sábado, 20 de fevereiro de 2010

Erro no Alvo



JESUS E A SAMARITANA

LOUVO AO CÉU, POIS FATIGADO
DO MEU LONGO CAMINHAR
VEJO UM POÇO E UMA PEDRA
ONDE EU POSSO REPOUSAR.

AQUI FICO E AQUI ESPERO
POIS EM BREVE HÁ DE CHEGAR
A ESTA FONTE UMA ALMA
QUE EU QUERO LOGO SALVAR.

QUE OVELHINHA TRESMALHADA
DO REBANHO ERRANTE VAI
MAS DEPRESSA A CONVERTIDA
VOLTARÁ LOGO AO MEU PAI.

"O silenciar dos nossos sentidos físicos conduz mais facilmente à experiência das coisas espirituais; da mesma maneira, o silenciar de nossas faculdades espirituais conduz a um conhecimento experimental de Deus, tanto quanto este seja possível, através da graça, na vida presente".

Estou neste silêncio do ego... da mente... calando inúmeras necessidades que crio para mim... Talvez porque fico trocando o essencial pelo acessório...
É a mais difícil das virtudes: silenciar...
Na era da Internet, tudo se banaliza e se cria muito barulho...
Não há mais prioridade para a amizade verdadeira, é tudo muito superficial...
É quase uma obrigação chamar a todos de "amigos"... sem que de fato o sejam...

Estou precisando "descansar"... em Deus... (Mc 6,31)
No agito do mundo ninguém consegue se encontrar...
Como dizia Inácio de Loyola:
"NÃO É O MUITO SABER QUE SACIA E SATISFAZ A ALMA MAS SIM O SENTIR E SABORER INTERNAMENTE AS COISAS DE DEUS"...
A oração faz a gente acertar mais, o ERRO NO ALVO é tão danoso para nós...
Jesus nos ensina e a ensinar nos propõe...
Diante de Jesus não me sinto pequena, mas diante das pessoas soberbas me sinto tão miudinha... murcha...
Como seria bom se o mundo respeitasse a nossa individualidade... Recebi de Deus o Dom de compreender todo tipo de ERRO NO ALVO nas pessoas, pois fui também experimentada em tal atributo...
Mesmo necessitada de Deus, no anonimato que me satisfaz, vou respeitando o espaço de cada um...
Vejo como um ERRO NO ALVO, o fato da gente pensar só em si e não respeitar o mesmo ERRO NO ALVO nosso quando ele está no outro... é impressionante como condenamos nos demais o que nós, muitas vezes também o fazemos, de uma certa forma...
Por isto entendo como Jesus preferia os incompreendidos... o sofrimento que causa em nosso coração o fato da gente compreender e não ser compreendida...
O toque suave de Jesus com os que sofriam todo tipo de "perseguições"...

Ele restaura a dignidade, a individualidade e interage de tal forma que nos sentimos tão amados e capazes de amar...
Ele promove sempre a inclusão...
Fico imaginando como há pais que desistem dos filhos...
Isto digo porque não vejo amor maior do que o dos pais pelos filhos...
FILHOS são o meu maior AMOR... desistir dos filhos é um caos e um ERRO NO ALVO... certamente...
Mesmo provados, a ORAÇÃO nos conforta e voltamos a tentar acertar...
Sou como a Samaritana, me identifico muito com ela... carrego meus baldes, preciso de afeto... de espaço... de oportunidades...
Jesus confiou nela... confia em mim... me dá oportunidades únicas.
Vivo num constante desafio: incluir os que não me compreendem, eis o dífícil!
Se preciso for,  ajudá-los a segurar sua flecha e fazê-los, com meu testemunho e ajuda, acertar bem no alvo.
Caso contrário, sou co participante do ERRO NO ALVO dele também.
A isto se chama fraternidade e ser filhos do mesmo PAI.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...