até as crianças, o que acho um crime, estão sendo envolvidas nessa loucura.
    Meu Deus, fico a pensar, o que leva as pessoas a se exporem tanto, e a se animalizarem como tem ocorrido? A situação é muito séria...
    Os jovens são os mais atingidos, principalmente se não tiverem uma família estruturada, pois, as seduções são inúmeras e das mais atraentes possíveis.

    Abraços fraternos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  3. Rosélia

    Boa tarde

    agradeço a sua participação na Blogagem coletiva sobre a DENGUE.

    Um abraço

    Muita Paz

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga...dá uma boa reflexão...um tema polêmico...tão banalizado nesses novos tempos, principalmente nas novas gerações, onde o sexo se sobrepõe aos sentimentos...
    Um abraço na alma...
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Atualmente a maioria das pessoas estão dando mais valor ao desejo, pois não conhecem o amor. Pensam em ficar, acreditando que estão realizando o amor. Um dia se descobrirem o amor verdadeiro verão como estavam enganados.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite, Rosélia
    Voltei de férias e já publiquei um post no passado domingo.
    Gostei muito de ler seu texto, com o qual concordo em absoluto.
    O amor banalizou-se de tal modo que perdeu toda a sua essência e valor. Aliás, não considero isso AMOR, mas uma forma disfarçada de desejo carnal, que não envolve sentimentos.


    Uma semana muito feliz. Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Roselia
    O amor vai ultrapasar os limites do erotismo. Eu vejo isto em muitos jovens!
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  8. O mundo está vulgar e sem preço algum. Ninguém mais se dá o valor ou o respeito. Onde esse mundo vai parar? O mundo fica onde está. Onde essas pessoas vão parar é que é a pergunta que não quer calar.
    Só Deus sabe!

    Beijos, Rosélia querida!

    ResponderExcluir
  9. Rô eu estava curiosa prá saber como estava o seu post pois de primeiro não consegui achar relação entre a dengue e o erotismo, mas você foi inspirada por Deus! O erotismo é a epidemia do mundo atual! Um post brilhante, minha amiga! Bjks Tetê (já recolhi os pedacinhos do meu coração, mas ainda não consegui me perdoar por não ir ao encontro!)

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...