quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Figueira Estéril



Interessante como Deus vai alinhavando nossa vida... e nós com Ele... que dá nós firmes no final de cada linha feita... (dias vividos... etapas... projetos...)
Hoje faltou luz uma hora... me pus a ler... encontro justamente no livro do Adilson Xavier, O DEUS DA CRIAÇÃO, algo alusivo ao que queria postar... coincidência? Não! Confirmação do post...
Obrigado, meu Deus por teu carinho, suporte e Bondade infinita...

"JESUS APOSTAVA SEMPRE NA VERTENTE AGRÍCOLA, CRIANDO FIGURAS COMO A DA FIGUEIRA ESTÉRIL".

Lendo isto, no livro de referido escritor acima citado, coloco em comum uma Homilia que preparei para uma comunidade do interior no ES:

FIGUEIRA... VINHA...
No Oriente antigo, o agricultor plantava num parreiral um pomar: figueiras, amendoeiras... romanzeiras...
VIDE- vinha - uva...
Era tratada com carinho...
Tirava as "pedras" ... "ervas más"... trigais...
Por isso o espanto de Jesus era justificado: UMA FIGUEIRA FAVORECIDA E NÃO DAVA FRUTOS???
Não era uma figueira jovem... naquele tempo, só no quinto ano se podiam comer do fruto...nos quatro primeiros eram destinados ao Senhor... se fazia uma festa de louvor... aí sim, ficava apta a servir...
Não era uma figueira ressequida ou morta... pois se o fosse, seria arrancada para combustível... aproveitada para outra finalidade... Era figueira viva... carregada de folhas... SEM FRUTOS...
Isso é um disparate!
Isto é um mistério!
Como é que pode ser isto? FIGUEIRA SELVAGEM...
... não de plantio...
... não de enxerto...
Brotou de um grão para obra da natureza...
O proprietário da Terra... o PAI... o dono de tudo... de todas as coisas... pediu para arrancar para não tornar a terra improdutiva...
Vinhateiro da terra... o que planta... é benévolo... pediu mais uma tentativa... pediu um prazo...
FIGUEIRA ESTÉRIL... sem frutos...
E nós?
Agraciados com os dons... DEUS só pede a FIDELIDADE AOS DONS... aos sacramentos...
Ou produzimos frutos... ou seremos cortados...
Ou convertemos... ou seremos uma catástrofe...
Somos muito lerdos... tardos de inteligência... lentos de coração...
Nos acomodamos... nos anestesiamos aos Apelos de Deus... confiando até mesmo na Bondade do Senhor...
Será que nós não estamos no fim dos nossos últimos anos?
De minha parte, penso que sim!
TODO MOMENTO PODE SER MEU ÚLTIMO MOMENTO...
Hoje, usufruímos da Misericórdia!
Amanhã, poderemos não ter a oportunidade de realizarmos, contando com a graça, a conversão pedida pelo Senhor Deus e Pai...
Mensagem de otimismo esta da FIGUEIRA ESTÉRIL... séria... sorridente... austera...
Não devemos abusar do AMOR DE DEUS...
Nós, povo de Deus que somos todos, querendo ou não... estamos "estéreis" em quê?
Omissos?
Nós desejamos ser fadados a sermos arrancados da vinha?
Poder da ORAÇÃO... pedir a Graça... Estou assim! Faça-se!
Deus se compraz em atender livremente os pedidos de seus filhos amados...
Posso pensar no dia de hoje:
Não estou quites com Deus (nem nunca vou estar...)
Posso me abater...
Lutar... e nada conseguir...
Mas e a ESPERANÇA?
Da parte de Deus, a Misericórdia... Quanto mais humildes e confiantes formos, mais o milagre acontecerá... Deus tem a Paciência mais do que a minha imaginação permite...
Mas não posso abusar...
Lembro-me sempre: será que terei o amanhã?
De repente um laudo médico põe abaixo todas as previsões... É avida!
Nem toda desgraça é castigo da parte de Deus... Sempre busco novas oportunidades...
Peço a Deus no dia de hoje a graça da LIBERTAÇÃO do que não é d’Ele em mim...
Aqui estou, Senhor ponha-me de pé! Ainda que deitada...
Não quero ser "estéril"... Ajuda-me!
Te agradeço, de antemão, sei que és pura generosidade...
Amém!


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...