domingo, 23 de agosto de 2009

Corpo e Alma em Oração ( II )



Publicado em 17 de junho de 2009 no http://espiritual-idade.spaces.live.com

(Anthony de Mello)
BONECA DE SAL

A BONECA DE SAL VAGUEOU PELA TERRA
ATÉ CHEGAR AO MAR, ONDE FICOU ABSORTA
A CONTEMPLAR AQUELA MASSA IMENSA
DE ÁGUA INQUIETA QUE ELA NUNCA VIRA.
"QUEM É VOCÊ?", PERGUNTOU, ENTÃO, AO MAR.
"POIS ENTRE E VEJA", DIZ O AMOR SORRIDO.
DITO E FEITO, ELA ENTROU NO MAR,
E QUANTO MAIS ENTRAVA, MAIS SE DISSOLVIA,
ATÉ QUE SÓ RESTASSE UM POUCO DO SEU CORPO.
ANTES DE DERRETER-SE TOTALMENTE,
EXCLAMOU A BONECA ADMIRADA:
"AGORA, EU SEI QUEM ÉS TU!"

Tudo na vida é questão de exercício... e não tem idade para tal... criar um "clima" para a ORAÇÃO é muito saudável... pode ser uma vela acesa... um incenso que rola no ar... (eu aprecio muito o de limão)... uma flor... a Palavra de DEUS... a natureza mesmo que se descortina... os doentes espalhados pelo mundo... os pobres que vislumbramos ao viajar... (pelo menos isto!)
As técnicas são um meio e não um fim... Os métodos são , como diziam, uma ponte elevadiça pra entrar num castelo... "NÃO SOMOS ANJOS TEMOS UM CORPO" , JÁ DIZIA TERESA DE ÁVILA...
Uma posição apropriada nos ajuda muito na ORAÇÃO, a gente vê adolescente comendo com o prato na mão, sentado, vendo tele, por exemplo... todo "descomunal"... dificultando até a prórpria digestão... assim também é na ORAÇÃO.
Há sensações muito sutis... não importa se não sentimos nada... mas rezemos e nossa vida vai se aprimorando cada vez mais, quanto mais perto de DEUS mas nos vemos internamente, em nossa limitação e ELE nos dará forças para superar-mo-nos...
NÃO É O MUITO SABER QUE SACIA E SATISFAZ A ALMA, MAS SENTIR E SABOREAR INTERNAMENTE AS COISAS.
(Inácio de Loyola)
RETIRAR-SE não significa fugir de tudo, mas antes é um ato de valentia... nem sempre recuar significa covardia, isto eu estou aprendendo pouco a pouco... e isto vai eliminando a pressa em acertar sempre... muito peculiar a quem não gosta de ir devagar, parecendo uma tartaruga... contemplando...
EU, APESAR DE NÃO PARECER, DIZEM MUITOS, SOU UMA VERDADEIRA TARTARUGA...
Com uma vida orante, sentimos força para continuar, para enfrentar a situação atual e reaviva em nós a percepção da situação presente. É prova de muita maturidade... (e é GRAÇA também, é claro) este passo a passo de amor ... Devagar... em lugar tranquilo... assumindo sentimentos profundos que nos povoam o coração. Isto é orar de pé...
Há tempos de "crise" também na ORAÇÃO... aí devemos, igual que na vida, pensar nos momentos de alegria já vividos...
INÁCIO DE LOYOLA tem como REGRA DE OURO: em tempo de desolação, nunca fazer mudança... Espetacular esta reflexão e vivência!
O PATINHO
ESTA É A HISTÓRIA QUE CONTA, DE SI MESMO, O SANTO SUFI,
DE NOME SHAMS-E TABRIZI:
DESDE A MINHA INFÂNCIA EU FUI CONSIDERADO MÍSTICO.
NINGUÉM PARECIA ENTENDER-ME. MEU PAI DIZIA:
"VOCÊ NÃO É SUFICIENTEMENTE DOIDO
PARA SER POSTO NUM HOSPÍCIO
NEM SUFICIENTEMENTE CONCENTRADO
PARA SER MANDADO A UM MOSTEIRO.
NÃO SEI O QUE FAZER DE VOCÊ".
EU RESPONDI A ISSO:
"PUSERAM-, CERTA VEZ, UM OVO DE PATO
DEBAIXO DE UMA GALINHA. DELE NASCEU
UM PATO QUE SEGUIA SUA MÃE POR TODA PARTE;
ATÉ QUE, CERTO DIA, A GALINHA O LEVOU
PARA JUNTO DE UM LAGO.
IMEDIATAMENTE O PATINHO ENTROU N'ÁGUA
ENQUANTO A MÃE GALINHA
CACAREJAVA ANSIOSAMENTE LÁ NA MARGEM.
POIS BEM, MEU CARO PAI, EU ENTREI NO OCEANO,
E NÃO É CULPA MINHA SE VOCÊ
PREFERE FICAR AÍ SEMPRE NA PRAIA".

Nada pode estorvar nosso momento de ORAÇÃO e nossa vida de ORAÇÃO...
A AFETIVIDADE deve sempre reinar, a fadiga não nos pode "contrariar"...
Contemos sempre com a ajuda indispensável do Senhor! E agradeçamos sempre...


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...