domingo, 20 de fevereiro de 2011

Do Fundo do baú


Meu melhor amigo na Terra desde sempre: meu pai amado...
Com 17 aninhos podia dar-me ao luxo da "mini saia", não é?
A cada carro que meu pai comprava, íamos à Aparecida para o Padre "benzer"...
O sorriso foi se espaçando dos meus lábios... fase muito difícil!

NORMALISTA (16 anos)... Jesus, meu amigo de sempre...
Afeto pelas criancinhas do maternal e do Jardim de Infãncia...

O Blog abaixo teve uma criativa ideia:


A QUERIDA ZULEIDE ESTÁ PROPONDO NO DIA DE HOJE UMA BLOGAGEM COLETIVA INTERESSANTE: do fundo do baú...

Minha história tem 40 anos...

"Discretamente enviei sinal de socorro
aos amigos.
Ninguém ajudou.
Me virei sozinho.
Isso me endureceu um
pouco mais."
(CAIO FERNANDO ABREU)

O nosso baú (coração) sempre nos recorda de fatos que se tornam inusitados... com sabor atual...

Minha adolescência foi a "pior" fase que já vivi... Na realidade, uma preparação para o que haveria de vir...

Encontrei o pensamento de Caio que exprime bem o que foi, é (de uma certa forma) e me deixa madura no emocional, certamente!

INDEPENDENTE!

AOS 16 ANINHOS ESCREVI NO MEU DIÁRIO: EU SOU JOVEM... ADULTA...

Também pudera!
Lia muito (toda a coleção de José de Alencar e Machado de Assis)...
Estudava muitíssimo (até latim com um ex seminarista)...
Namorar?
Não me era permitido!

Estava já me tornando PROFESSORA... ME PREPARANDO PARA O VESTIBULAR E PARA CONCURSO PÚBLICO...
Querem saber a melhor recordação da minha adolescência?
Minha festa de 15 anos... foi o máximo! Colocar meu vestido branco e dançar com o meu amor platônico... que, naquele dia, se tornava "real" (sem namoro, pois minha mãe não me permitia)...
Depois, ir à Igreja de Santana (nasci no dia dela) e agradecer a Deus o Dom da vida...

Meu baú está cheinho... hoje o esvaziei um pouco mais...

Obrigada pela oportunidade, querida amiga virtual Zuleide...

Seja ricamente feliz e abençoada!

E você, amigo leitor, tem algo a dizer sobre o seu "baú"?

Coloque para nós no comentário desse post...

Fique à vontade!

P.S. Há outra colaboração sobre o mesmo Tema em meu outro Blog:

15 comentários:

  1. Um baú de memórias todo mundo tem,né?
    Gostei das fotos e de conhecer um pouquinho mais de você.
    Quem sabe um dia eu não abra o meu também? :)
    Beijo na alma.
    Angel.

    ResponderExcluir
  2. Rosélia, são muitas histórias que temos para contar.
    Essa do fundo do baú, percebe-se que marcou.
    Alguns tem sempre ótimas lembranças, outros nem tanto.
    Mas o que é melhor disso tudo é o crescimento.
    E por falar em crescimento, você é uma dessas pessoas que fazem meu pensamento crescer, engrandecer.
    Obrigada pela partilha.
    Bom domingo
    Xeros

    ResponderExcluir
  3. Bom dia querida amiga.
    Depois de um tempo sem aparecer por aqui, estou de volta, e com uma vontade enorme de vir sempre, sempre.

    Gostei de ler o seu "Do Fundo do Baú".
    Comecei a me recordar do meu, também não podia namorar, papai não deixava usar calças compridas (era coisa de homem)...rs.
    Sempre fui muito presa, não podia sair, só junto à família, com os amigos, nunquinha.
    Aparecida, era o local que mais frequentávamos, pois morávamos em Cachoeira Paulista, pertíssimo, e íamos todas as semanas assistir missa em Aparecida.
    Meu aniversário de 18 anos, foi comemorado, passando o dia todo em Aparecida.
    Mas eu fui muito feliz junto à minha família, com papai aprendi valores morais e inesquecíveis, que me fizeram um ser humano de um coração muito bondoso.

    Bem, isso é um pouquinho do meu baú.

    Beijos de um domingo de muita paz.

    ResponderExcluir
  4. Querida Amiga
    O meu bau está cheio de responsabilidades e de obrigações...
    No meu tempo não havia muito espaço para o lado lúdico, a vida era uma coisa para ser encarada muito sériamente...
    Casei aos dezanove anos e com 24 tinha já os meus dois abençoados filhos.
    Hoje, olho com muita preplexidade a forma ligeira e às vezes tão leviana... como se vive.
    Serão mais felizes agora, ou apenas incosequentes?
    Um beijinho e bom domingo.

    ResponderExcluir
  5. Querida

    A vida vem com recheios doces e amargos, como vc também tenho boas e más recordações. procurei aprender com as más e acalentar as boas como forma de construçãodo meu amor à vida.
    Adolesc~encia é o momento do confronto para construirmos a nós mesmos, e vc tudo indica, que se saiu bem.
    bjs.
    Hoje consequi acessar normalmente seu blog.

    ResponderExcluir
  6. Ei Rosélia!
    Meu baú está cheinho de lembranças, certa vez fiz uma faxina e joguei fora todas as lembranças ruins, as outras guardei com todo o carinho...Meu primeiro dia na escola, primeiro beijo, primeiro amor...são muitas as lembranças!
    Adorei ver seu baú de fotos e desde sempre se vê que Jesus sempre esteve presente na sua vida.
    Bom descanso para você e repouse mesmo para que volte bem.
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Estou aqui para agradecer e dizer que aos poucos estou voltando. Tbm participo dessa postagem, mas não consegui linkar o blog de origem da postagem
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Minha querida, adorei ver este seu baú de recordações...belas fotos, momentos, mas o principal...muita vida...
    Tenha um ótimo domingo e uma abençoada semana...beijinhos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  9. Cedinho, estive aqui e fiz um longo comentário, que perdi ao postá-lo. Agora vou resumir: Rosélia, valeu seu puxão de orelhas, mas sou de fato como vc, medrosa e insegura. Foi uma delícia ver esse post. Vc tinha seu pai, eu tinha meu tio. Fomos tbém à Aparecida pq ele havia comprado um fusquinha que acabara de ser lançado e eu estava de vestido tubinho, a sensação do momento e no cabelo a famosa "bananinha" que era um coque repaginado cheio de laquê brilhante, feito em casa,rsrsrs!. VC com mini saia e um babuche nos pés que eu amo, uso e tenho ainda. Graças que eles voltaram na moda, agora com outro nome, tão difícil que não memorizei. Vc como eu lemos as coleções de Machado, Alencar, eu devorava livros,hoje, nem mais tanto, que pena! Vc com seus aluninhos e eu na parede do corredor, tbém com os meus! Vida boa! è a vida, é a vida e é bonita! No Alquimia. Bjbjbj!

    ResponderExcluir
  10. Amei as fotos! Gosto de ver pessoas que abrem seu coração.
    Obrigado por abrir seu baú e dividí-lo conosco.

    Beijossssssss

    ResponderExcluir
  11. olá, agradeço a visita e retribuo falando sobre o meu baú: sou de 1960 mas tenho poucas fotos , só uma de quando tinha 3 aninhos .. nunca fui rica mas tb não passei fome .. presa em casa , meu pai não me deixava sair ... namorei tarde, e pouco .. namoro até hj.. mas os valores q meu pai deixou são para sempre.. a gente acha q não tem nada p contar e qdo começa não para.. o q foi chato fica de fora, importante só lembrar do q foi bom.. bjks LIN

    ResponderExcluir
  12. Bem criativa essa primeira postagem. Participarei das próximas, se Deus quiser.
    Amiga. Tem dois selinhos para você no Arca. Está em Mimos 2011. É só clicar, abrir e rolar a barra para baixo. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. obrigada pela participação! amei!! desculpe demora mas justo hje acabei com visitas e não tive tempo postar mais cedo..muito bom esta nossa epoca, como é bom recordar e ter lembranças boas! bjus!

    ResponderExcluir
  14. Haha.. adorei as fotos, amiga.

    Vou tentar participar rs.

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...