domingo, 23 de agosto de 2009

Inácio de Loyola ( I )



Publicado em 09 de março de 2009

Um leigo de Oração

Inácio tinha cerca de trinta anos quando se deu uma verdadeira METANÓIA em sua vida: CONVERSÃO (ENÉRGICA E SINCERA), RETIFICAÇÃO DE VALORES, ENTREGA TOTAL, MUDANÇA DE MENTALIDADE...

Talvez seja a primeira coisa de que estamos precisando...

A sua EXPERIÊNCIA DE DEUS foi tão forte que o transformou em outro homem.
SOMOS NÓS FIÉIS ÀS NOSSAS EXPERIÊNCIAS DE DEUS?
Inácio ultrapassou PROVAS, MUDANÇAS DE ITINERÁRIO E DE LUTAS num mundo confuso, mas foi guiado pela FIDELIDADE a DEUS, MESMO NO PÊNDULO DA TRIBULAÇÃO.
INÁCIO FOI CANONIZADO EM 1602, três séculos mais tarde, Pio XI canonizou também os Exercícios Espirituais.
A cada um, Deus dá a Graça necessária para cumprir a sua Missão e Inácio foi moldado por Deus para uma obra imensa e universal.
Foi como uma BOMBA ATÔMICA NA LUTA CONTRA AO MAL.
A ESPIRITUALIDADE nos faz sermos HUMILDES EXALTADOS E FAMINTOS SACIADOS.
A CONVERSÃO não é obra de momento, é o processo que dura até o fim da vida.
Teve a DISCIPLINA por ter sido militar de profissão, como elemento importante no progresso moral e espiritual.
Foi certamente um homem de fé.
Deus fez com ele, e faz conosco também, do barro frágil sair taça de ouro fino.
Ser HUMILDE é condição primeira e essencial para desistirmos de nossas loucas presunções.
Conheceu a natureza humana e pode ser condutor de homens.
Pedia a Deus a Graça de ser HONESTO, PURO E JUSTO.
Foi ferido por uma bala de canhão e inaugurava-se para ele uma era de SOFRIMENTO, DE INTERIORIZAÇÃO E DE GRAÇA.

Para nós, quais foram os caminhos de Deus? FUGAS... REVOLTAS...REJEIÇÕES...?

Essas podem ser ESTRATÉGIAS DIVINAS...
Gostava de ler a vida de Cristo e a vida dos santos. E sonhava muito...
Deus assim o foi transportando para outra esfera...
Recebeu o Dom do Discernimento, se observa, se analisa, opta.
Às vezes, vivemos sob à superfície de nós mesmos, desatentos aos impulsos divinos em nós.
Será que controlamos nossos impulsos, pomos freios em nossa imaginação, sensibilidade para que a RAZÃO possa julgar e descobrir o que é certo e errado, o que vem de Deus ou o que vem do nosso próprio eu?

É preciso observar com sinceridade...
Soube analisar, com lealdade, a causa da sua tristeza, perturbação.

SERÁ QUE NOSSO CORAÇÃO ESTÁ ANCORADO EM DEUS? OU SINGRAMOS SOZINHOS NO MAR DA VIDA?
As decisões são sempre de nossa responsabilidade.
Às vezes, transtornamos os Planos de Deus para nós, mas Ele nos dá o Dom da Liberdade de Opção, Ele é, espantosamente, condescendente conosco.
O passado nos marca, é preciso oração, tempo para que as marcas de um passado dolorido deixem de ser empecilhos ao amor.
E assim foi com Inácio.
Ele era um homem de GRANDES RASGOS.
Ele respondeu sim a Deus.
Às vezes, tateamos...esperando que a Vontade de Deus se manifeste mais claramente.
Tantas vezes começamos com ardor, com entusiasmo e esmorecemos depois?
Necessitamos de GENEROSIDADE E ÂNIMO para perseverarmos na Busca do Caminho.
Era carinhoso de temperamento, procurava sentir no coração o que rezava, depois de meditar, saborear: "Não é o muito saber que sacia e satisfaz a alma, mas sim o sentir e saborear internamente as coisas de Deus".
No silêncio da noite, gostava de contemplar as estrelas... assim como eu também gosto muito... Até faço os meus pedidos a Deus pelas estrelas que observo... desde criança o faço.
Ele se preparava para pôr um Projeto em execução.
Percebeu que a gente precisa se resolver primeiro para vencer obstáculos. Precisamos extirpar defeitos e desenvolver qualidades que há em nós e devemos estar consciente disso.
Foi um homem dado aos Retiros e à Oração.
Ouviu Deus falar ao seu coração e ficou imensamente feliz com essa experiência.

ME IDENTIFICO MUITO COM ELE, POIS SEMPRE SENTI ALGO LINDO SE MOVENDO DENTRO DE MIM E NÃO SABIA QUE ERA DEUS, OU SEJA, QUE ERA O SEU AMOR EM MIM.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...