domingo, 23 de agosto de 2009

Para Repartir com Todos +


Publicado em 21/11/2008 no http://espiritual-idade.spaces.live.com/


Com este canto te chamo, porque dependo de ti.
Quero encontrar um diamante, sei que ele existe e onde está.
Não me acanho de pedir ajuda:
Sei que sozinho nunca vou poder achar.
Mas, desde logo advirto, para repartir com todos.
Traz a ternura que escondes machucada no teu peito.
Eu levo um resto de infância que meu coração guardou.
Vamos precisar de fachos
Para as veredas da noite
Que oculta e, às vezes,
Defende o diamante.
Vamos juntos
Traz toda luz que tiveres,
Não te escondeste no porão.
Eu ponho a minha poronga
De uso na selva, é uma luz
Que se aconchega na sombra
Não vale desanimar nem preferir os atalhos
Sedutores que nos perdem
Para chegar mais depressa.
Vamos achar o diamante para repartir com todos
Mesmo com quem não quis vir ajudar, farto de sonho.
Com quem preferiu ficar sozinho bordando de ouro o
Seu umbigo engelhado.
Mesmo com quem se fez cego ou se encolheu na vergonha
De aparecer procurando
Com quem foi indiferente e zombou de nossas mãos
Fatigadas na busca
Mas também com quem tem medo do diamante e de se perder,
E até com quem desconfia que ele exista mesmo.


E existe:
O diamante se constroi
Quando o procuramos juntos
No meio da nossa vida
E cresce, límpido cresce,
Na intenção de repartir
O que chamamos de Amor.

(Thiago de Melo)

Um comentário:

  1. Gina escreveu:
    Que interessante, fiz um comentário no post anterior falando do espelho e agora você também fala disso!
    Seu blog está ficando bem legal e as fotos são uma forma bacana de compartilhar os bons momentos vividos com pessoas queridas, que Deus coloca em nosso caminho. Parabéns!
    roselia bezerra(Disponível)escreveu:
    Em outubro recebi uma carta linda de uma amiga e missionária leiga (M.Helena/MG, do IMILE) cujo início foi tão perfeito com o que eu sentia naquele momento que hoje me recordei dele quando me preparava para selecionar o texto que ia digitar e resolvi compartilhar:
    "NINGUÉM MERECE SER SOZINHO.
    O meu coração, o seu coração sabe disso, porque já experimentamos o amargo sabor da solidão.É no encontro ou no relacionamento com o outro que o EU se afirma e se constói existencialmente.
    O outro é o ESPELHO onde o EU se solidifica, se preenche, se encontra e se fortalece para SER O QUE É."
    Reconheço que nada melhor do que SER O QUE É para alcançar o AMOR, como descrito no poema de Thiago de Melo.

    ResponderExcluir

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...