domingo, 25 de abril de 2010

Viver por Amor e Para o Amor


TENHO REFLETIDO MUITO SOBRE O CONCEITO DE MULHER...

O amor nosso deve ser genuíno... não interesseiro... sincero e puro deve ser...
Não devemos perder a nossa própria individualidade...
Contentar-nos em resolver problemas domésticos somente é diminuir em muito a nossa força...
Gosto de zelar pelo lar...
Mas nada impede que eu, por exemplo, possa ter a capacidade de me manter sozinha, ter meu próprio sustento... ou até dividir despesas...
A nossa capacidade é a mesma...
Não deixamos de perder nossa "fragilidade" e "dependência' pelo simples fato de sermos batalhadoras... em todos os sentidos...
Muito menos precisamos deixar de sermos femininas...
Sermos inteligentes e cultivarmos a nossa inteligência têm sido importante para uma família feliz...
Cheias de vida plena...

NÓS, MULHERES, DEVEMOS NOS CONSCIENTIZARMOS DE QUE TEMOS NECESSIDADES DE PROGREDIRMOS CONSTANTEMENTE...
Devemos cultivar a virtude de sermos "belas" no lar...
Vivermos alegremente... com doçura... simplicidade...
Não estou falando da "Amélia"...
Mas é possível, hoje em dia, não registrar as faces sombrias da vida a dois ou a familiar de um modo geral...
Mesmo que haja trevas ao meu redor, posso, perfeitamente, ser luz...
Somos como lâmpadas e não vemos por aí lâmpadas dizendo: se está tudo escruto ao meu redor vou ficar apagada também...
Fico imaginando meu passado: professora... três filhos... casa... e tudo o que inclui uma família... ainda por cima, com uma responsabilidade sozinha de tudo... e de todos...
Mesmo assim não foram dias monótonos, apesar de infinitas repetições diárias ter eu tido...
Creio que progredi...
É importante, vejo eu, que a gente possa ter entrosamento espiritual, segundo fala o Masahatu Taniguchi, num dos seus inúmeros artigos...
A relação com o marido deve ser permeada de interesses comuns... apreciar coisas semelhantes favorece o relacionamento do casal... ou com os filhos ou com os amigos... caso ela seja só.

Viver por amor e para o amor é típico da mulher e da sua condição, por isso ela vence todas as batalhas da vida...

Que a gente possa ser grata ao Deus que nos fez assim de um modo tão peculiar e lindo: forte na fraqueza... tão próxima do auxílio divino...


4 comentários:

  1. Olá querida;
    Ser mulher é maravilhoso!
    Eu amo a minha feminilidade, a minha delicadeza, a minha sinceridade, o meu romantismo, como também sou uma profissional competente, que trabalho, que estudo, que ganho dinheiro, como também sou mãe, sou esposa adorável, que ama meu marido e sou muito amada!
    Lindo o seu texto!!!
    DEUS TE ABENÇÕE!
    Maria Paula

    ResponderExcluir
  2. Você já diz tudo...Viver por amor e para o amor, é a única maneira de sermos felizes e realizadas.
    Um grande abraço! Ótima semana!!!

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa reflexão...

    milhões de beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, queridas comentaristas, Juliana, Dora e Maria Paula
    Um beijo grande pra vcs...
    Nosso mundo virtual não nos impede de sermos mais ainda mulheres, né?
    Que bom!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...