terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Minha Declaração de Amor



MINHA DECLARAÇÃO DE AMOR

"Nos primeiros séculos do Cristianismo, a nossa fé, em processo de elaboração doutrinária, se irradiava a partir das grandes cidades que por sua importância política e histórica, exerciam influência no reduzido mundo até então conhecido.
Nestes antigos centros floresciam comunidades cristãs ativas, fervorosas.
Todavia, com algumas dissensões, que a ortodoxia considerava heresias. Constantinopla, Alexandria, Roma e Antioquia eram Igrejas regionais que possuíam certa individualidade,
mesmo que ouvissem ou não as instruções vindas de Roma em processo inicial de decadência,
mas guardiã do primado, da memória e da tradição apostólica de Pedro e Paulo aí martirizados durante o governo de Nero.
Do mesmo modo que as informações sobre São Bento, nos chegaram em parte através de São Gregório Magno, a história de Santo Antão, - pai do monaquismo cristão passou a posteridade, através de Santo Atanásio (+373), autor da “Vida de Santo Antão”, sem a qual, algo ficaria incompleto, no processo histórico do monaquismo. Santo Atanásio, tem sua vida ligada a história da Igreja, durante a luta incessante contra o Arianismo, - heresia pregada por Ário, que anunciava a desvinculação do Filho da Trindade Santa. Jesus era tão somente homem. Teologia que se estendeu vertiginosamente pelas comunidades cristãs, inclusive com a adesão de muitos Bispos.
Necessário foi a convocação do Concílio de Nicéia (325) para dirimir a heresia. Num destes exílios (362-363), ele permaneceu junto a Antão. Atribuísse a este tempo seu conhecimento da vida
monástica.
Esta experiência o fez considerar o monaquismo como o “modelo” de vida cristã. Ninguém, portanto, mais habilitado que Atanásio, para ser testemunho e autor da “Vida de Santo Antão” que repercutiu pelo Oriente Médio e posteriormente pelo Ocidente, despertando interesse, curiosidade e busca de maior piedade. Concatenamos e transcrevemos aqui episódios referentes à sua sofrida experiência de asceta que chegaram aos nossos dias.
Provavelmente acrescida de referências que a longevidade do tempo acrescentou.
A Família.
Antão nasceu no ano 351 em uma pequena aldeia do Alto Egito, propriedade de seus abastados pais, junto ao Rio Nilo. Viviam as custas do plantio de trigo, cultivado durante o período fértil do ano. Como cristão coopta, frequentava junto com a família a Igreja local. Aos 18 anos, perdera em pouco tempo, seu pai e sua mãe. Certa feita, ouvindo a leitura do Evangelho de São Mateus, se impressionou com a passagem do Jovem Rico: “Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro nos céus. Depois vem e segue-me” (Mt. 19, 21).
Tentações.
Não consta que o jovem rico tenha voltado... (pausa para meditação)

Minha declaração de Amor para a querida amiga Nilce Guerreira no dia de hoje (em que seu Blog completa o primeiro ano de vida de muitos, se Deus quiser)...
Normalmente o que se espera desse "Tema quente" é algo bem forte...
Nesse mês, ano novo... ideias frescas... calmaria reinante... refleti com meus botões sobre por quem eu daria a minha vida?
Reconheci, como o jovem rico descrito na passagem bíblica acima, que somente pelos meus filhos e netos...
Mais uma vez Deus me mostrou como realmente sou: um nada!
Amar a quem me ama é natural... Sou apenas uma a mais na multidão... Sou pó!
Aí então estive a reconhecer minha insignificância de sempre...
Recebi o Jornal dos Oblatos da Bahia onde tinha na primeira página o relato que coloquei acima sobre a Vida de S. Antão... foi um ponto de apoio para mim... uma pista para minha ESPIRITUALIDADE 


Os santos (homens como nós) foram até as últimas consequências no amor... deram sua vida de alguma forma... (não necessariamente pela morte física do corpo... essa é até mais fácil, penso eu... o pior é quando se morre pela falta de amor... pela carência de compreensão... pela necessidade de acolhimento e outros)...
Eles fizeram uma real e substancial DECLARAÇÃO DE AMOR... na essência da expressão... não por palavras que voam ao léu...
Ontem foi o dia em que a Igreja Católica fez memória à Antão, Abade e que inspirou o meu nome de Oblata Beneditina (Ir. Maria Antônia, obl, OSB) portanto meu Onomástico foi ontem...
Que relação tem tudo isso com o Tema proposto pela caríssima Nilce?
Preciso declarar meu amor com fatos concretos... não só por palavras (como palhas levadas ao vento)...
A MINHA DECLARAÇÃO DE AMOR, no dia de hoje, vai para:

Aquele a quem realmente amo ... um homem que me ama também... que tem um coração de ouro... Bondade infinita... a quem os santos (homens como nós, torno a frisar) deram seu existir... Aquele que troca reinos por mim... o meu Salvador... aquele que fica triste com minha tristeza... Aquele que se alegra com minha felicidade e deseja (fazendo por onde) que eu seja muito feliz... Aquele que ora por mim para que eu não ceda às tentações (provações do dia a dia)...
JESUS, eu te amo! Com meu amor pequeno e limitado... mas:
-"TU SABES QUE TE AMO!
P.S. Desde a minha primeira comunhão aos 8 anos que ascendeu em mim um grande e primeiro amor... nunca me esqueci d'Ele (apesar de que nem sempre vivi para Ele integralmente)




20 comentários:

  1. ESSA BLOGAGEM DA NILCE ESTÁ NOS TRAZENDO LINDAS DECLARAÇÕES DE AMOR COMO ESTA QUE ACABOU DE FAZER!
    BOM DIA
    BEIJO

    ResponderExcluir
  2. Que linda declaração amiga!
    Somente você pra escrever algo tão lindo assim querida. Esse é outro amor incondicional, sem limites.
    Eu também o amo, e muito! Devo minha vida à Ele e tudo o que eu tenho.

    Parabéns amiga, lindo texto

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Linda postagem amiga!
    O amor de Deus é incomparável...
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Minha Linda que declaração mais linda! Eu admiro as pessoas que têm essa fé inabalável e maior do que tudo e todos! Show, lindo demais! ;)
    Beijo, beijo queridona!
    She

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhhhh AMEI a fotinho de vcs duas, lindinhas demais!
    Bjo, bjo para as duas! ;)

    ResponderExcluir
  6. Ei Rosélia!
    Maravilhoso o seu texto! Transcendental!
    Só você mesmo poderia escrever algo tão sublime e maravilhoso! Pois apenas quem experimenta o amor de Deus sabe o quanto é maravilhoso!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  7. Acho mesmo, Rosélia, Que só você para fazer uma declação dessa.
    Que Jesus aumente a minha fé, para eu amá-lo com o você.

    Beijo
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  8. Declaração mais linda e sublime do que esta não existe. Sinto-me feliz por poder dizer: Que maravilhosa fé que você possui!...
    Bonita a sua homenagem à Nilce.

    ResponderExcluir
  9. Quando vi que vc estava conosco nessa blogagem intui que vc ia trazer esse amor pra nos mostrar Obrigado, por Traze-lo um pouco mais perto de nos no dia de hoje.Um beijo grande Pra Jesus e outro pra vc.

    ResponderExcluir
  10. Belíssima declaração de amor!
    Admiro muito você, pela tua fé!
    Abraços fraternos
    Léia

    ResponderExcluir
  11. Ficaram lindas suas declarações, valeu á pena a gente participar né?
    Jesus é nosso Mestre e merece todas as mais lindas declarações do mundo, adorei!
    Beijos pra ti amiga!

    ResponderExcluir
  12. Declarar o amor Aquele que é o AMOR MAIOR é td de bom em nossa vida. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos e sua fé. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  13. Oi Rosélia, esta blogagem está com tudo mesmo, é incrível como as pessôas ficam sensíveis com este tema.
    Ainda bem pois, o mundo precisa disto.Amor sincero.
    Beijão e obrigada pela visitinha

    ResponderExcluir
  14. Que fofas vocês duas na foto.
    Rosélia, não há amor maior que o de Deus.
    Lindo o seu texto. Você foi escolhida.

    Obrigada pelo carinho sempre querida amiga.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  15. O amor de Deus é sublime e linda a declaração de amor Àquele que nos ama sem distinção.

    Parabéns por tão doce declaração e também a nossa querida Nilce pelo um ano do seu blog e por nos ter proporcionado encontro tão bonito.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Querida amiga, ágape é o amor mais lindo e incondicional que alguém posso ter, esse sim vale a pena em qualquer ocasião.Bjs e um abraço bem carinhoso!

    ResponderExcluir
  17. QUe texto rico, cheio de mensagens. Adorei. Obrigada pela visita. Abraço fraterno. Samira

    ResponderExcluir
  18. Amor....como é bom senti lo e melhor ainda poder expressá lo. Adorei sua participação. Parabéns, beijos

    ResponderExcluir
  19. Orvalho, linda participação. Obrigada

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...