segunda-feira, 11 de julho de 2011

Nicola, a que Vivia só





NUMA TARDE DE...
... Domingo ensolarado porém friento...
Conheci Nicola...

Não foi um voo rasante, acreditem!
Na vida, cada um segue o seu rumo... a vida é como um imenso jardim...
Nascer
Comer
Crescer
Construir "ninhos"...
Ficar exausta
Adormecer
Acordar
Rumar para uma nova fase...

uma época em nosso viver que sentimos ser necessário encontrar um "abrigo"...
Construir um "casulo"
Ser tecelã do próprio destino... com fios mais que resistentes...
necessidade de "proteção" na nova fase de transformação...
Bela e quentinha...
Aninho-me por lá... nesse momento lúdico... mágico... inebriante...
Sinto-me como as flores... com desejo de desabrochar-me...

Esse e o mês do meu aniversário... penso que devo nascer de novo...
Aguardo, com paciência, esse desabrochar...
Ansiedade... novos sabores... novas cores... novos jardins floridos...
Quantas vezes tentei alçar voo e cai... tentei novamente e tornei a cair...
Não entendia o porquê...
Seria eu a que errava no alvo?
Aflição!
Muito esforço... caminhar sem parar...
Um lado meu e perfeito... brilha... suave... completo...

Nesse momento dessa linda tarde... choro....... uma lágrima ... numa das faces...
Solidão e medo... sem defesa...
Creio que nasci sem um lado de mim... Reflito nisso pausadamente... Silenciosamente...
Não posso ser inteira... não posso alçar voos completos...
Procuro novo "abrigo"
Esperteza ao meu redor...
Insegurança dentro de mim...
Caminhar junto
Sabedoria
Solução...
Piedade!
Debater... refletir... chegar a concluir algo de positivo...
Encontrar a imortalidade do espírito que habita em mim...
Não me deixar desaparecer...

Ser SEMPRE VIVA...
Ter um novo lar em mim... confortabilidade interna... enfrentar a escassez... o não crescer... a não integralidade... o meu não voo...
Sim, posso voar... quem disse que não...
Tenho escolha... sigo ainda que sozinha o meu destino... aventuro-me...
Não serão fortes chuvas que me destruirão...
Tenho Abrigo celestial...
O sol não pode castigar para sempre o meu eu brilhante...
Os predadores tentam assaltar-me... fujo deles... dos meus demónios internos...

O sereno me adormece....
Sou protegida da friagem que me ronda...
Não desisto da busca do meu eu real... da minha plena realização...
Alguma casualidade faz deparar-me com alguém de confiança...
Ah! Virtude escassa...

Fui SEMPRE VIVA...
Sou SEMPRE VIVA...
Serei SEMPRE VIVA...

Cansada... confusa... sem raciocínio...
A perfeição encontrar...
Sonhar!
Desfrutar de uma vida normal...
Impossível não chorar...
Sou limitada!
Conformar-me ou buscar um novo lar...
Quem comigo se encantaria se não posso voar...
Perco a motivação... entretanto, caminho...
Alimento-me do "néctar das flores"...

Como me desgasta escalar!
Escorrego... tento novamente... mantenho-me forte... cumpro minha missão... ajudo... faço nascer...
Vislumbro muita beleza... ao longe... contemplo um canteiro de lírio...
Confiar nos amigos... não tenho tanta certeza!
Ainda sinto muito medo... me perco...
Deixei o casulo para trás... experimento dificuldade... de toda sorte...
Desistir da viagem, nunca!
Entrar em pânico, jamais!

Milagre acontece atualmente?
Escapar ilesa... dar um voo perfeito "apesar de"...
Pouso forcado... surpresa...
Juntos... se voa bem melhor!!!

E assim passei umas horas da minha tarde de Domingo... a filosofar com Nicola, a borboleta de uma asa ... da escritora Mila Viegas (veja foto acima).


Como voei!
Afinal, que poderia eu desejar se estava lendo a vida de uma borboleta incompleta...
O livro, inicialmente para crianças, mas como não alçar voo em busca de ajuda para Nicola e para mim...
Obrigada, querida Mila, por essa possibilidade de crescimento da minha outra asa atrofiada pela vida afora...



12 comentários:

  1. Que linda postagem!
    Encantou-me! Li e reli, trouxe-me reflexão, crescimento...Amo ler livros para crianças, tenho um grande acervo.
    Abraços e uma semana cheia de bençãos pra ti.

    ResponderExcluir
  2. Somos todos de uma asa só. Isso faz o voo mais interessante, não é?
    Abençoada semana, querida!

    ResponderExcluir
  3. Bom Dia Querida ..
    Já passei em outros blogs seu para trazer um pouco de paz comigo e deixar meu carinho continho.
    Me avise quando for seu niver por favor..
    Uma semana abençoada beijos,Evanir..

    ResponderExcluir
  4. Querida seu blog está lindo de novo layout!!
    Maravilha de post! Uma lição de amor.
    Te desejo uma vida de amor vivo!!
    Beijos,

    Carla

    ResponderExcluir
  5. Agradeço o seu carinho de sempre! É muito importante saber se o meu livro agradou. Vejo que a narrativa lhe inspirou e fico muito feliz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Orvalho
    Este livro deve ser muito gostoso de ler! Gostei da foto também!
    sua amiga que lhe tem muto carinho Mônica

    ResponderExcluir
  7. Rosélia, que bacana ficou seu blog! Amei e acredite, não precisei me levantar e ir cuidar de outras coisas dando um tempo pra ele carregar. Ele abriu rapidão. Ficou leve também, mas os parabéns quero lhe dar efusivamente para esse maravilhoso texto que acabei de ler. Muito intenso e lindo. Respondi seu comentário lá no Alfa. Um abração!

    ResponderExcluir
  8. Somos todos de uma asa só porque precisamos de outra pessoa para nos completarmos e voarmos. Fiz um post dessa tal uma asa, lá no Alfa. Bjbjbjbjbj!!!!

    ResponderExcluir
  9. Rosélia querida obrigada pelo carinho tão precioso.beijão e lindo post de amizade

    ResponderExcluir
  10. Ei Rosélia!
    Valeu a dica, e descrevestes tudo de uma forma maravilhosamente linda.
    Boa semana.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  11. obrigada pelo carinho, ana claudia bjs

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...