terça-feira, 17 de novembro de 2009

Poesia ( VIII )



LUZ NAS TREVAS

(Enedino G. Vasco)



Há momentos em que nos sentimos

Deprimidos e aflitos

Por vermos tudo se distorcer em nossas vidas.

Passamos a nos sentir pessimistas quanto ao futuro,

E, covardemente, deixamos de lutar.

Toda essa angústia é causada pelo egoísmo,

Pela excessiva preocupação consigo mesmo.

Por outro lado, quando abrimos o coração

E permitimos a ENTRADA DE DEUS em nossas vidas,

Vemos, com perplexidade, que as coisas pelas quais sofremos

São simples obstáculos que nos ajudam

A enxergar com a visão interior

O verdadeiro caminho que nos levará à harmonia.

A dor faz com que as horas se alonguem

E o tempo se arraste.

Por oposição, quando chamados por Deus,

Somos invadidos por uma ânsia de servir,

De nos encontrarmos em cada semelhante.

Somos duramente massacrados

Quando aceitamos viver sob as sombras do egoísmo.

No entanto, somos libertados de todas as algemas

Quando procuramos por uma força maior.


Senhor, nesta noite que se inicia, torno a te pedir a paz interior... hoje estou me sentindo melhor... com a aceitação amorosa e passiva da permissão Tua Vontade...

Estou aprendendo a lidar com as adversidades... a lidar com pessoas prepotentes... que resolvem tudo no grito e na marra... sem diálogo algum... espero passiva... sofro calada... não importa... pois sei que é uma condição de aprendizagem que me ofereces...

Estou aprendendo a não querer ter razão sempre, vejo nos demais como é feio e ruim essa tomada de atitude de ser imperioso (a )...

Livrai-me, definitivamente, Senhor deste mal que assola a muitos ao meu redor...

Que eu consiga, de verdade, ter PACIÊNCIA diante dos "poderosos"... que se acham cheios de razão sempre...

O "militarismo" não está na carreira propriamente, está no sangue bravo... irado... doentio...

Perdoa-lhes, meu Deus!

O que importa é nosso nome estar alinhavado no Céu... Dê um ponto no final da linha, Senhor, não me deixes escapar... por Piedade...

Sei que sou importante para ti, Senhor, é com isto que devo me ocupar...

Entendo bem porque me permitiste ler a vida dos Santos teus... durante dezoito anos consecutivos... que exemplo a ser seguido!

Obrigada, meu Deus!


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...