sexta-feira, 6 de novembro de 2009

O Ser Humano



CÉUS, DESTILEM O ORVALHO DO ALTO

As pessoas têm um peso. Mas nem sempre é possível permeá-las. Sempre é possível avaliá-las, mas nem sempre é possível torná-la úmidas.
Daí vem tantas falhas que nós constatamos na eficácia da graça, e que alcançando vitórias inesperadas na alma dos maiores pecadores, fica muitas vezes inoperante nas pessoas honestas, as mais honestas. É que, precisamente, as pessoas que são chamadas honestas, ou que gostam de se chamar assim, não têm defeitos na sua armadura. Não são feridas. A sua aparência de uma moral sempre intata, se torna uma couraça sem defeitos. Elas não apresentam essa abertura que faz uma terrível ferida, uma miséria que não se esquece, um pesar invencível, um ponto de sutura sempre mal cicatrizado, uma inquietação mortal, uma amargura secreta... Não apresentam essa entrada à graça, que é essencialmente o pecado. Como não são feridas, não são mais vulneráveis. Como não precisam de nada, também não se lhes dá nada. Como não lhes falta nada, não se lhes traz aquilo que é tudo. A CARIDADE, mesmo de Deus, não pode colocar um curativo naquele que não tem feridas. Foi porque um homem estava caído por terra, que o Samaritano pode erguê-lo. Foi porque a face de Jesus estava suja, que a Verônica pode limpá-la.

Ora, aquele que nunca caiu, nunca será levantado: e aquele que não está sujo nunca será limpo.


AS "PESSOAS HONESTAS" NÃO SÃO PERMEÁVEIS À GRAÇA.
(Charles Peguy)

Em base a esse texto, me coloco à disposição do Senhor, nesta tarde... pedindo auxílio em todas as minhas dificuldades... e nas dos meus queridos que estão próximos de mim ou distantes, geograficamente falando...
Peço e já agradeço porque sei que TUDO o que necessitamos, Ele nos dá... ao seu devido Tempo... que não é o nosso...
Ele me fez saber esperar... rezo, espero e confio... e a Graça acontece...
Com o calor que faz aqui no RJ... a gente fica sujeito a se isolar e não se enturmar... fazer de nossa casa um casulo... mas este tempo quente de Primavera Verão não pode esquentar nossa cabeça a ponto de perdermos a serenidade... a paz interior...
Mantenhamo-nos firmes na Fé, na Esperança e na Caridade (amor... humildade... amizade...)


Hoje tive um retorno encantador... tentei manter contato com o Colégio das Irmãs Franciscanas onde estudei e depois de um mês me veio um e-mail... da Ir. Luísa... minha professora de Português até os dezessete anos... Foi um prazer enorme a consideração dela e os contatos que manterei com ex alunas daqui por diante... só me fazem agradecer, antecipadamente: Obrigada, meu Deus...

Estamos nos preparando para a festa em 2010... verei amigas de adolescência e juventude... que não vejo há mais de trinta anos... Lindo demais!
Eu fui incentivada a fazer a procura das "meninas" pela prima Vera Amaral (amiga do mesmo colégio)... a apresentei a um primo nos baile da AMAN e estão casados até hoje...
Que assim seja!


Um comentário:

  1. Que legal saber que a Irmã Luisa respondeu ao seu contato!
    Bjs.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...