domingo, 23 de agosto de 2009

A Arte de Fazer Amigos e de Ser Amiga ( III )



Publicado em 24 de fevereiro de 2009


Chegamos em Vitória, bem contentes e em forma ainda...
Do trem para o táxi e de novo na casa de outra AMIGA... que alegria! O círculo não acabou ainda.
Um lanchinho à noite juntas e os "segredinhos" ao pé do ouvido... já com sono... para colocar em dia os fatos de seis meses pra cá.
De manhã, o café juntas e o famoso quiosque pro peixe à beira da praia... que sol lindo a enfeitar o cenário das fotos!
Depois, renovar o guarda roupa na Glória já conhecida... com preços irresistíveis.
Novas conversas à noite, quando a AMIGA chega do trabalho e de manhãzinha cada qual ao seu destino: uma pro Aeroporto rumo ao RJ e a outra rumo à casa dos pais em Anchieta, cidade duas horas distante da capital.

Então, novos AMIGOS são encontrados onde morei tantos anos e novos abraços, conversas, ninguém esquece a gente e a gente não se esquece de ninguém... que bom!
Aqui tem o famoso carnaval de rua, com blocos simples e alegres, com trajes típicos engraçados, pude ir com meus pais, ver a abertura do carnaval pela Terceira Idade o que lhes agradou muitíssimo.
Durante esses dias, muita gente bronzeada, muito sol e praia... famílias se reencontrando... muita alegria e diversão... mas sobretudo muita calma própria de cidade pequena e litorânea.
Para completar essa performance... minha filha chega com o netinho encantador e sempre risonho... é um clima de euforia total.
Carnaval, festa da carne... mas também pode se transformar em festa do espírito se somos espirituais de coração.
Meu neto se diverte com o trenzinho à noite, cheio de crianças, pais e avós...
Canto e danço com ele, pra que ele tenha sempre o gosto de estar com a vovó, o faço dormir e ao levantar é a mim que se dirige prontamente com os bracinhos abertos me fazendo ter ânimo de enfrentar tudo de ruim que a vida possa ainda me oferecer...
Anchieta: lugar de reencontro... nas Missas... nas ruas... na Praça...
COMO É BOM PODER TODOS OS DIAS, PELA MANHÃ, CAMINHAR PELA PRAIA DESCALÇA!
Olhar à beira da praia, no final do calçadão, o espetáculo que as garças nos oferecem...
Assim vamos vencendo o inimigo invencível que quer nos rodear e nos tirar a paz tão sonhada por Deus para nós nesta difícil tarefa da ARTE DE FAZER AMIGOS E DE SER AMIGA, o que sempre vale a pena tentar ao menos.
No dia de hoje, peço por meus amigos e especialmente por um deles a quem desejo todo o bem porque ele teve muita paciência em contentar meu tristonho coração num passado próximo.
Deus os abençoe sempre.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua espiritualidade aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...