terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ainda Sobre Espiritualidade ( VII )


ESPIRITUALIDADE
Contexto da Reforma protestante (Lutero)...
Passagem de um Teocentrismo para o Antropocentrismo ( Renascimento)
Começam a surgir as congregações religiosas...
... mais destinadas ao Apostolado...
... necessidade de outras formas de rezar...

Santo Inácio: difusão dos Exercícios Espirituais... seguimento de Cristo pobre e humilde... retoma grandes nomes dos Padres do Deserto...
Teresa de Ávila: foi mística... profundamente realista.
ESPIRITUALIDADE da intimidade Divina... Matrimônio Espiritual... nível mais alto...
Oração mental é uma conversa íntima em que a alma fala muitas vezes a sós com "aquele de quem se sabe amada".
João da Cruz: noite escura... resume o caminho espiritual ... é renunciar à vida sensual e caminhar na fé...
Ensina princípios da contemplação...
No séc. XVII surge devoção ao Santíssimo Sacramento... Adoração...
Cresce o culto à Virgem Maria...
ESPIRITUALIDADE: aí vem o século das luzes: fortalecimento da razão enfraquecimento da fé... secularização (Deus morreu)
Afonso de Ligório combate o rigorismo Jansenistas e sugere a mortificação...
A Eucaristia e a o Oração como meios de santificação.
Monforte reforça a Devoção à Maria.
Prosseguindo:
João Bosco: educar... místico... missionário...
Charles de Foucould: o Amor a Jesus oculto gera contemplação e adoração silenciosa da Eucaristia... o desejo da pobreza e à Imitação de Cristo...
Teresa de Lisieux... Marcada pelas grandes guerras...
Continuando:
Teilhard de Chardin plantou as sementes da ESPIRITUALIDADE do futuro... ESPIRITUALIDADE EM DIÁLOGO COM O MUNDO... COM A NATUREZA...COM A CRIATURA...
Movimento bíblico/ litúrgico recupera a importância da Bíblia e a volta às fontes...
Redescobre o Espírito Santo... abertura e diálogo com o mundo...
Irrupção dos pobres: Medellin... Puebla...
Paralelismo Pastoral... ESPIRITUALIDADE DESENCARNADA...
Espiritualidade de comunhão...
É ter o coração voltado para o mistério da Trindade...
Capacidade de sentir o irmão, vendo o que há de bom nele...
É rejeitar as tentações do egoísmo.
Inspira uma escuta recíproca e eficaz entre pastores e fiéis no discutível: liberdade; no essencial: unidade; em tudo: caridade!
É preciso garantir a mais ampla escrita do povo de Deus...
Necessidade da ORAÇÃO: comunidades devem tornar-se autênticas escolas de oração intensa, as que não se afasta do compromisso na história.
Imprime um novo impulso ao ecumenismo em busca da unidade querida por Deus.
Não podemos invocar a Deus, Pai de todos os homens, se não recusamos a comportar-nos como irmãos para alguns homens criados à Imagem de Deus...
Os pastores devem acolher, valorizar e orientar os movimentos, ajudando os membros, em espírito de comunhão, a viverem sua própria ESPIRITUALIDADE, a abrirem-se aos desafios da atual conjuntura e a participar das comunidades, envolvendo-os na Pastoral de conjunto.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...