terça-feira, 7 de junho de 2011

Teia Ambiental


Hoje, dia da nossa Teia Ambiental, volto a colocar umas fotos para que possamos refletir no silêncio do nosso coração...
Em seguida... tecer um comentário que seja alusivo ao nosso Tema e enriquecer a partilha sobre questões relevantes e atuais em que estamos metidos juntamente com o nosso Planeta...
Vamos lá... apreciem e comentem sem moderação!
Enriqueça a nossa Teia que é uma iniciativa dos amigos queridos Gilberto e Flora:

O "silêncio do post" pode ser quebrado para maior enriquecimento do grupo que adere e está na página inicial dos amigos acima citados...
Um abraço fraterno e ecológico.

9 comentários:

  1. Oi Rosélia!
    Nosso planeta está na UTI. O descaso do homem com a natureza só se reverte contra ele mesmo. Enquanto não houver uma conscientização em massa não sei onde iremos parar. É como diz a frase de Victor Hugo que coloquei em meu blog, a natureza grita e o homem não ouve!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Rosélia querida,

    Agora deu tudo certo para entrar no seu blog, está beleza!!!

    Como vivemos num país de contrastes.
    Enquanto regiões crescem e se desenvolvem plenamente, outras sofrem com o descaso de seus governantes, deixando sua população sem o mínimo de assistências básicas.
    E tudo se deve a ganância de uma elite que está no poder, em que para eles a Energia existente é a do dinheiro.
    Não estão preocupados com todos os problemas pelo qual nosso planeta chora, como as queimadas descontroladas, poluição acabando com o ar, enfim....nossa mãe Gaia está doente, precisando muito que seus filhos acordem para uma concientização em massa, antes que seja tarde.

    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  3. Rosélia, o silêncio, muitas vezes diz mais do que mil palavras. Infelizmente a maior preocupação das pessoas é por amealhar bens materiais, não se importando com o outro e muito menos com o meio ambiente. Mas as lições do planeta vem no momento certo e chegará o dia q o dinheiro não representará nada. Assim como para os japoneses, no ocorrido recentemente. Acredito q os homens serão obrigados, num futuro bem próximo, a prestarem mais atenção aos apelos da terra, para garantirem sua sobrevivência. Muita paz!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Orvalho:
    A Teia continua fazendo a sua parte, e que cada um se sensibilize com os problemas que estão aí diante de nós.
    Quem tem olhos para ver, que veja. Quem tem boca para falar, que fale.
    Quem não está nem aí, que vá levando a sua vidinha, até quando eu não sei.
    Existem bons exemplos, mas são muito maiores os maus exemplos.
    Como nunca estamos sós nessa tarefa pelo bem, que os céus se encarreguem da parte oculta, enquanto nós vamos agindo no físico.

    Estamos juntos, minha amiga.
    Abraços ecológicos.
    Gilberto.

    ResponderExcluir
  5. Oi querida! Precisamos pensar tanto sobre isso né?! Pequenas atitudes vindas de cada um ajuda, e muito!

    Fiquei feliz ao ver você entre as minhas queridas seguidoras. Conseguiu colocar tudo em dia?
    Beijos amiga, boa noite :)

    ResponderExcluir
  6. Querida Rosélia:

    Sendo muito franca, digo que o interesse pelo Meio-Ambiente, o amor pelo nosso lindíssimo planeta, o cuidado com a Natureza, está na mesma proporção das participações na Teia Ambiental: muito pequena !!!

    Reconheço, dou a mão à palmatória para receber as reguadas de que nossa querida Rute fala, e digo que sonhar que as pessoas participem, colocando postagens ecológicas em seus blogs, é querer demais...

    Existem outros temas muito mais interessantes e divertidos !!!

    Também não acho válido puxar as pessoas pelas orelhas, obrigando-as a participarem. Ter que lembrar, a cada dia 7 que existe esse movimento da Teia Ambiental, também não penso que seja o caminho.

    Que a Natureza siga seu curso, pois ela não depende de nós e sim, nós é que dependemos - e muito ! - dela.

    É muito bom ter sua participação, amiga, sem precisar de avisos ou lembretes !

    Eu costumo dizer que sempre atendemos nossas prioridades. Falta de tempo, não existe, quando queremos muito realizar algo.
    Meu tempo, assim como o das outras pessoas, é curto, mas para o que eu quero e gosto, ele vai sendo esticado.

    Desculpe as palavras um pouco duras mas, quando vejo um tão grande descaso para com assuntos tão importantes, eu fico um pouco irritada e acabo falando demais da conta.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá, Rosélia! Vou então "apalavrar" as sensações que me chegaram ao observar as imagens que tão bem colocaste. O menino vem a remar dentro do que parece uma bacia, aparentemente parece pobre e infeliz, mas a mim transmitiu-me liberdade de conviver com um rio que a primeira vista parece-me limo, pois tem plantas aquáticas...Não precisa de mais nada para brincar do que os seus amigos e a Natureza, enquanto em alguns pontos do globo outros meninos tem dinheiro a mais, jogos electrónicos, tênis e roupas de marca, mas não viverão tão felizes, pois as "coisas" não trazem a felicidade e muito menos a liberdade. E é este consumismo desenfreado que dá cabo do planeta, aumenta o buraco na camada de ozono e o nosso planeta começa a derreter... e a aquecer e até o menino do barco, um dia não terá o rio para brincar...ou se o homem tomar juízo, seremos todos "meninos" a brincarem NA Natureza e não COM a Natureza. Foi isso que senti quando olhei para as tuas imagens...
    Somos poucos mas não desistiremos!
    Beijinhos verdes

    ResponderExcluir
  8. Roselia
    aqui em BH foi abilida sacolinha de palstico. Estou afiadinha com a sacola de papel ou de pano
    com carinho Monica
    Isto também é ecologia

    ResponderExcluir
  9. Ai o vil metal querida Rô!
    O vil metal que comanda o mundo contra a natureza.
    Uma imagem vale mais que mil palavras. É bem verdade.
    Acredito que sua mensagem ilustrada chegue a bem mais gente que um texto enorme.
    Muito boa sua opção.
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...