quinta-feira, 8 de abril de 2010

Perdão


SABER PERDOAR

Tenho tipo tempo suficiente para refletir sobre o PERDÃO, depois da chuva de ontem, planos desfeitos, viagens adiadas... aulas suspensas... vejo que até na calamidade pública a gente tem o que perdoar ou a quem: ao governo, às autoridades...
Mágoa é uma injustiça contra nós mesmos... pelo que percebo...
Não nos convém... nos faz muito mal à saúde nos seus diferentes níveis...
Tenho inúmeros porta retratos dos que amo, gosto mesmo de fotos... são lembranças calorosas... é uma das minhas marcas registradas... Mas, como disse Daise Rosa, guardar num porta retrato a marca do meu agressor (aquele que me magoou) é masoquismo puro, disto estou fora!!
Haverão de pensar que não tive motivos pela vida de me sentir ofendida e magoada, tive e tenho sim... ontem mesmo, à noite... o nervo do dia tão pesado veio sobre mim, fui a escolhida para ser o alvo da descarga... é sempre assim...
Mas hoje estou leve... quando a gente chora muito depois fica light... estou assim...
Ouço falar aquele célebre: VÃO TER QUE ME ENGOLIR... vejo que não é preciso mesmo... posso viver e me modificar pela graça de Deus... aceitar os nervosos, os não gratos ou como queiram ser... os demais... é um direito que lhes assiste...
Não estou me referindo a uma intelectualização do dever de perdoar... isto não resolve... nem por motivos religiosos... ou morais... é por sabedoria de vida mesmo.
Um amigo querido me falou algo lindo: é como beber do próprio veneno do ofensor, a falta de perdão... tenho sentido que é assim mesmo.
O prejuízo é apenas nosso... o outro continua a viver sua vida muitas vezes alegremente... sem nos dar a mínima...
Doenças psicossomáticas estão aí... para a gente assumi-las, se não perdoamos com o coração... Sei que é uma Graça especial e só nos resta pedir... Ele é por demais generoso para nos conceder tal presente.
Deus não castiga ninguém, não vou pedir tal coisa... seria um absurdo!
Eu é que tenho que trabalhar-me e viver com serenidade, descartar tal veneno do ódio que me é lançado...
Meu ofensor é, na verdade, uma pobre vítima do seu temperamento não trabalhado pelo Espírito...
A agressão pode ser inveja mal resolvida... só Deus saberá...
Neste Tempo Pascal o perdão é tudo, sempre é... Sem mágoas, sem ressentimento, sem indiferença...

Tenho paz, harmonia no meu ser e cresço a cada dia....
Muito obrigada, Senhor.


4 comentários:

  1. Perdoar é uma das coisas mais difíceis. E não é só para o que os outros nos fazem, mas também para o que fazemos aos outros. É preciso tomar coragem para pedir perdão. Curiosamente, numa mesma semana tive palestras exatamente sobre esse tema em lugares diferentes.
    É um exercício constante. Precisamos pensar se não nos magoamos demais, se não nos sentimos agredidos por qualquer coisa, se não temos nossas vontades contrariadas. Difícil, mas precisamos refletir, não é?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gina
    Creio que, quando a gente ouve muito sobre um tema tal, é porque nos diz respeito de alguma forma. Deus é tão bom que nos permite sim refletir e mais ainda: PERDOAR...
    A foto que utilizei para este post é para, justamente, expressar a parte que me toca...
    Deus nos dê o perdão sempre que precisarmos ( ou para darmos ou para recebermos).
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que lindo post.
    Concordo com tudo o que vc falou. Eu já pssei por situações em que achava não ter mais solução... Mas Deus me mostrou que errar é humano e que perdoar é divino.

    EU PERDOEI. E não me arrependo disso. E sabe o que eu reparei? Que com o meu perdão, quem me magoou mudou completamente. É outra pessoa...

    Viver com mágoa e ódio só vai levar à autodestruição. Só faz mal pra nós mesmos.

    Pra que viver com ódio se podemos viver com amor?

    TEnha um ótimo dia :)

    ResponderExcluir
  4. Perdoar é um dom divino e um dever humano!
    Um beijo pra vc!

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...